A alienação

A alienação

domingo, 24 de junho de 2012

Democracia socialista: Argentina, Brasil, Equador, Uruguai e Venezuela, estão dando mais um exemplo de como é a "democracia de socialistas"

MANCHETES DE JORNAIS BRASILEIROS

Mercosul suspende Paraguai da próxima cúpula do bloco
Encontro começa nesta segunda-feira; países condenaram ‘ruptura da ordem democrática’

24 de junho de 2012
REUTERS
http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,mercosul-suspende-paraguai-da-proxima-cupula-do-bloco,890988,0.htm

Mercosul aplicou punição política ao presidente do Paraguai, avalia Itamaraty
Calendário da sanção estabelecido em costura no Itamaraty coincide praticamente com o fim do mandato do atual presidente paraguaio

24 de junho de 2012 | 17h 56
http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,mercosul-aplicou-punicao-politica-ao-presidente-do-paraguai-avalia-itamaraty,890985,0.htm

Chávez suspende envio de petróleo ao Paraguai e retira embaixador em Assunção
Medida da Venezuela é primeira sanção comercial enfrentada por novo governo paraguaio.

24 de junho de 2012 | 16h 06
http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,chavez-suspende-envio-de-petroleo-ao-paraguai-e-retira-embaixador-em-assuncao,890957,0.htm

Paraguai será afastado do Mercosul e da Unasul até eleições presidenciais em 2013
Fernando Lugo diz ter sofrido golpe parlamentar e anuncia ida à cúpula do Mercosul na Argentina

FERNANDA KRAKOVICS
DANILO FARIELLO
COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS
24/06/12 - 8h58
http://oglobo.globo.com/mundo/paraguai-sera-afastado-do-mercosul-da-unasul-ate-eleicoes-presidenciais-em-2013-5301933

25/06/2012 - 14h02
Após impeachment, Dilma discute com ministros 'punições' ao Paraguai
KELLY MATOS
NATUZA NERY

DE BRASÍLIA
http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1110184-apos-impeachment-dilma-discute-com-ministros-punicoes-ao-paraguai.shtml

25/06/2012 - 14h17
PT lança nota de apoio a ex-presidente do Paraguai
CATIA SEABRA
DE BRASÍLIA

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1110191-pt-lanca-nota-de-apoio-a-ex-presidente-do-paraguai.shtml

24/06/201214h07
Governo paraguaio busca diálogo para evitar isolamento
......
Canadá, Espanha, Alemanha e o Vaticano reconheceram o novo governo paraguaio sob o argumento de que Lugo aceitou a decisão do Congresso de retirá-lo do poder. Na noite de sábado, Franco disse que pediria que Lugo ajudasse a diminuir as tensões regionais.
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2012/06/24/governo-paraguaio-busca-dialogo-para-evitar-isolamento.htm?utm_medium=twitter&utm_source=twitterfeed


Comentário:

No episódio recente da deposição do presidente do Paraguai pelo Congresso paraguaio, que nesse ato seguiu as leis vigentes no país, e tendo como motivo os episódios de desordem e descontrole social que estavam continuamente acontecendo no Paraguai, os países comandados por socialistas da América do Sul deram mais uma vez demonstrações de como pensam e agem, mais uma vez estão tentando interferir nos assuntos internos de uma nação soberana, da mesma forma que fizeram em Honduras o ano passado, como o vice-presidente não é socialista os socialista sul-americanos não aceitam sua nomeação, apesar de ela ter sido feita de forma democrática, por um órgão soberano da nação com poderes para fazer isso, o Congresso, e de acordo com as leis paraguaias.

Quando os socialistas brasileiros fizeram o impeachment do Collor todos os socialistas da América do Sul elogiaram a democracia que permitiu isso, mas agora, como é um socialista que está sendo posto para fora, eles usam o já costumeiro chavão de que "foi golpe".

É mais uma confirmação do ditado bem conhecido sobre o tema:
"Quando socialistas tomam o poder é revolução, quando socialistas saem do poder é golpe".

Ainda bem que 3 grandes democracias, Canadá, Espanha e Alemanha, já reconheceram o novo governo paraguaio e com isso desmentem as alegações dos socialistas sul-americanos.


***

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Na "cúpula dos povos" no Rio+20 as mulheres ali presentes pleitearam o direito de não terem filhos ou o direito de matarem seus fetos ?

De início gostaria de perguntar se os grupos de pessoas que as custas do Rio+20 se intitularam "cúpula dos povos" tem direito de se intitularem dessa forma ?
Tais pessoas tem o direito de darem a si próprios o título de "porta-vozes dos povos" ?
Eu faço parte "dos povos" e não dei autorização alguma a estes desocupados de falarem em meu nome.
Na minha opinião esse grupo de desocupados que nada fazem de produtivo para a humanidade e vivem atrelados a ONGs que por sua vez vivem as custas da doação do dinheiro público - não tem direito de falarem "em nome dos povos".


O pessoal da "cúpula"...



Mas vamos ao tema.


NOTÍCIA

Rio+20: Hillary e Dilma defendem direitos reprodutivos das mulheres
Por Yana Marull


A secretária de Estado americano, Hillary Clinton, e a presidente Dilma Rousseff defenderam o "direito reprodutivo" das mulheres, ou seja, o direito de escolher quando querem ter filhos, nesta sexta-feira, na cúpula Rio+20.

"Devemos dar às mulheres o poder de tomar decisões sobre se querem ter filhos e quantos", afirmou Hillary nesta sexta-feira em seu discurso na cúpula da ONU, pouco antes de seu encerramento.

"Apesar de estar muito satisfeita com o fato de o documento apoiar a saúde reprodutiva e sexual e o acesso universal ao planejamento familiar, para alcançar nossas metas sobre desenvolvimento sustentável também temos que garantir os direitos reprodutivos das mulheres", completou.

Também a primeira-ministra da Dinamarca, Helle Thorning-Schmidt, pediu nesta sexta-feira em seu discurso diante de uma cúpula dominada por homens: "teria gostado de ver a importância dos direitos reprodutivos reconhecida no resultado da Rio+20".

"Os direitos das mulheres devem estar no centro desta transição" para o desenvolvimento sustentável do planeta, completou.
.......


http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/rio-20-hillary-e-dilma-defendem-direitos-reprodutivos-das-mulheres

*

Comentário:

Antes de iniciar gostaria de esclarecer que eu não sou católico, eu não tenho religião, eu não pertenço a nenhuma ideologia seja ela qual for, essa minha opinião é baseada apenas na minha dignidade ética.

Ao ler estas coisas eu me pergunto... as mulheres são obrigadas a terem filhos ?
Uma mulher que não queira ter filhos vai ser obrigada a ter filhos ?

Em caso de resposta afirmativa, pergunto - por quem ?
O estado obriga as mulheres a terem filhos ?
Por exemplo no Brasil, existe na Constituição brasileira algum artigo onde esteja escrito que as mulheres são obrigadas a terem filhos ?
- Não, não existe.
Então, no Brasil, e em qualquer outra nação do mundo desenvolvido as mulheres tem plena liberdade para terem filhos, ou não terem, de acordo com sua vontade.

Alem disso, qualquer mulher pode tomar anticoncepcional e evitar ter filhos.
Outra opção é que as mulheres só aceitem terem relações sexuais com homens que aceitem usar camisinha.
Qualquer mulher que não queira ter filhos pode perfeitamente não casar com um homem que também não queira ter filhos.
Se a mulher quer casar, mas não quer ter filhos, case com um homem que também não queira ter filhos; e se ele mudar de idéia a mulher tem todo o direito de pedir o divórcio por divergência de idéias.
Se o homem, mesmo que seja o marido, quiser obrigar a mulher a ter filhos ele estará cometendo um ato ilícito, e se ele forçar sexualmente a mulher estará cometendo estupro, já existe jurisprudência sobre isso.

Outra coisa importante.
Isto não faz parte do corpo da mulher.

A alegação que as mulheres "tem direito sobre seus corpos" é falsa, mais ainda, é desonesta.
Que as mulheres, ou qualquer ser humano, é dona de seu corpo e pode fazer o que quiser com ele ... isso jamais foi questionado nas democracias liberais que possuem Estado de Direito, as mulheres tem total direito de fazer o que quiserem com seus corpos, mas, o feto não faz parte do corpo da mãe, o feto é um outro ser humano, este fato me parece óbvio.
Se a mulher quiser decepar um braço, ela tem pleno direito disso, mas, ela não tem o direito de matar o outro ser humano que está dentro dela e cuja origem não foi apenas dela, foi do pai também.
O feto é gerado pelo óvulo da mulher e pelo espermatozoide do homem, o feto não é gerado apenas pela mulher, alem do feto ser um outro ser humano diferente tanto da mãe como do pai.
Quando é para pagar a pensão para o filho o pai é requisitado, o pai é importante, isto é uma prova que qualquer decisão sobre os destinos do futuro filho devem levar em conta a opinião do pai, a mulher não é dona exclusiva dos destinos do feto.
Entretanto, pode acontecer o contrário, o pai pode querer que a mulher faça aborto, neste caso, o pai está cometendo um crime e a mãe - de forma alguma - está obrigada a obedecer ao pai, ele deve denuncia-lo a justiça.
espermatozoide + óvulo = feto


Então, acho que é evidente que as mulheres tem total liberdade para terem ou não terem filhos.

Em vista destes fatos claros e evidente a pergunta óbvia é - por que toda essa gritaria se as mulheres tem plena liberdade para terem ou não terem filhos ?

A resposta é que na verdade o problema não é "ter filho" ou ter "direitos reprodutivos" ... o que querem é outra coisa, o que querem é se por algum descuido ficarem grávidas, elas (as que estavam no Rio+20) querem ter o direito de matar o feto que tem no útero.
Então não se trata pura e simplesmente de direito de "não terem filhos", esse direito qualquer mulher tem de forma plena, o direito que estão pleiteando é de poderem matar o feto que carregam dentro do útero.

Bom... ai existem questões éticas e jurídicas.
O feto, o futuro filho, não é só da mãe, ele também tem um pai, e não é porque está no útero da mãe que ela pode mata-lo, o pai também tem o direito de opinar.
Se a mulher não quer ter filhos não faça sexo, ou se o fizer, faça-o de forma segura, seja responsável pelos seus atos.

Se a mulher fica grávida ai já existe uma outra pessoa, ou futura pessoa como queiram, envolvida, ai já existem as leis da sociedade onde ela vive, e na maioria das sociedades humanas desenvolvidas e democráticas não é permitido matar outro ser humano, seja ele já nascido ou a nascer.

Essa é a verdade: Não estão pleiteando o direito a terem filhos, estão pleiteando o direito de matarem os filhos que estiverem gestando.
E esta verdade é omitida pela hipocrisia dominante na sociedade atual.
A midia e todas as "organizações" de "direitos humanos" não fazem essa análise muito fácil de ser feita e assim omitem a verdade.
E a verdade é - estão pleiteando o direito de matar os fetos que carregam.

Apenas para constar lembramos que existem casos em que as leis vigentes nas sociedades humanas permitem que o aborto seja praticado, como no caso de risco de vida para a mãe ou incapacidade vital comprovada do feto.

Outra coisa muito importante.
Uma mulher que ficou grávida mas não quer o filho, não precisa mata-lo, termine a gestação, tenha o filho, e o doe para os milhares de casais que querem adotar uma criança, simples assim!

Isso tudo é muito fácil de entender, porém a hipocrisia, a falsidade da ideologia socialista/marxista dominante na sociedade deturpa esse fato de forma hipócrita, e como esta mesma ideologia já age na sociedade a 80 anos na corrupção e doutrinação das mentes das crianças já na escola, ela já transformou a maior parte dos humanos em alienados que não percebem mais a realidade, e não tem senso crítico para enxergar essa coisa tão simples, que na verdade querem matar o feto.

Apenas irracionalidade ideológica

Fonte:
http://mulherespsolrj.blogspot.com.br/

E o mais importante...
A razão disso não é defender um suposto direito das mulheres... a ideologia socialista/marxista não se importa com as mulheres, a ideologia quer com isso confrontar a ética e a moral em vigor na sociedade dita por eles como sendo "burguesa", quer destruir a instituição familiar da tradição "judaico-cristã" (mas que na verdade é uma condição natural da espécie humana em sendo uma espécie de mamíferos) que segundo essa estúpida ideologia "cultural" [ver link para texto sobre o assunto no final] é a causa de o marxismo não ter sido instituído na sociedade ocidental, e devido a isso a 80 anos os "intelectuais" marxistas estão criando artifícios "culturais" para destruir a sociedade ocidental, e esse "direito" das mulheres é só mais uma destas macabras criações dos "intelectuais" marxistas.


Link para o texto sobre o "marxismo cultural":
http://marxismocultural.blogspot.com/


***

quarta-feira, 20 de junho de 2012

A vitória do marxismo

Um colega da comunidade do Orkut "Marx é inquestionável ?!" colocou a seguinte questão em um tópico:

Alexandre.
"A vitória do marxismo.
Por qual motivo o marxismo venceu sua guerra cultural no século XX!?
O que há de intrínseco nessa ideologia que a fez seduzir tantas mentes, algumas até geniais, e levou-as a atacar o valor humano mais nobre: a liberdade.
Talvez seja pelo fato do Marx ter usado chavões poéticos?!
Ou, simplesmente, esta ideologia seduz pois converge com o romantismo em certos aspectos.
A inveja é componente para explicar tamanha adesão, fato, mas só ela é suficiente?"


Meus comentários a respeito do assunto:

Na minha opinião, o marxismo foi um colossal fracasso no mundo...
Quem "venceu" foi Gramsci.
O marxismo revolucionário de Marx fracassou completamente na teoria e na prática, nenhuma das predições teóricas de Marx para o capitalismo se realizaram, nenhuma sociedade democrática e liberal que atingiu grande desenvolvimento econômico, cultural e social se tornou a miserável sociedade que Marx previu que se tornaria, e em nenhuma delas aconteceu a "revolução do proletariado" que Marx previu que aconteceria, a teoria marxista falhou em todos os sentidos, o marxismo foi implantado apenas através de golpes em 50 nações do mundo no século XX e em todas elas o sistema se tornou uma ditadura socialista opressora e sem liberdade e matou milhões de pessoas dentro destas nações, todas elas continuaram pobres e a maioria acabou falindo, atualmente restam apenas três ditaduras socialista, Cuba, Vietnã e Coreia do Norte.
Quem teve êxito foi a ideologia "cultural" de Gramsci, que na verdade não tem a ver com Marx, Gramsci era comunista e não necessariamente era marxista, Gramsci não tinha o ódio raivoso que Marx tinha, Gramsci não usou a revolução sangrenta e despótica que Marx queria que acontecesse, Gramsci não usou nada de Marx, usou a coerção cultural.
O que aconteceu foi que a colocação na prática das idéias de Gramsci teve como principais divulgadores os membros da "escola de Frankfurt", e estes não abandonaram Marx totalmente, os judeus frankfurteanos inventaram a "teoria crítica" que foi, e ainda é, a componente "teórica" para a introdução de todas as "críticas" que estão sendo inseridas nas escolas de todos os níveis do ocidente, principalmente nas matérias História, Sociologia, Geografia, Filosofia, Pedagogia, Artes, nas ciências humanas em geral, como se fossem "ciência".
Quem quiser saber mais sobre a "escola de Frankfurt" pode acessar o link do final deste texto.


Mas, nem Gramsci venceu... a sua coerção cultural não gerou comunistas como ele almejava, gerou alienados.

A ideologia de Gramsci não seduz gênios... seduz inocentes, seduz mentes fracas carentes de algo em que possam se agarrar para conseguir viver.
O comunista Niemayer pode ser um gênio da arquitetura mas é um tolo no resto, toda vez que vejo uma foto dele me vem a impressão de um retardado mental.
Saramago, vamos considerar que era um gênio da literatura, mas, em tudo o mais era um tolo.
E todos os "gênios" que defenderam ou defendem o comunismo são assim.

Muito diferente de Freud por exemplo, este sim um gênio real, global, e que, nas outras áreas em que atuou, como na filosofia, disse coisas de suma importância para a humanidade.

Já fiz estudos [N1: ver link no final] em que mostro que a "idéia revolucionária" idealista de "transformar o mundo", de criar uma "sociedade perfeita", já estava presente com toda a força em Platão, no seu livro "República" Platão colocou a sua ideologia idealista desejosa em criar uma sociedade perfeita governada por sábios aristocratas, e como todos os seus sucessores a sua tentativa de colocar isso em prática no reino de Siracusa, na Magna Grécia, causou a costumeira matança irracional e foi um colossal fracasso.

Com o surgimento do cristianismo e a subsequente sociedade feudal, a idéia idealista platônica ficou encubada.

A "idéia revolucionária" renasceu com a parte idealista do Iluminismo, mais especificamente do Iluminismo francês de Rosseau (não no de Voltaire), foram nas idéias de Rosseau que os decapitadores da revolução francesa se inspiraram, e foram das idéias de Rosseau que surgiu o socialismo/comunismo, nada mais que a mesma intenção de Platão de criar uma sociedade perfeita.

É essa idéia de "sociedade perfeita", de "salvadores do mundo", que está dominando de forma disseminada na atualidade, sendo que a ideologia de Gramsci serviu apenas de muleta para essa aspiração já muito antiga de perfeição, porém, como na coerção criada por Gramsci existe também um total distanciamento da realidade, o produção dessa loucura foram as multidões de alienados que hoje existem.

As possibilidades que você colocou eu concordo Alexandre, mas, não só elas, o marxismo, o de Marx, da abrigo para toda a ralé que existe no mundo, desde o invejoso que odeia o sucesso econômico alheio até o assassino vingativo com ódio do mundo, e o marxismo (cultural), o de Gramsci, dá abrigo para os incompetentes que desejam viver as custas do estado "protetor", dá abrigo para os trapaceiros e oportunistas atrelados nas ONGs vivendo as custas da doação de dinheiro do estado, dá abrigo para os covardes que tem medo de enfrentar a vida sozinhos e precisam da "solidariedade" alheia para conseguirem viver, e também dá abrigo para os "românticos", observando que não se trata do romantismo amoroso, mas sim, a uma outra forma de romantismo que na falta do heroísmo que não existe mais na humanidade, e na presença da covardia, está sendo o aconchego de milhões de alienados que tem na idéia idealista um alento para suas inúteis vidas.
É por isso que as ruas e praças do mundo estão cheias de gente com todo tipo de bandeiras e cartazes a gritar - é muito fácil fazer isso... não existe a necessidade de competência ou talento algum para fazer estas inúteis manifestações, qualquer imbecil consegue fazer isso.

Essa ideologia só não consegue dominar e alienar aos humanos lógicos, racionais, inteligentes, como foram Nietzsche, Freud, Churchill, Kennedy, e outros mais, não tão notáveis mas com a mesma consciência da realidade, com a mesma competência empreendedora que não precisa da "solidariedade" alheia para poder conduzir suas vidas; e também não convence aos que, realmente, possuem religião, por questões até certo ponto políticas (o marxismo é ateu e gostaria de acabar politicamente com todos as religiões), mas também por razões éticas e morais que as religiões possuem.

O grande problema da ralé "intelectual" que a 80 anos vem tenazmente aplicando as idéias "culturais" derrota após derrota, e devemos salientar que essa tenacidade doentia, essa neurose, é uma das razões do "sucesso" da ideologia "cultural" - é que as multidões de alienados que existem atualmente, tiveram o senso comum mudado como queria Gramsci... só que, não se tornaram o "homem socialista", ou a "mulher socialista" que Gramsci sonhava!
As multidões de alienados mundo afora jamais serão comunistas!

A IMAGEM DA ALIENAÇÃO



Você notou algo em comum em todas estas fotos ?
Acredito que sim... é bem visível.
Essa é a imagem da alienação que tomou conta da humanidade, Gramsci deu o nome de "hegemonia" a este estágio do domínio das mentes pela ideologia.
Porém, tais alienados jamais serão comunistas!
A moça de uma das fotos com a camiseta de Che estampada não faz a menor idéia de quem realmente foi Che e não faz a menor idéia do que é na prática o socialismo.
Ela é uma alienada "romântica" produzida pela excelente qualidade de vida que as democracias liberais produziram, ela é uma "revolucionária" mas ela gosta de ter seu óculos escuro e a boa vida que aparente ter, ela gosta do seu smartphone, do seu computador e de todas as coisas que a "burguesia" produziu para melhorar a qualidade de vida das pessoas e que a estúpida ideologia socialista condena e quer destruir.
O socialismo é um sistema falido que não consegue produzir nem a comida da cesta básica necessária para a alimentação da população, temos provas históricas deste fato, o socialismo não consegue gerir a economia e acaba levando a sociedade a escassez e a fome, o socialismo alem disso proíbe toda a liberdade individual, como é em Cuba, e a nossa "revolucionária" da foto quando estiver nessa situação ira gritar de fome e de medo e negará tudo que apoiou antes.


Mesmo assim, eles poderão governar o mundo todo no futuro devido as multidões que os apoiam inconscientemente, e tal qual aconteceu na Grécia e na Espanha recentemente, governadas por socialistas por décadas, levarão toda a humanidade aos caos, e com certeza a barbárie e a guerra total por comida.

E assim, depois deste holocausto humanista talvez a humanidade sare da neurose idealista...
Mas, não creio, na minha opinião, ainda falta muito, geneticamente falando, evolucionalmente falando, para a humanidade sair definitivamente da ignorância e da necessidade de ter uma ideologia para conseguir viver.

N1:
Cultura Ocidental e o surgimento do Socialismo e do Liberalismo
http://sintesedomarxismo.blogspot.com/

Link para o texto sobre o "marxismo cultural":
http://marxismocultural.blogspot.com/


***

sexta-feira, 15 de junho de 2012

A UNIFESP está formando bandidos, vândalos estúpidos que não tem a menor noção do que estão fazendo.

Abaixo temos a notícia da Folha Online mostrando a depredação e atos de vandalismo praticados por "estudantes" da UNIFESP, tem um vídeo também, no vídeo podemos ouvir os "estudantes" gritando "no passaron", não sei se eles sabem, mas esse era o grito de guerra dos comunistas na Guerra Civil Espanhola que levou a morte de 700 mil pessoas e foi um dos maiores atos de insanidade e matança devido a "idéia revolucionária" socialista/comunista/anarquista na Europa no século XX, só perdendo para a segunda guerra mundial.

Na UMIFESP a gente pode observar que é um grupo pequeno de "alunos" completamente loucos, gritando o tempo todo enraivecidos.
Com toda certeza quem está levando estes estúpidos a fazerem isso são os corruptos "professores" socialistas que devem dominar na universidade, eles pregam o ódio irracional, e estas infelizes criaturas que vemos na reportagem não tem senso crítico para perceberem que estão sendo manipulados por uma ideologia corrupta e sanguinária - o marxismo.

Ficamos com pena do Brasil ao ver isso, nossa pobre nação tem suas universidades dominadas por "intelectuais" marxistas que a única coisa que fazem é corromper as mentes desses infelizes.
O futuro do Brasil virá dessa desgraça que dominou o "ensino" por todo o país.


***

NOTÍCIA DA FOLHA ONLINE

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1105072-video-mostra-confronto-entre-pm-e-alunos-da-unifesp-em-guarulhos.shtml

15/06/2012 - 04h32
Video mostra confronto entre PM e alunos da Unifesp em Guarulhos
DE SÃO PAULO


Um video postado na madrugada desta sexta-feira em um blog de estudantes da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) mostra o confronto entre manifestantes e policiais no campus de Guarulhos (Grande São Paulo).

Segundo os estudantes, as imagens foram gravadas por celular durante um protesto da noite de quinta-feira (14), que terminou em tumulto.

No video, um estudante é agarrado por um policial militar --outros disparam balas de borracha em direção aos manifestantes.

PROTESTO

Um grupo de ao menos 50 estudantes da Unifesp protesta desde a madrugada em frente à Superintendência da Polícia Federal, na Lapa, pela liberação de 26 alunos que foram levados para prestar depoimento após um protesto que acabou em tumulto, no campus de Guarulhos, na noite de ontem (14).

Utilizando cobertores para se proteger do frio, os estudantes cantaram músicas de protesto, entoaram palavras de ordem e pediram a saída do diretor acadêmico do campus, Marcos Cezar de Freitas.

Segundo os manifestantes, advogados juntaram provas e estão na PF tentando liberar os estudantes, que permaneciam detidos pela manhã.

26 alunos foram detidos pela polícia após um protesto de acabou em tumulto no campus de Guarulhos da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) Leia mais
De acordo com estudantes, cerca de 30 alunos protestavam em frente à sala da direção acadêmica do campus. Durante a manifestação, o grupo chegou a invadir o prédio da direção por alguns minutos, indo embora logo em seguida.

A Polícia Militar foi acionada e, segundo estudantes, balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo foram utilizadas pelos policiais. De acordo com os manifestantes, 26 alunos foram levados à PF, pois o prédio da universidade pertence à União.

Segundo informações iniciais da PM, os alunos teriam pichado muros do campus e impedido o diretor de sair do prédio. Questionados pela reportagem, os alunos confirmaram as pichações, mas disseram que não impediram a saída do diretor.

Eles afirmam que chegaram a ser recebidos pelo diretor, que disse estar disposto a conversar com uma comissão de alunos. Os alunos não concordaram em formar a comissão, exigindo que o diretor saísse do prédio para conversar com todos os manifestantes, o que gerou o impasse.

CONFLITOS

No dia 23 de março deste ano, os estudantes da Unifesp já haviam entrado em greve e, no dia 3 de maio, a reitoria foi ocupada. Oficiais de justiça, acompanhados de policiais militares e federais, cumpriram na semana passada uma ordem de reintegração de posse determinada pela Justiça.

De acordo com a PF, 30 pessoas que se encontravam no imóvel invadido e se recusaram sair foram encaminhadas à Superintendência da PF, onde foi lavrado um termo por desobediência à ordem judicial.

Os manifestantes alegam que não há salas de aula suficientes, pedem ampliação do espaço da biblioteca, laboratórios de pesquisa e informática, moradia estudantil e creche para estudantes e funcionários, entre outras exigências.

Segundo os estudantes, a reitoria está realizando uma série de atos para prejudicar o movimento, como o fechamento de espaços da universidade antes do horário previsto e a utilização do e-mail institucional para uma campanha contra os manifestantes.


***

Mais vídeos dos "estudantes" em ação:

http://www.youtube.com/watch?v=rI3YUKFcmKI

http://www.youtube.com/watch?v=BIdt2D1yA6I

http://www.youtube.com/watch?v=FvWNqpyz1tU


***

segunda-feira, 11 de junho de 2012

A esmagadora vitória de Gramsci ! A humanidade ficou idiota da forma que ele sonhou que ficasse ! Mas, as legiões alienadas nunca serão comunistas !

Depois de ver o Jornal Nacional de hoje (11/06/2012) eu fiquei convicto de que Gramsci é o maior ideólogo da humanidade em todos os tempos !
Mas, também é o mais infeliz...
Gramsci fez uma ideologia e seus neuróticos seguidores a puseram em prática com uma tenacidade e persistência jamais vista na humanidade, e depois de 70 anos o mundo está submetido, sem saber, como Gramsci queria que acontecesse, aos seus desejos de mudar o "senso comum" da humanidade.
Gramsci conseguiu a "hegemonia", a submissão inconsciente da humanidade aos seus desejos é uma unanimidade, apenas raros seres humanos com grande sensibilidade, conhecimento histórico e inteligência objetiva/lógica não se submetem a ideologia gramsciliana maciçamente instituída em todos os meios de comunicação, em todas as universidades, em tudo que existe no chamado "meio falante"..
Do JN todo acredito que mais de 50% do tempo foi usado em prol da ideologia gramsciliana nos seus mais diferentes aspectos.
Gramsci é um estrondoso sucesso!

A IMAGEM DA ALIENAÇÃO



Você notou algo em comum em todas estas fotos ? Acredito que sim... é bem visível. Essa é a imagem da alienação que tomou conta da humanidade, Gramsci deu o nome de "hegemonia" a este estágio do domínio das mentes pela ideologia.

Mas, infelizmente para ele e muito mais ainda para os "intelectuais" marxistas, a população mundial teve o "senso comum" mudado, porém, tais alienados não serão jamais adeptos do comunismo que eles tanto almejam!
É uma vitória de Pirro.


Mas, depois do JN vim ler rapidamente a Folha Online e me deparo com a "notícia" a seguir:

Conferências prévias à Rio+20 começam com críticas ao consumismo
Efe

As atividades prévias à Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20 começaram nesta segunda-feira, 11, com duras críticas ao consumismo, por representar uma ameaça ao equilíbrio ambiental do planeta.
Vários especialistas e acadêmicos assinalaram o consumo desenfreado como um dos maiores perigos para a sustentabilidade, durante o primeiro jornada da TEDxRio+20, realizada no Forte de Copacabana como aperitivo do evento principal.
A conferência da ONU reunirá cerca de uma centena de chefes de Estado ou de governo e delegações de pelo menos 176 países entre os próximos dias 20 e 22 de junho.

A ex-senadora Marina Silva foi uma das conferentes mais enfáticas no discurso contra o consumismo, ao denunciar que a “sede de consumir” e a separação da ética da política conduzem a sociedade a “exterminar o futuro”.
“Estamos sofrendo do mal do excesso, estamos consumindo o planeta. Temos muito pouco tempo e uma vida dedicada ao ter em vez do ser. Estamos à beira de aumentar em dois graus a temperatura e comprometer a vida na terra. Precisamos nos reencontrar”, declarou a ex-ministra do Meio Ambiente.
Marina Silva sustentou que a crise de valores levou a sociedade a “sacrificar” recursos naturais com milhares de anos em virtude do “lucro de umas poucas décadas”.
A ecologista, que foi amplamente aplaudida por centenas de pessoas, pediu aos brasileiros que “exijam dos líderes mundiais que não se omitam a salvar o planeta” durante a Rio+20.
Além disso, especificou que cada indivíduo deve ser ativo para colocar-se na “posição incômoda” de acreditar no desenvolvimento sustentável e de criar condições para transformá-lo em realidade.
Já o presidente do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, Hélio Mattar, sustentou que a difusão de práticas consumistas fará com que em poucos anos sejam necessários “quatro planetas” para atender nossas necessidades.
Mattar analisou que o consumo se baseia na necessidade constante por produtos, o que conduz à “insatisfação permanente”, e por isso defendeu a adoção de um modelo baseado na “humanização das relações” e na generosidade.

Criatividade verde, o mesmo do mesmo

Essas tolices são coisas de quem não tem nada de importante para fazer na vida, coisa de vagabundos, enganadores do mundo que passam a vida sem produzir nada e vivendo as custas da sociedade.

A TEDx também serviu de vitrine para iniciativas relacionadas com o desenvolvimento sustentável, especialmente na geração de energia limpa em pequena escala.
A americana Jessica Matthews apresentou uma bola de futebol que gera eletricidade aproveitando a energia cinética produzida em uma partida, que foi desenvolvida por ela e outros três estudantes da Universidade de Harvard.
Um jogo de 30 minutos com a bola chamada “soccket” proporciona três horas de carga elétrica para uma lâmpada LED e outros dispositivos de pouca potência energética.
Enquanto isso, o brasileiro João Lammoglia mostrou uma pequena máscara que gera eletricidade com a energia eólica produzida com a respiração, com a qual se pode alimentar um telefone celular.
A TEDx, que reúne até amanhã 29 conferentes, é a primeira atividade paralela à Rio+20, que começa oficialmente nesta quarta-feira, 13, com as últimas reuniões preparatórias para a cúpula da semana que vem.


Comentário:

No lugar de "consumismo" podemos colocar a palavra "capitalismo" que é o que o bando de vagabundos ali reunidos querem realmente condenar.

Mas, lendo o texto, a gente toma conhecimento do que estes alienados tem na cabeça, na minha opinião eles são loucos, uma bola de futebol que jogada por 30 minutos produz eletricidade para acender um LED (aquelas luzinhas diminutas dos aparelhos eletrônicos) por 3 horas!
Essa maluca veio do EUA aqui para informar esse seu grande feito!

Tais loucos vão tomar as rédeas do mundo a médio prazo...


Todo mundo reunido para salvar o mundo...

No JN foi informado que na praia do Flamengo (se não me engano) diariamente estarão reunidos 30 mil ongueiros de todas as partes do mundo!
Para discutirem a "salvação o planeta".

A pergunta que as pessoas conscientes fazem, acredito eu, é quem afinal está pagando a conta de todos estes milhares de vagabundos que virão para o Rio+20 ?
Viagens, estadias, alimentação, etc... quem paga isso tudo ?
Na verdade, esse bando de vagabundos está fazendo turismo.
Alguém paga, porque esse bando de vagabundos não trabalham, a única coisa que fazem é isso, são ongueiros profissionais, vivem disso.

Por falta de notebooks é que não irão deixar de salvar o mundo!

No mundo atual entre ONGs, ONU, BM, FMI, OMC, etc, etc, etc, existem milhões de pessoas vivendo dessa coisa de "salvar o planeta" e outras coisas mais do mesmo tipo.

Até quando essa ojeriza irá ?
- Acho que por muitos anos ainda ... até levarem a humanidade a falência.



***

domingo, 3 de junho de 2012

O pensamento econômico de David Ricardo e as tolices que a mentirosa maledicência marxista inventa sobre o assunto

Um amigo colocou uma questão no meu recados do Orkut, achei que seria oportuno eu colocar a minha resposta não apenas na comunidade "Marx é inquestionável", mas, também aqui no blog.

A questão é a seguinte:

"Um marxista soltou esta pérola : Utopia? Meu caro qualquer um pode questionar o socialismo, isso até eu mesmo faço, mas negar a existência da luta de classes seria negar a existência da própria história.
É só sair na rua que se vê a luta de classes, ela molda as sociedades há milhares de anos.
E foi o liberal David Ricardo, ao determinar que o valor dos salários dos operários deveriam ser o mínimo possível para garantir apenas a sua sobrevivência, quem formulou a luta de classes.
Marx só deu nome ao que a burguesia liberal já tinha posto no papel.
David ricardo postulou algo assim ?"



Minha resposta:

Se existe uma coisa que marxistas desconhecem por completo é teoria econômica, a começar de Karl Marx, que era um completo ignorante em economia, a Escola de Economia Austríaca demonstrou os erros bisonhos de Marx em O Capital sobre economia, em especial na teoria do juro.
E existe outra coisa que marxistas desconhecem, é o próprio marxismo, a maioria dos marxistas desconhecem a intenção de Marx ou inventam "conceitos" que não existem, é por essa razão que marxistas nunca se entendem.


Vou fazer dois comentários a respeito da questão, um sobre a situação real, e outro supondo que seja verdade o que o marxista disse.

1. Não, David Ricardo não postulou nada disso, marxistas alem de ignorantes economicamente falando são desonestos, criam mentiras e saem por ai a propaga-las como se fossem verdades. É o caso por exemplo da "mão invisível" que eles inventaram que "controla o mercado", sendo que isso jamais foi dito por Adam Smith como já demonstrei.

Ricardo era defensor das leis de mercado, evidentemente ele nunca foi favorável a que não existissem leis para regulamentar essa área, alias, era uma preocupação do governo britânico da época com as necessidades básicas dos trabalhadores determinadas em lei, obviamente respeitando as circunstâncias econômicas da época.

Ricardo em termos de salários trabalhava com dois conceitos entrelaçados:
- o salário de subsistência.
- o salário de mercado.

a) O salário de subsistência era o que chamamos atualmente de "salário mínimo", ou seja, o mínimo que o trabalhador deveria ganhar para se sustentar.
Isso existe não para ferrar o trabalhador mas sim para protegê-lo.
Ricardo dava grande ênfase que este salário era variável de nação para nação e dependia em especial de dois fatores, da produção da agricultura e das condições sociais da nação, em condições de equilíbrio em uma nação A o salário de subsistência seria diferente de uma nação B.
Isso existe até hoje na Inglaterra, existe o salário mínimo (salário de subsistência) na Inglaterra, só que, o salário mínimo da Inglaterra é muito maior do que o salário mínimo da Espanha ou do Brasil.

b) O salário de mercado, seria sempre maior que o salário de subsistência, e dependeria da escassez de trabalhadores ou do aquecimento da produção, ou seja, dependeria da lei da oferta e procura, se existisse grande necessidade de trabalhadores o salário aumentaria.
Para Ricardo em condições de equilíbrio os dois tipos de salário tenderiam a se igualar, lembrando sempre que o valor desse salário seria variável de nação para nação.

2.
a) A história já desmentiu a frase de Marx de que "a história é luta de classes", este desmentido ocorreu na Primeira Guerra Mundial quando os "intelectuais" marxistas tinham absoluta certeza que os operários (proletários) de todas as nações quando tivessem com as armas nas mãos se uniriam para lutar contra a burguesia como um todo, pois como Marx havia dito no Manifesto - "os proletários não tem pátria".
Isso não aconteceu, os proletários de cada nação lutaram junto com as respectivas burguesias contra as nações inimigas, os proletários desmentiram Marx também neste item, eles tinham pátria sim.

b) Alem disso, a história está cheia de exemplos que os grandes fatos históricos são traçados por indivíduos e não por classes, Alexandre o Grande, Cipião Africano, Cesar, Cristo, Maomé, Buda, Cristóvão Colombo, Newton, Napoleão, Einstein, Freud, Hitler, Gandhi, Churchill, etc, foram homens que influíram decisivamente na história.
A mais longa civilização da história humana, a do Egito dos faraós, que durou 5 mil anos, por toda a sua existência manteve a sua estrutura social sem nenhuma luta de classes, e essa civilização só terminou quando Alexandre o Grande conquistou o Egito e acabou com a dinastia dos faraós.

c) A busca do menor preço a ser pago (salário) por um trabalho não é luta de classes, só um marxista desesperado por achar um sentido para as loucuras do marxismo poderia imaginar isso.
Se um torneiro mecânico que trabalha em uma fábrica (proletário) precisar de um serviço de encanador em sua casa, e for contratar os serviços de um encanador, ele vai tentar pagar o menor salário possível para o encanador... isso é uma lei econômica. Se o mesmo encanador precisar contratar os serviços de um pedreiro para reformar a sua casa ele vai discutir o máximo possível com o pedreiro para diminuir o salário dele pelo trabalho.
Isso nada tem a ver com luta de classes.
É claro que o dono de uma fábrica irá tentar pagar o menor salário possível para os trabalhadores, para diminuir custos (essa é uma noção que marxistas não fazem a menor idéia do que seja), mas, apesar da vontade do dono da fábrica isso não depende apenas dele, depende do mercado e das leis que a nação faz para proteger o trabalhador.


***

sábado, 2 de junho de 2012

Por que existimos ? Para que existimos ? Qual a finalidade da nossa existência ?

Sempre foi minha preocupação descobrir a razão da existência, por que e para que existimos ?
Para tentar vislumbrar esse segredo eu pesquisei o que outros seres humanos já descobriram, pesquisei em todas as áreas do conhecimento, e de posse deles raciocinei usando dedução lógica.

As minhas conclusões, em resumo, são as seguintes:

1. Não podemos querer entender o sentido da vida pensando em termos locais, planetários, temos que pensar em termos universais, ou seja, não podemos esquecer que existimos em um universo, universo este cuja natureza e motivos da existência sabemos muito pouco.


UNIVERSO - uma entidade em evolução

O universo desde seu primeiro instante funciona por conta própria através de leis imutáveis, leis físicas, químicas, biológicas, psíquicas, orgânicas, sociais, etc, tudo no universo funciona em função das suas leis, tais como a lei de Einstein E = M * c^2, ou a lei de Newton da gravidade, ou a lei que nos dá a velocidade de um corpo (v = e/t), ou uma lei orgânica, como por exemplo para correr uma determinada distância gastamos determinada energia que deve estar armazenada dentro de nosso corpo, se não tivermos essa energia não vamos conseguir correr, ou uma lei psicológica, a morte de um ente querido nos trás sempre a tristeza, nunca a alegria.
A formação das estrelas, de onde toda a vida emana, e o seu fim seguem leis imutáveis, estrelas com a mesma massa sempre terão o mesmo fim. E nós, como estamos dentro do universo, também estamos sujeitos a essas leis universais.
Foram essas leis que propiciaram que a vida surgisse dentro do universo.

Se o Universo, segundo as leis conhecidas da física, está inflando, está em expansão, digamos, está aumentando o seu tamanho, o seu volume, apesar de continuar com a mesma massa - é porque existe "algo" fora do Universo para onde ele se expande, esse algo "lá fora" não é espaço-tempo, é a Origem que existe imóvel a zero graus absolutos, uma temperatura que não pode ser obtida dentro do espaço-tempo do nosso Universo, a Origem é Tudo, contém tudo, contém Universos.
A Origem existe imóvel porque possui a perfeição.
Se algo é perfeito então não necessita mais de transformações em busca de aperfeiçoamento, pois já é perfeito.
Se não existem transformações não existe mais movimento, por isso a Origem é imóvel.
No Universo tudo se move, tudo se transforma - porque dentro do Universo, no espaço-tempo, não existe perfeição.



2. A vida não existe para nós indivíduos, a vida existe na espécie, é a espécie que existe indefinidamente.


A vida existe nas espécies


Qual o sentido da vida ?

O mito da não existência de sentido na vida

A filosofia é a área que mais busca respostas para o "sentido da vida",  muitos não veem sentido na vida, muitos dizem que se não existir deus a vida não tem sentido, muitos estão convictos de que não existe deus e a vida não tem sentido, são muitas as opiniões quanto ao não sentido da vida.
Mas, a questão é simples, é claro que "a vida" tem sentido!  Ou melhor, o Universo tem sentido, certamente  tem uma finalidade.
A resposta simples é que a vida, o Universo - não tem o sentido - que os humanos gostariam que tivessem!
É este o problema, o desejo dos humanos que a vida fosse do jeito que eles gostariam que fosse, mas ela não é, por isso os humanos ficam tristes, acabrunhados, revoltados, indignados.
Os humanos gostariam que não existisse o câncer que os faz sofrer e morrer, mas ele existe.
Os humanos gostariam de não envelhecer, gostariam de ficar sempre jovens e belos, mas, envelhecem.
Os humanos gostariam de não morrer, mas, a certeza da morte os apavora.
Tudo isso está presente também na mente dos humanos intelectuais, pensadores, sábios, que devido a sabedoria que julgam ter acham que mereceriam uma maior consideração da vida e não sofrerem dos mesmos percalços que os "humanos comuns" sofrem, ou qualquer outro animal no planeta sofre, eles, sábios que são, deveriam ter "algo especial" reservado a eles, mas, ao fim, chegam a conclusão que não tem, por isso concluem que a vida é um absurdo e não tem sentido.
Mas, a vida tem sentido, só que a sentido da vida não é aquele que os indivíduos humanos gostariam que fosse.

O sentido da vida está na espécie e não nos indivíduos.

O corpo que temos não foi criado por nós, e não sabemos exatamente como ele foi construído e como funciona, não sabemos por que (e como) existem duas orelhas em nossa cabeça (e não uma ou três), não sabemos como o fígado conseguiu ter a capacidade inteligente que possui para administrar variadas funções essenciais do corpo, ou seja, nosso corpo, é um sistema inteligente que funciona independente de nós, e foi dado a nós para que o usássemos em prol da sobrevivência da espécie.
Em resumo, os indivíduos existem para a espécie e em função dela, é essa a razão da nossa existência.

A espécie é um ser pensante.
Temos provas disso.
A espécie prepara seus indivíduos da melhor forma que encontra para sobreviver diante dos predadores, a zebra criou listras em seu corpo para dificultar que moscas sugassem seu sangue, criou pálpebras nos humanos para que se fechem automaticamente e protejam o olho, as cobras fizeram suas peles terem cores do ambiente em que vivem, criaram veneno para matar suas presas, o beija-flor fez suas penas coloridas para se misturar com as flores em que se alimentam, no fundo dos oceanos peixes criam as mais variadas formas de camuflagem no próprio corpo para se misturarem com o ambiente e assim poder se salvar dos predadores, as tartarugas criaram carapuças resistentes onde podem se esconder dos predadores, os camaleões mudam de cor para melhor se camuflar, de acordo com o ambiente em que estão, para pegar suas presas, em suma, todas as espécies constroem o corpo dos seus indivíduos para que tenham maior chance de sobrevivência.

Importante notar que isso é uma relação da espécie com algo EXTERNO A ELA.
A espécie sente o meio ambiente e se adapta a ele de alguma forma, pois como pode a espécie morcego criar um sistema de ondas refletidas como o radar ou solar para que seus indivíduos não trombem com as paredes de uma caverna?
A espécie morcego sabe que existem as paredes...
E o mais magnífico - criou uma interação com o meio ambiente externo a ela!

Porém, tais mudanças para acontecer demoram milhares de anos!
Milhares de gerações!

Então, a espécie é um ser pensante e tem memória, a espécie guarda essa sua intenção de se proteger ao longo do tempo e vai aos poucos criando nos corpos de seus indivíduos a sua estratégia de luta pela sobrevivência.

A espécie é um ser que pensa, planeja e executa.
A espécie é um ente.


O Universo é uma espécie - a espécie que o imaginou e construiu.


3. Pode ser o indivíduo mais inteligente da humanidade, terá o mesmo destino do menos inteligente, os indivíduos não tem importância para a espécie.

 Nietzsche foi, na minha opinião, uma das mais poderosas mentes que já existiram, mas, ele tinha sífilis, a doença atingiu seu cérebro e ele de gênio passou a ser mentalmente inválido. A espécie usou o que ele descobriu em proveito próprio, mas, o corpo dele e a mente dele eram descartáveis.
Assim como são descartáveis milhões de indivíduos humanos que morrem por ano com apenas um dia de vida.
Não existe um bondoso deus, e este fato é evidente diante da realidade da natureza, não existe nenhuma forma de "vida" depois da morte, existem apenas as leis do universo, não temos a importância que pensamos ter, a caveira de um poderoso faraó é idêntica a de seu servo, de nada adiantou ele mandar embalsamar seu corpo, ele se perdeu da mesma forma que o corpo do servo e a vida que ele sonhava ter de volta ele jamais terá.


O corpo dos humanos não foi feito por um deus... foi feito pelo DNA, e este é uma consequência lógica das leis do Universo - átomos agrupados em moléculas

Nietzsche imaginou que existe um Eterno Retorno ao Mesmo, mas não existe, o universo é evolutivo, sempre existirá um universo mais complexo que o anterior.
Portanto, temos apenas uma vida, e o que podemos fazer é aproveitá-la bem, e na minha opinião, isso é excelente pois viver eternamente seria muito maçante!

4.  DNA - a espécie

No corpo de todas as espécies existe um elemento comum, a célula, bilhões de células, e dentro de todas elas existe uma entidade inteligente - o ser vivo primordial - o DNA – composto, no caso da espécie humana, por 23 pares de genes/cromossomos, é ele que comanda todas as ações vitais, foi ele que desenvolveu o corpo da espécie, é o DNA homo sapiens que possui a fórmula para criar um ser humano.


DNA, a espécie, o arquiteto

Os seres humanos surgem de uma única célula!
Na verdade um ser humano nasce da união de duas “meia-célula”, o espermatozoide e o óvulo.
O DNA humano dentro de cada célula possui um par de 23 cromossomos (genes), isso foi possível porque o espermatozoide tem um "meio par" de 23 cromossomos (genes) e o óvulo também possui um "meio par" de 23 cromossomos (genes), na fecundação os cromossomos (genes) do espermatozoide e do óvulo se unem e dão origem a primeira célula humana com o DNA completo com um par de 23 cromossomos (genes), a partir daí, o DNA começa a montar o corpo e a criar os órgãos do corpo através da divisão celular.


CÉLULA E SEU NÚCLEO

O DNA existe dentro da sua fortaleza, o núcleo das células, por segurança, ele coloca um clone seu em todas as células, são bilhões deles dentro do corpo humano, e de dentro da sua "central de controle" ele comanda todas as ações vitais do corpo, desde a sua formação até as suas funções mais simples do dia a dia

Se observarmos o desenvolvimento de um feto humano no útero vamos ver que ele está sendo construído passo a passo, de acordo com um plano, quem executa esse plano é o gene.
Portanto, não existem dúvidas quanto a quem é o nosso arquiteto – é o DNA homo sapiens.

Acima temos a foto de um feto humano e na outra uma sequência de fotos que mostram as fases da criação de um ser humano pelo gene, em ambas podemos ver claramente que entre 4 a 8 semanas o feto possui uma grande cauda!
É uma lembrança do que já fomos, no seu processo criativo o gene teve que passar por essa fase nos primórdios da formação da espécie para poder chegar na fase seguinte mais aperfeiçoada.
E é assim que o gene constrói seres humanos, através de código que ele guarda dentro dele bem protegido no núcleo de todas as células que compõem o corpo humano, e tudo que existe dentro de nós, existe pela vontade do gene homo sapiens.

O DNA não nasceu sabendo, ele está desde os primórdios aprendendo, e vai ficando cada vez mais sofisticado, e criando sistemas (os corpos) para sua proteção e onde ele existe cada vez mais sofisticado. Os genes dentro do DNA se diferenciaram formando as espécies, que estão em luta entre si pela sobrevivência e pela busca de cada vez mais conhecimentos – o DNA quer chegar ao máximo de inteligência possível.
No âmbito da filosofia Hegel foi o filósofo que mais chegou perto da realidade - a história é um "espírito" em formação concluiu ele, mas, na verdade a história narra a epopeia do DNA e seus genes, no corpo das espécies, em busca do máximo conhecimento.
Por isso, em vista desse perigo, as leis do universo trabalham contra isso.... quanto mais desenvolvida uma espécie, mais problemas emocionais ela terá, é o caso dos seres humanos, temos problemas emocionais que em espécies menos inteligentes que nós não existem, as mentes de cada espécie existem em escalas crescentes de compreensão da realidade interior e exterior.
Desta forma a espécie não está em luta apenas contra as demais, está em luta também contra as leis do universo, e em função delas está em luta contra si mesma quando chega a consciência inteligente. Vejam que aumenta a cada dia os humanos que acham que a espécie humana é um mal para o planeta e deveria desaparecer para salvar o planeta !
Isso nada mais é que um desejo de autodestruição provinda das leis do universo que apenas as espécies inteligentes possuem. O universo não quer ninguém tentando chegar até ele.
Toda a estupidez ideológica que existe na humanidade, seja ela política, religiosa ou social, é causada por isso, as ideologias são a ferramenta de destruição da própria espécie criada pelas leis do universo.
Porém, o(s) universo(s) é evolutivo e existe na Origem que a tudo contém, imóvel, a zero graus Fahrenheit, o movimento evolutivo é uma lei da Origem e os universos não conseguem evitá-la.

A vida é consequência de uma lei cósmica e não um acaso da natureza.


5. Os indivíduos agem em benefício da espécie, é este o plano do gene, e as "armas" que a espécie colocou dentro do corpo dos indivíduos, no caso dos humanos, para que eles ajam em prol dela são o desejo sexual e o desejo de sobrevivência (que engloba comer, beber, se defender contra outros animais, etc), Schopenhauer foi a mente brilhante que descobriu isso que ele chamou de "Vontade", de tal forma que em última instância, tais instintos soberanos sempre irão superar os desejos sociais.
O desejo sexual, o mais forte instinto entre os mamíferos, tanto no leão como no humano, foram criados pelo gene não para prazer dos indivíduos... foi criado para induzir os indivíduos a procriarem, dar origem a outros indivíduos, e assim preservar a existência da sua espécie. 
O prazer que é sentido é apenas uma isca, um engodo, um chamariz usado pelo gene para fazer com que os indivíduos façam o que ele deseja que façam...

 

*** 
 
 
Peço aos leitores que comentem este artigo, obrigado.
Arnaldo Arnolde

 
***