A alienação

A alienação

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Entrega do Oscar 2013, uma demonstração das intenções políticas e ideológicas ocultas de Hollywood


Vamos aproveitar a entrega do Oscar 2013 para comentar dois aspectos do que existe atualmente em Hollywood.

1. A imagem "politicamente correta" que grande parte dos hollywoodianos tenta passar é falsa, só existe como fachada para propaganda, se alguma coisa não é do agrado deles eles mostram a cara feia, deixam de lado as gentilezas e partem para a agressão.
Hollywood é um lugar de gente rica, medíocre e alienada.
Vamos ver uma pequena amostra disso.

Notícias na Folha sobre o Oscar 2013.

Após ganhar Oscar de melhor atriz, Jennifer Lawrence mostra dedo do meio
25/02/2013 - 11h29
DE SÃO PAULO

A atriz Jennifer Lawrence, 22, deixou as boas maneiras de lado após ganhar o Oscar de melhor atriz pelo filme "O Lado Bom da Vida".
Estilo "Mãe Lucinda" fez sucesso na entrega do Oscar
Veja atriz que foi de tênis em festa pós Oscar
Na noite deste domingo (25), a atriz mostrou o dedo do meio para os jornalistas durante uma coletiva de imprensa logo após a cerimônia em Los Angeles, nos Estados Unidos.
Com uma mão ela segurava a estatueta do Oscar e com a outra ela fazia o gesto obsceno.





*

25/02/2013 - 01h42
De muletas e mancando, Kristen Stewart vira piada no Oscar: "porque sou uma idiota!"
DE SÃO PAULO

Kristen Stewart, a Bella de "Crepúsculo", chegou ao tapete vermelho do Oscar de muletas. Subiu ao palco ao lado do "Harry Potter" Daniel Radcliffe sem o apoio extra, mas mancando, para apresentar a categoria de direção de arte.
Nos ensaios da cerimônia, dias antes da festa, ela já estava com o pé machucado. Mesmo assim, não quis revelar o que causou a lesão. O apresentador da MTV americana Josh Horowitz contou no Twitter que, ao perguntar à atriz por que mancava, ela berrou: "Porque sou uma idiota!".




*

25/02/2013 - 13h42
Produtora de curta premiado no Oscar é expulsa por soltar avião de papel
DE SÃO PAULO

A produtora Kristina Reed, que venceu o Oscar de melhor curta-metragem de animação por "Paperman", da Disney, foi expulsa do Dolby Theatre, onde a cerimônia aconteceu no último domingo (24), momentos após a entrega do prêmio.
De acordo com o site da revista "The Hollywood Reporter", Reed teria começado a atirar aviões de papel do lugar onde estava para a plateia, logo após ter recebido o prêmio.


2. Sobre a premiação de melhor filme.

O filme "Lincoln" jamais ganharia o Oscar e melhor filme!
Jamais ganharia porque o filme mostra que os membros do Partido Democrata, o partido de Obama e de grande parte dos alienados de Hollywood, era escravocrata e não queria libertar os escravos no EUA.
O presidente republicano Abraham Lincoln teve que usar de estratagemas diversos para conseguir aprovar a lei que libertava os escravos pois os democratas impuseram toda sorte de dificuldades, os democratas não queriam libertar os escravos.
Lincoln por ter libertado os escravos foi assassinado por um ator.
Essa é uma verdade histórica que os atuais "progressistas democráticos" querem esconder a todo custo.
A título de informação destacamos que a Ku Klux Khan, a maior organização racista do EUA e que executou muitos negros, foi fundada por membros do Partido Democrata.


A democrática e racista Ku Klux Khan


Mas vamos ao filme vencedor, Argo.

Neste filme, inicialmente, temos uma demonstração do desconhecimento de história que existe em Hollywood, alias, esta é uma característica de todos aqueles que tiveram a cabeça dominada pela ideologia marxista, não sabem nada de história e transformam a história em um instrumento ideológico marxista.
O filme inicia falando sobre o Império Persa que "existiu por 2500" nas terras em que hoje existe o Irã.




Cenas iniciais do filme Argo falando sobre os "2500 anos"


Isto não é verdade.
Existiram quatro civilizações diferentes que tiveram impérios naquela região, mas, não existiram por 2500, existiram por tempo muito menor, vejamos:

2.1 A primeira civilização que ali surgiu e formou um império era formada por dois povos, os Medos e os Aquemênidas, existiu no período entre 650 AC  até 330 AC, por 320 anos, seu principal líder foi Cyrus o Grande que não era chamado de "xá", era chamado simplesmente por "rei".

2.2 A segunda civilização imperial na região foi feita pelo povo Selêucida, que lutaram contra os gregos e tiveram forte influência da cultura grega, inclusive usavam a língua grega também, existiram entre os anos de 312 AC até 63 AC, 249 anos, seu principal imperador foi Antiochus III o Grande e que também não era chamado por "xá" era apenas "rei".

2.3 O terceiro império importante na região foi o Império Arsácida ou Parta que existiu entre 248 AC até 224 DC, 472 anos, não possuíram "xás".

2.4 O quarta e última civilização na região foi o Império Sassânida que dominou entre 224 AC até 651 AC, 427 anos, seus líderes também não eram chamados de "xá" eram "reis".

Somados todos os impérios originados de povos da região, temos um total de 1468 anos, salientando que foram povos diferentes, apesar de serem da região persa tinham língua e cultura diferentes.
E nenhum deles tiveram "xás".

A partir dessa data, 651 AC, a região foi dominada pelo Império Árabe e depois pelo Império Otomano Turco e não possuiu autonomia.

O primeiro soberano na região que teve a denominação de "xá", ainda sob o domínio do império Otomano, foi Abas I, Xá da Pérsia entre 1585 e 1628.
Esse primeiro Xá ficou conhecido também pela sua crueldade, portanto, essa característica dos xás da Pérsia é antiga e não surgiu apenas com Reza Pahlavi o último Xá que segundo o filme foi colocado no poder pelo EUA.

Apas I, o primeiro Xá da Pérsia, 1585-1628.

No Oriente Médio a crueldade dos soberanos sempre existiu, alias, como em todas as demais partes do mundo, por milhares de anos, por todo o mundo, os soberanos foram em geral cruéis e mantiveram o povo na miséria.
Essa situação só foi mudar para melhor a partir de 1800 com o surgimento na Inglaterra e no EUA da democracia liberal, com a revolução industrial, a divisão do trabalho, o trabalho assalariado e os direitos individuais, a essa sociedade livre e desenvolvida a ralé marxista chama de "capitalismo", mas na verdade o nome correto é Liberalismo.
O grande desenvolvimento cultural. econômico, social e da qualidade de vida em muitas nações do mundo que adotaram a democracia liberal foi a primeira vez por milênios em que o povo passou a viver bem.
A ralé marxista quer destruir isso, quer destruir o "capitalismo", mas, o que eles tem para colocar no lugar é o que existiu na URSS socialista e ainda existe na miserável Cuba - a ditadura do proletariado.


Continuando com o filme Argo...



Após a tolice inicial temos uma já costumeira ação dos hollywoodianos, criticar a sua própria nação, o EUA, como sendo a causa das desgraças do mundo, dão como causa dos acontecimentos no Irã o petróleo explorado por uma empresa norte-americana.
O EUA é uma democracia onde empresas privadas, e não empresas estatais, atuam na exonomia, não é a nação EUA, não é o povo do EUA, que explora petróleo, são empresas privadas, o lucro que elas obtem é unicamente delas e não do EUA.
Se uma empresa estrangeira vem explorar petróleo no Brasil ela não está roubando o petróleo brasileiro... o petróleo continua sendo brasileiro, a empresa vai pagar impostos e todas as demais tarifas que qualquer outra empresa brasileira pagaria, o Brasil não perde nada, apenas vai ter mais petróleo disponível, e se esse petróleo for exportado o Brasil vai cobrar os impostos como cobra de qualquer outra empresa brasileira.
Empresas privadas de petróleo do EUA atuavam em todo o mundo, inclusive no Brasil, e nestas diversas nações do mundo não aconteceu nada parecido com o que aconteceu no Irã, cuja motivação principal foi religiosa.


Cenas do filme acusando o EUA

Por que os hollywoodianos fazem isso contra sua própria nação, que é a nação mais livre e democrática do mundo ?
Por que condenam tanto essa nação livre e desenvolvida para onde milhões de pessoas sem esperanças de todo o mundo vão para ter alguma chance de melhorar de vida ?

Fazem isso porque sofreram lavagem cerebral aplicada pelos "intelectuais" marxistas do marxismo cultural.
O marxismo quer destruir a sociedade ocidental "capitalista", e esse pessoal de Hollywood cabeça fraca não percebeu essa intenção macabra por trás da crítica ao EUA.


E temos ainda um "gran finale" no filme.

No filme Argo aparece algo inédito !
O filme não tem nada a ver com socialismo, mas, arrumaram um jeito de colocar uma dita afirmação de Karl Marx e colocaram o nome "Marx" na conversa, e um dos interlocutores ainda trata Marx de forma afetuosa o chamando de "Heinrich" !
Essa passagem é mais uma evidência clara que a ideologia marxista é dominante em Hollywood...
Os hollywoodianos tratam o assumido cínico e despótico Karl Marx carinhosamente por "Heinrich"...




 "Heibrich"


 Esse fato impressiona pela estupidez que carrega !
Pois o marxismo matou milhões de pessoas mundo afora no século XX, é uma ideologia violenta e despótica, e os alienados de Hollywood, apesar da extensa documentação histórica existente sobre esses fatos, ignoram essa tragédia e apoiam o marxismo.


Alienados produzidos pelo marxismo cultural

O resultado disso será a destruição do EUA, cuja metade da população já está com a cabeça feita pelos "progressistas".
Quando isso acontecer Karl Marx vai gargalhar na tumba, pois a cultura ocidental livre e desenvolvida, e de todo o mundo, estará destruída.

E o pior de tudo... o marxismo não tem absolutamente nada para colocar no lugar a não ser a ditadura do proletariado.


***


No filme "Django livre" temos mais uma demonstração da ignorância cultural e histórica dominante em Hollywood.

Esse é mais um filme feito por Hollywood para mostrar a crueldade do EUA para com os escravos negros, mas, o filme serve também para mostrar que o pessoal alienado de Hollywood vive em um mundo irreal dominado por ignorância e mentiras.

O filme inicia mostrando escravos negros acorrentados e caminhando a pé escoltados por dois brancos a cavalo.



Em seguida o filme mostra a data da época em que estava acontecendo a cena - o ano de 1858.


Em 1858 não existia na humanidade nenhum conhecimento sobre genética, e muito menos ainda algum humano sabia sobre o termo "gene".

Estudos sobre como as características das plantas e animais são geradas da dependência de padrões hereditários dos que as geram só foram conhecidos do público em geral no início do século XX.

Mendel fez estudos sobre a hereditariedade nas ervilhas a partir de 1866, Mendel jamais usou termo "gene", usava o termo "alelo".
Porém, o trabalho de Mendel permaneceu desconhecido da humanidade até o início do século XX.

A primeira vez que o termo "gene" foi mencionado foi em 1909 por Wilhelm Ludvig Johannsen, também trabalhando com vegetais e não com humanos.

A humanidade só foi ter conhecimento pleno do DNA e da Genética em 1953 com o trabalho dos cientistas Watson e Crick.

Porém, para os alienados ignorantes de Hollywood, no filme "Django livre" um fazendeiro do sul do EUA, já em 1858, sabia sobre os genes !

No filme esse fazendeiro é interpretado pelo neurótico Leonardo DiCaprio, que só toma dois banhos por semana para economizar água e assim "salvar o planeta", pega o esqueleto de uma cabeça humana, a cabeça de um escravo negro da época de seu pai, e a serra a abrindo pela metade para mostrar o seu interior, e ao falar das características da espécie (negra) diz que tal cérebro é desprovido de genes !
A palavra "genes" tanto pode ser ouvida na voz de DiCaprio como lida na tradução da legenda.


Interessante que o filme passou por toda a equipe técnica, centenas ou milhares de pessoas, e ninguém notou o grosseiro erro !
Ninguém notou porque ninguém sabe absolutamente nada a respeito, são estúpidos que não tem noção da realidade histórica, suas mentes estão situadas fora da realidade transcendente.

O marxismo "cultural" se aproveitou dessa imbecilidade inerente desse pessoal hollywoodiano para dominar suas cabeças fracas e incutir neles a ideologia cega sem que nem mesmo os alienados saibam disso !

E é com essa imbecilidade ideológica dominante em Hollywood que eles querem "mudar o mundo" e sem nem mesmo saber das reais intenções ideológicas do marxismo agem em prol dessa ideologia despótica, dominada pelo ódio contra a sociedade livre e que já levou dezenas de nações a miséria em todos os sentidos


***




domingo, 24 de fevereiro de 2013

Hipocrisia a solta na Itália. "ex" comunista não existe, socialismo é uma doença incurável


Notícia no ESTADÃO

Ex-comunista é favorito na eleição italiana
24 de fevereiro de 2013 | 8h 18
ANDREI NETTO
Agência Estado

Allegretti votou antes dos 51 milhões de italianos que vão às urnas entre hoje e amanhã. 
Morador de Portugal, ele usufruiu de seu status de expatriado para depositar seu voto antes da maioria. 
Em seguida, tomou um avião e, na sexta-feira, fez campanha em Milão pela vitória de Pier Luigi Bersani, líder do Partido Democrático (PD), de centro esquerda, favorito nas eleições que definirão o novo governo da Itália.
Giovanni, que trabalha como pesquisador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, vota em Bersani por duas razões: pela honestidade e o pelo fato de ser o único em condições de vencer o magnata Silvio Berlusconi. 
Como milhões de italianos, ele aposta no ex-comunista por sua credibilidade e pela certeza de virar a página de escândalos e crises protagonizadas em três mandatos do "Cavaliere". 
"Voto em Bersani porque ele tem o melhor comportamento ético", disse o sociólogo.
Apelidado por analistas como o "reformista tranquilo", Bersani representa a renovação do PD. Nascido em 1951 em Bettola, região de Emilia-Romagna, norte do país, o provável novo premiê é um professor de filosofia transformado em líder político.
Ex-militante do Partido Comunista Italiano (PCI), ele ajudou a fundar, nos anos 90, o partido Democratas de Esquerda (DS), embrião do atual PD, pelos quais foi ministro da Indústria e do Desenvolvimento nos dois governos do social-democrata Romano Prodi, entre 1990 e 2000.

*

Comentário

Duas coisas a comentar:

No mundo ocidental, em especial na Europa, a hipocrisia campeia livre e solta e domina em todos os ramos da atividade humana, mas é na política que ela tem seu centro.

1. Não existe "ex" comunista...
Os que foram atacados por essa doença jamais ficam livres dela, é incurável, é como Neimayer, viu todas as desgraças que a ideologia que ele cultuava causou na humanidade, mas jamais deixou de defende-la...
Por exemplo José Dirceu, será que um dia poderia ser um ex-comunista ?
Jamais.
Será que a presidenta Dilma, o Genuino, o pessoal do PSOL, etc, um dia deixariam de ser socialistas ?
Jamais.
Socialismo é uma doença incurável.

2. A segunda anomalia é quanto ao nome do partido do "ex" comunista - "partido democrático" !
Hipócritas...
Transformaram o partido comunista italiano em "partido democrático".
Cara de pau, gente sem vergonha na cara...

A última coisa que socialistas e comunistas desejam é democracia, por acaso em Cuba existe democracia ?
Por acaso na Coreia do Norte existe democracia ?
Por acaso na falida URSS existia democracia ?
- Não, jamais existiu.

Socialistas e comunistas defendem o poder central nas mãos de um único núcleo de "sábios"... igual a "República" de Platão.
Se comunistas chegam ao poder total eles implantam a "ditadura do proletariado" e conforme Karl Marx estabeleceu no Manifesto Comunista quem irá governar serão os "intelectuais" marxistas, socialistas, comunistas, e mais ninguém.

Portando, esse "partido democrático" italiano é uma mentira hipócrita e apenas idiotas acreditam nessa trapaça politicamente correta "cultural".


***

O socialismo é incapaz de gerir a economia, as socialistas Espanha, Portugal, Grécia, faliram, e a Venezuela é só mais uma nação socialista que não consegue produzir comida



Notícia na Folha

24/02/2013 - 06h24
Venezuela passa por escassez de produtos da sua cesta básica 
ISABEL FLECK
ENVIADA ESPECIAL A CARACAS

A incerteza sobre o futuro político do país, por si só, já seria preocupação suficiente para os venezuelanos. Mas o problema está longe de ser apenas o real estado de saúde de Hugo Chávez.
Para a grande maioria da população, a preocupação de hoje é encontrar todos os produtos de que necessita nos supermercados.
O desabastecimento é o maior no país ao menos desde 2009, quando o Banco Central da Venezuela começou a mapear a "escassez" de produtos da cesta básica no país. Em janeiro, o índice bateu o recorde de 20,4%, isto é, de cada cem produtos procurados, 20 não estão disponíveis para compra.
Os mais escassos são justamente os produtos do dia a dia do venezuelano: açúcar, leite, farinha de milho, frango e azeite.
"Se não estão em falta os produtos, há apenas uma marca disponível. Para conseguir comprar tudo, tenho que ir em até quatro supermercados", conta a dona de casa Maria González, 42, com poucas sacolas na mão.

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1235859-dilma-pede-calma-em-relacao-a-novo-pacote.shtml

*

Comentário:

Esta é a sina de todo país que adota o socialismo.

Os doentes mentais que apoiam o socialismo são surdos a voz da história e cegos a tudo que está escrito nos relatos históricos que narram o que aconteceu nas dezenas de nações que adotaram o socialismo no século XX.

O socialismo foi cientificamente diagnosticado como incapaz de gerir a economia, não tem meios para fazer isso.

Chavez perseguiu os empresários e os obrigou a aceitarem as leis obtusas que queria, Chavez é um ignorante que desconhece os princípios básicos das leis das relações econômicas entre humanos... que são muito simples e conhecidas a já milhares de anos, os seres humanos só trabalham para produzir algo se com isso obterem algo em troca que valha o trabalho, trabalhar para nada ter em troca apenas porque os imprestáveis "intelectuais" socialistas querem porque querem dar produtos para as pessoas que não conseguem tê-los com trabalho próprio - não funciona.
A nação a médio prazo vai a falência.

Na URSS socialista e na China comunista e nas dezenas de outras nações socialista foi a mesma coisa, escassez de alimentos, prisões, falta de liberdade, e por fim falência.
Ainda atualmente temos a miserável Cuba para comprovar, mas, dominados pela loucura ideológica, nada veem e ainda aplaudem Cuba !

Chavez e os Castro podem dar as mãos, imprestáveis que são, e logo receberão os companheiros brasileiros que estão mandando o Brasil para o mesmo caminho ao quererem resolver o problema da miséria dando bolsa família para milhões de pessoas... para fazer isso o governo brasileiro tem que tirar de quem trabalha para dar para quem não trabalha, e isso, a médio ou longo prazo, inevitavelmente leve a nação a escassez e a falência econômica.

Pobres latino-americanos, condenados a ignorância e a miséria por tempo indeterminado.

***

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

A midia brasileira ignora que o Brasil está infestado de comunistas !



Notícia na Folha

20/02/2013 - 15h44
Tumulto cerca visita de blogueira cubana dissidente à Câmara 
BRENO COSTA
DE BRASÍLIA

Manifestantes e parlamentares de oposição quase se agrediram fisicamente na tumultuada visita da blogueira cubana Yoani Sanchez à Câmara dos Deputados, em Brasília, nesta quarta-feira.
Na saída da cubana, por volta das 14h, após sessão em que foi ouvida majoritariamente por integrantes da oposição ao governo federal, manifestantes contra e a favor da presença de Yoani trocaram empurrões. Cartazes carregados por jovens que apoiavam a visita da blogueira foram arrancados por manifestantes que acusam a blogueira de estar a serviço dos interesses dos Estados Unidos.
Na confusão, o deputado Domingos Sávio (PSDB-MG) afirmou ter sido agredido pelo médico Wesley Caçador Soares, que diz ser representante de uma associação de médicos formados em Cuba. O parlamentar, que afirma ter levado um empurrão foi em direção ao manifestante, no estacionamento de um dos anexos da Câmara, aos gritos, acusando-o de ter agredido. Seguranças e outros parlamentares tiveram de separar os dois. Soares negou a agressão, "uma falácia", segundo ele.
A confusão foi o ápice de um ambiente de tensão que se estendeu ao longo das duas horas de presença de Yoani na Câmara. Atendendo a um convite do PSDB, a blogueira, um dos principais nomes da dissidência à ditadura de Raúl e Fidel Castro, acabou virando também estandarte para a oposição brasileira.


Comentário:

Duas coisas me chamaram a atenção nesta história da blogueira... nas "análises" e "debates" feitos na TV e em jornais por comentaristas e articulistas.

1. Ficaram surpresos com a existência no Brasil de tantos defensores violentos e raivosos do regime cubano !
Tais membros da imprensa brasileira, ou por hipocrisia ou por ignorância, desconhecem a realidade brasileira, nunca frequentaram o orkut e nunca viram o que defendem os diretórios acadêmicos de estudantes das faculdades brasileiras na área de humanas!
Se formos em universidades como a UFRJ, UnB, USP, e em todas as outras, na área de humanas, veremos que a maioria das palestras são sobre marxismo e socialismo. A maioria delas possuem institutos ESPECÍFICOS para "estudo" do marxismo.
Vejam:

NEPEM
Núcleo de Estudos e Pesquisas Marxistas - ESS/UFRJ
http://www.ess.ufrj.br/nepem/

Palestra: Marxismo e Educaçao na Revolução Cubana com Isabel Monal
http://www.ess.ufrj.br/nepem/?q=node/27

LEMARXUSP
http://lemarxusp.wordpress.com/

VII Colóquio Internacional Marx e Engels
http://lemarxusp.wordpress.com/2011/10/24/vii-coloquio-internacional-marx-e-engels/

Curso de Extensão: Fundamentos do Marxismo: Leituras de Marx e Engels
http://www.fe.unb.br/noticias/curso-de-extensao-fundamentos-do-marxismo-leituras-de-marx-e-engels

O Ciclo de estudos "Método em Marx: implicações para a pesquisa em educação"
http://www.fe.unb.br/noticias/o-ciclo-de-estudos-metodo-em-marx-implicacoes-para-a-pesquisa-em-educacao

Se colocarmos no Google as seguintes palavras para pesquisa: brasil universidade marx
Vamos encontrar nada menos que 1.450.000 resultados.

O "ensino" no Brasil, em especial história, geografia, filosofia, sociologia, jornalismo, pedagogia, estudos sociais, assistência social, artes, letras, e também Direito (o presidente da OAB Brasil é comunista) não existem mais como tais, se tornaram locais de doutrinação marxista, lugares onde os alunos sofrem lavagem cerebral aplicada pelos "professores" em sala de aula, os alunos que não possuem personalidade própria são inteiramente dominados e se tornam estes estúpidos que estão a atacar a blogueira cubana.
O Brasil está perdido no campo educacional, o estrago é enorme.



Estes são os "estudantes" que as universidades brasileiras da área de humanas estão produzindo.


2. A única coisa que os defensores dissimulados do regime cubano usam para justificar a porcaria cubana é o "embargo".
Outra enorme ignorância e hipocrisia.
O EUA é a sexta nação que mais exporta para Cuba, em vários anos recentes o EUA exportou mais para Cuba do que o Brasil.
Quem duvidar desse fato pode pesquisar sobre importações cubanas, por exemplo na site brasilglobalnet.

http://www.brasilglobalnet.gov.br/ARQUIVOS/IndicadoresEconomicos/INDCuba.pdf

ou em:

http://www2.apexbrasil.com.br/media/estudo/1480PerfilCuba_07112012134749.pdf

O que o EUA não faz é comprar de Cuba, a razão é que Castro e Guevara confiscaram terras e industrias de norte-americanos na ilha, porém, Cuba a vários anos é membro da OMS e pode vender para qualquer outra nação do mundo, vende muito pouco (apenas tabaco, açúcar e um mineral) porque não produz nem para seu próprio consumo interno.
Alem disso os organismos humanitários do EUA e os cubanos que lá residem mandam anualmente milhões de dolares para Cuba, mais que qualquer outra nação do mundo.


Para informações mais detalhadas sobre o "bloqueio" ver em:
"Sobre o “bloqueio" aplicado pelo EUA a Cuba"
http://comentriossobreacontecimentosmundiais.blogspot.com.br/2012/02/sobre-o-bloqueio-aplicado-pelo-eua-cuba.html


Portanto, essa história toda é uma hipocrisia típica do que existe no Brasil dominado por comunistas, mentiras, falsidade, alienação e ignorância.

O cheiro disso tudo é de putrefação.

***