A alienação

A alienação

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Ciúme - Inveja - Mentira - Expressões Corporais : O corpo diz mais que qualquer palavra

Expressões corporais


As expressões corporais são instintivamente interpretadas em um grau limitado, mas o assunto é complexo.
É complexo porque o corpo humano pode ser capaz de produzir 700.000 movimentos diferentes.
Tal como aconteceu com outras ciências do comportamento, o estudo da linguagem corporal beneficiou o desenvolvimento da tecnologia de imagens cerebrais na última parte do século 20.
Está acelerada a investigação e compreensão das conexões entre o cérebro, os sentimentos, pensamentos e os posicionamentos do corpo.
Muitos dos estudos ainda estão baseados em dados empíricos e ainda não foram inteiramente estudados cientificamente.
Vejamos algumas considerações a respeito do assunto.

Localização e contexto


A linguagem corporal também depende das situações e locais onde é feita, uma expressão corporal em uma determinada situação pode não significar o mesmo em outro.

Por exemplo:
Alguém esfregar os olhos pode ter uma irritação, em vez de estar cansado - ou descrente, ou chateado.
Alguém com os braços cruzados pode ser para se esquentar em vez de ser defensivo.
Alguém coçar o nariz pode realmente ser uma coceira em vez de esconder uma mentira.

Temos que ter provas suficientes

Em muitos casos uma expressão única não é suficiente para avaliação.
Como em qualquer sistema de provas um conjunto de expressões fornecem indicação muito mais confiável do significado do que uma ou duas.
Devemos procurar por combinações de sinais que possam fornecer uma conclusão geral, tais sinais podem acontecer simultaneamente em uma mesma situação, devemos observar a todos para entender melhor o que o corpo da pessoa nos está dizendo.

No final deste texto temos uma descrição completa de todos os possíveis movimentos de todas as partes do corpo e seus respectivos significados.


A seguir dois vídeos com expressões corporais:




Um exemplo de interpretação da linguagem corporal;

Para a análise vamos usar uma foto de Obama e Putin.











Essa imagem é perfeita para análise de linguagem corporal, o que vemos ai?
O que está "falando" na imagem é a posição dos braços e principalmente das pernas dos dois.
Obama está encolhido, seus pés estão com as pontas voltadas para dentro e quase se encostam, crianças quando estão sendo questionadas por ações condenáveis costumam ficar nesta posição defensiva com os pés, é uma posição de retração, e até mesmo medo.
As mãos juntas de Obama, em posição de rezar, também indicam uma retração.
A linguagem corporal de Obama indica uma retração diante de Putin.
Putin ao contrário está aberto, sem medo, a posição de suas pernas, opostas a posição das pernas de Obama, são a posição das pernas de um lutador de box em posição de luta, tanto para ataque como para a defesa.
A linguagem corporal de Putin mostra que ele não tem medo de Obama e que irá enfrenta-lo. 


Vamos a um outro exemplo:


Vamos aproveitar a situação de crise na Ucrânia para fazer mais uma análise, é em situações de crise que temos as melhores chances de obter uma avaliação mais correta, o protagonista da série "Lie to Me", usa do artifício de criar situações de crise para obter suas conclusões.

Vamos usar uma foto de Obama junto ao chefe chinês Xi Jinping em Haia dia 24/03/2014 quando Obama foi pedir a ele para ajudar a isolar a Rússia, um pedido tolo de Obama... o presidente chinês jamais faria isso!
Nesta foto o que está "falando" são as expressões faciais dos dois, em especial os olhos e a boca,

Obama está olhando no vazio com olhar apreensivo, sua boca está contraída como quando alguém está mentindo ou com vergonha, Obama está com vergonha de ter que se sujeitar a uma situação constrangedora diante do chinês.

O chinês por sua vez está exultante! Está feliz, seu rosto está alegre e seu olhar é zombeteiro ao olhar para Obama que não consegue encara-lo.
O chinês está contente por ter feito o presidente do EUA passar por este constrangimento.



AS  8  EMOÇÕES  FACIAIS  INATAS

ALEGRIA - TRISTEZA - RAIVA - MEDO
DESPREZO - NOJO - SURPRESA - VERGONHA


alegria, desprezo, medo, nojo
raiva, surpresa, tristeza, vergonha


NEUTRAL - FACE NORMAL
ANGER - RAIVA
COMTEMPT - DESPREZO
DISGUST - NOJO
FEAR - MEDO
SADNESS - TRISTEZA
SURPRISE - SURPRESA
POLITE SMILE - SORRISO POLIDO, SORRISO PARA FOTO
GENUINE SMILE - SORRISO VERDADEIRO
SHAME - VERGONHA


MICRO-EXPRESSÕES FACIAIS E CORPORAIS


As pessoas em geral tentam suprimir suas emoções quando tais emoções lhes são maléficas ou possam trai-las.
Porém, suprimir emoções é muito difícil.
O resultado da tentativa de reprimir uma emoção é o aparecimento de uma  micro-expressão.
Micro-expressões são fugazes expressões faciais, ou corporais, que revelam subjacentes emoções que a pessoa está tentando suprimir.
Elas ocorrem principalmente em torno dos olhos e da boca, e são muito breves, normalmente duram apenas entre 1/15 e 1/25 de um segundo.
Embora as micro-expressões aconteçam frequentemente no rosto, podem também aparecer no corpo, por exemplo, em pequenos movimentos da mão, ombros e espasmos nas pernas.
A seguir apresentamos três vídeos onde as pessoas estão "falando", declaradamente o que estão pensando, através de micro-expressões.


Obama e os republicanos no Congresso
Na parte final do vídeo alguém da plateia xinga Obama de mentiroso,
Obama não apresenta nenhuma micro-expressão no rosto,
mas, seu cotovelo o trai!
O que significaria o movimento do cotovelo de Obama?
Pode ser o desejo de dar um soco ("jab") em quem o xingou, 
ou apenas raiva.

Sergio Jadue, presidente da Federação Chinela de Futebol
em entrevista a TVN

Wil Smith, um festival de micro-expressões!
São nas situações inesperadas que as micro-expressões aparecem com grande variedade em diversas pessoas envolvidas.


Ter sensibilidade para perceber micro-expressões é um valioso conhecimento para entender o que as pessoas realmente estão sentindo ou pensando.

INVEJA


A inveja e o "prazer negro" que o invejoso sente ao ver o infortúnio do invejado são processados no cérebro, respectivamente na mesma região da dor e do prazer.
Ao sentir inveja, a região do córtex anterior é ativada, região da dor.
A inveja é uma emoção dolorosa.
O "prazer negro" por sua vez aparece no estriado ventral, região do prazer.
A insegurança, a baixa autoestima, o sentimento de incapacidade e a sensação de injustiça são características comuns aos invejosos.
Ao mesmo tempo que o ciúme é querer manter o que se tem e a cobiça é desejar aquilo que não lhe pertence, a inveja é não querer que o outro tenha.
O típico invejoso costuma fazer elogios em excesso para o alvo de seu sentimento.
Ele é capaz de ficar horas elogiando a maneira como você fala, o modo como você se veste ou mesmo sua personalidade.
Sempre que possível, fala o quanto gostaria de ser igual a você.
Outra característica do invejoso é querer saber tudo sobre sua vida.
A pessoa chega olhando para você da cabeça aos pés de maneira descarada ou mesmo quando ela vê que você não está prestando atenção nela.
Por isso, use sempre aquela tática de canto de olho para identificar um possível invejoso.

As faces da inveja...

são iguais em todos os seres humanos...
As ações de humanos com inveja sempre foram as mesmas 
em qualquer época histórica e em todas as culturas.











As "primas" da inveja
Como este texto trata da compreensão de expressões corporais
colocamos a seguir as imagens de duas "primas" da inveja, a cobiça e a avareza, para que possamos observar que tais expressões são sempre idênticas, tanto em adultos como em crianças, por terem origem em um sentimento inato e primitivo do subconsciente.


Beyoncé causa inveja em Rihanna


CIÚME

Características:

Com ciúme a pessoa está sentindo mágoa em vez de amor.
Tem medo que o amante vá ficar com outra pessoa.
Ressentimento.
O ciúme é doloroso e injusto, por isso a pessoa também sente irritação.


Ciúme e inveja

Ciúme e inveja estão intimamente relacionados.

Na inveja a pessoa quer o que não tem.
No ciúme, a pessoa se vê ameaçada de perder algo que tem ou teve.
A inveja é uma emoção entre duas pessoas - eu quero o que você tem.
O ciúme é o triângulo amoroso entre três pessoas, e também - eu quero o que você tem.

As faces do ciúme...


 a face do ciúme
  ciúme
  ciúme

  ciúme entre irmãos - um problema para o futuro

  ciúme - um problema para o futuro

 ciúme

As ações humanas devido ao ciúme sempre foram as mesmas 

em qualquer contexto histórico e em todas as culturas.


 raiva por ciúme
 ciúme e inveja
ciúme e inveja





Influência na relação 

Ciúme promove a monogamia nas relações conjugais.
A monogamia torna mais fácil para identificar o pai de cada criança concebida.
Identificar claramente o pai incentiva-o a participar com maior envolvimento da vida da criança.

Entre a mãe e o pai se forma uma aliança de compromisso e cooperação que beneficia a criança, e também satisfaz as necessidades dos pais para o sexo.

No entanto, um casal "amarrado" pelo ciúme não será harmonioso.

Com os testes de DNA a ligação devido a suposta paternidade deixou de ter efeito, a partir dela ficou-se sabendo que 1 em cada 50 crianças não eram descendentes do pai de registro.

Estudos mostram que os homens são tipicamente mais preocupados com a possível relação sexual da mulher com outro homem, e as mulheres ficam mais preocupadas com o envolvimento emocional do parceiro com outra mulher.


Violência

A violência masculina em função de ciúme existiu em todas as sociedades ao longo da história humana.

A maioria das mulheres agredidas atribuem ao ciúme a motivação para as agressões de seus maridos.

Ciúme retratado em Arte

Na peça "Otelo" de Shakespeare Iago convence Otelo de que sua esposa Desdêmona tinha sido infiel.
Como resultado, Otelo mata sua mulher em um ataque de ciúmes antes de se matar.

Quando Helena de Tróia deixou seu marido Menelau para fugir com seu amante troiano Paris, o ciúme de Menelau o levou a participar da guerra de Tróia.


MENTIRA


As faces da mentira...

















Indicadores da mentira

- As nossas expressões são comandadas pelo sistema nervoso autônomo, sendo assim, a resposta existe sem o nosso controle, devido a isso a mentira sempre deixa rastros.

- Todos os pesquisadores que investigam os vários tipos de toque no rosto concordam que ele está relacionado a sentimentos negativos.

- O gesto de cobrir a boca com a mão ao mentir é comum em crianças, mas também pode ser visto em adultos.

- O ato de mentir aumenta a sensibilidade nasal e isso pode resultar num toque no nariz.

- Cobrir os olhos com as mãos nos impede de ver o que não queremos ver ou aquilo em que não acreditamos e é a origem do gesto de esfregar o olho.

- Puxar ou massagear o ouvido e coçar a lateral do pescoço sinalizam que a pessoa está indecisa ou cética a respeito do que está sendo dito.

- Quando questionados:

Crianças - põem a mão na boca quando mentem.

Adolescentes - já sabem disso e tentam evitar, vão levar a mão na boca mas desviam para o cabelo ou para a orelha, o que dá na mesma.

- Quando uma pessoa está mentindo não existe sincronismo entre as palavras e os gestos, a pessoa que mente tem dificuldade em fazer gestos para enfatizar o que está dizendo.

- Quando uma resposta for mentira ela demora mais a ser formulada, a pessoa que mente não consegue responder instantaneamente.

- Quando mudamos de assunto o corpo do mentiroso fica mais relaxado pois ficou livre do estresse.

- Em relação a história contada o mentiroso sempre deixa de mencionar aspectos negativos.

- A voz do mentiroso tende a falhar e a ficar mais alta.

- Se pedirmos para uma pessoa descrever os eventos que participou no dia, desde a manhã até a noite, se ela estiver mentindo será difícil ela refazer essa descrição de trás para a frente. O motivo é porque não existe uma memória real.

- Se um sorrizinho é mentiroso a pessoa não pisca, quando é verdadeiro a pessoa pisca suavemente.

- Se a pessoa afirma veementemente alguma coisa, mas, ao mesmo tempo recua o corpo para trás e cruza os braços, retrocesso, ela está mentindo ou não acredita no que está afirmando. Nixon fez isso ao afirmar em discurso na TV que não tinha feito nada.

- O beiço para fora apertando os lábios e indicação de mentira em uma narrativa que envolve emoção.

- Quando as emoções não são representadas simetricamente no rosto a pessoa está tentando esconder as emoções.

-Uma pessoa inocente admite que teve uma discussão com uma vitima.

- Quando a pessoa mente seus gestos mudam: aumentam as piscadas, a mão tende a tocar o rosto (boca, nariz, orelha, cabelos), a voz simula uma tosse e fica embargada.

- Se uma pessoa fala em um ritmo rápido e murmura muito ou não é clara sobre o que está dizendo, ela pode estar nervosa, mentindo, tentando ganhar tempo ou deixando de dizer a verdade plena (sendo vaga).

- Observe o rosto - ele geralmente emite uma contração muscular involuntária rápida e, às vezes, subconsciente quando acontece alguma coisa que irrita, excita ou diverte.

- Quando uma pessoa diz, até mesmo de forma emocionada, chorando, que "sim", mas, ao mesmo tempo balança a cabeça para os lados (sinal de negação) - ela está mentindo.

- E se em seguida lança um olhar furioso "para o nada", é provável que a pessoa, ou está sendo obrigada a mentir, ou mente por ódio e a mentira faz parte de uma trama.

- Posto a prova o mentiroso pode ao mesmo tempo que renova a mentira encurvar o dorso (o ombro) para frente).

- Engolir em seco é indicação de grande emoção interna.

- Engolir seco também pode vir antes de uma mentira com forte conteúdo emocional interno.

- Uma indicação de vergonha (ao mentir) é abaixar um pouco a cabeça e levar uma das mãos na testa tocando-a com as pontas dos dedo

- Existem pessoas que quando falam acompanham tudo com as mãos, praticamente falam com as mãos tudo que falam com a boca, isso quando estão falando a verdade, tais pessoas são chamadas de ilustradores, quando estas pessoas estão mentindo elas deixam de ser ilustradores e passam a ser manipuladores, passam a manusear as coisas que tem no corpo como relógio, pulseira ou brincos, podem também morder os lábios ou se coçar.

- Uma leve levantada no ombro é indicação clara de que acabou de dizer uma mentira.

- Mastigando o interior da bochecha pode ser um sinal de esconder nervosismo e pode indicar mentira.

- Sorrir apenas com os lábios muitas vezes é só mentira, o sorriso quer transmitir prazer ou aprovação, mas está realmente sentindo outra coisa.

- Lábios franzidos são uma indicação de mentira ou que está escondendo algo, ou pode ser que vai parar de dizer a verdade.

- Olhos que se deslocam de um lado para outro, pode indicar inconstância e mentira, como se a pessoa estivesse à procura de uma rota de fuga no caso de serem descobertos.

- Mentirosos, às vezes, sabendo que o contato visual baixo é um sinal de mentira, vão prolongar o olhar para você. Muitas vezes isso é feito sem pestanejar. Eles podem sorrir com a boca, mas não com os olhos, com os olhos é mais difícil.

- Piscar é um processo natural puro pelo qual as pálpebras limpam os olhos. Taxa de intermitência tende a aumentar quando as pessoas estão pensando mais ou estão se sentindo estressados. Isso pode ser uma indicação de mentira pois o mentiroso tem que ficar pensando sobre o que estão dizendo. Percebendo isso, ele também pode forçar os olhos a ficarem abertos.

- As mãos cobrindo a boca ao falar pode ser um indicador de mentira, embora também possa simplesmente indicar incerteza.

- Mentirosos podem esconder suas mãos com medo de que elas possam indicar a mentira.

- Dar de ombros pode estar associado com mentira, a pessoa dá de ombros ao invés de falar com medo de que suas palavras possam trai-la.

- Mover os pés é também um indicador comum de mentira, particularmente se a pessoa está sentada e os seus pés estão escondidos debaixo de uma mesa. Uma forma de descobrir se os pés estão se movendo por baixo da mesa é observar se a parte superior do corpo, incluindo as roupas, estão vibrando ou se movendo um pouco.


A MENTIRA DIANTE DAS CÂMERAS






A seguir vídeo com Clinton negando e depois admitindo sua relação sexual com a estagiária.
Obs. Observem a dificuldade de Clinton em sincronizar o que fala com o movimento da mão quando está mentindo.



Flávio Gikovate

EXPRESSÕES DAS DIVERSAS PARTES DO CORPO E SUAS POSSÍVEIS INTERPRETAÇÕES


1. Corpo inteiro

1.1 Distância em que a pessoa está.

- Quanto mais perto de nós a pessoa está, mais intensamente ela está pensando em nós.

- Quanto mais longe a pessoa está, menos ela se importa com a situação ou com a pessoa.

- Se você se mover um pouco mais para perto e ela se mover um pouco mais para longe significa que ela não quer que sua interação seja mais pessoal do que já é.

- Se ela não se mover mais para longe, está sendo receptiva.

- E se ela responder se aproximando ainda mais, provavelmente gosta de você ou se sente muito confortável perto de você.

1.2 A pessoa está nos imitando.

- O espelhamento é um gesto comum.

- Se alguém espelha ou imita nossa aparência, este é um sinal muito real de que a pessoa está interessada em nós e está tentando construir um relacionamento.

- É bom fazer um teste mudando a posição do corpo aqui e ali. Se a pessoa mudar a dela da mesma forma, é porque ela está espelhando você.

2. Cabeça

2.1 Cabeça baixa cobrindo o pescoço, sem inclinação do tronco.

- Cabeça baixa indica uma razão para esconder algo.

Se for ao receber um elogio, a pessoa pode ser tímida, ter ficado envergonhada, retraída, pode estar mantendo distância da outra pessoa, estar em descrença ou absorta nos próprios pensamentos.

- Se for depois de uma explicação, a pessoa pode não ter certeza se o que ela disse foi correto ou pode estar refletindo.

- A cabeça baixa cobrindo o pescoço com o queixo pode ser uma postura defensiva que pode ocorrer como resultado de qualquer ameaça percebida (e não apenas ameaça física).

- Abaixar a cabeça também abaixa os olhos e, portanto, pode ser um sinal de submissão ou timidez amorosa.

- Abaixar a cabeça, mantendo o contato visual pode ser um forte sinal de flerte (com admiração), geralmente feito por mulheres, mas, também pode ser um sinal de desafio cauteloso contra alguém mais forte.

- Baixar a cabeça pode também ser cansaço.

- Pode ser uma profunda reflexão.

- Pode ser um aceno abreviado.

2.2 Levantar a cabeça sem inclinar o tronco.

- Cabeças empinadas significam que estão confusas ou em desafio, dependendo do olho, sobrancelha, gestos e boca.

- Pense como um cão ligeiramente ergue sua cabeça quando sente algo anormal.

- Em contrapartida, quando em conjunto com um sorriso, uma cabeça levantada significa que a pessoa realmente gosta de você e está se divertindo muito com a conversa.

- Quando a cabeça está abaixada, elevando-a pode ser um sinal de interesse. Isto é tipicamente acompanhado por outras expressões de interesse, como as sobrancelhas levantadas.

- A partir de uma posição nivelada, um movimento rápido para cima pode ser um sinal de consulta ou indagação.

- Levantar a cabeça olhando para o teto pode ser sinal de tédio.

- Também pode indicar um pensador visual que está olhando para imagens internas.

- Outra alternativa é que a pessoa quer se concentrar em um som e assim, evitar os olhos, a fim de concentrar-se no som.

2.3 Inclinar a cabeça com inclinação do tronco.

- Inclinar a cabeça lateralmente pode ser um sinal de interesse pelo o que está sendo dito ou acontecendo.

- Também pode ser flerte, como se estivesse dizendo "Eu estou interessado em você!"

- Inclinação pode igualmente indicar incerteza, curiosidade ou consulta, principalmente se a cabeça é empurrada para a frente, como se a pessoa estivesse tentando olhar para o assunto de uma forma diferente, na esperança de ver algo novo. Quanto maior for a inclinação maior será a incerteza ou maior a intenção de enviar este sinal.

- A cabeça inclinada para trás indica suspeita, principalmente se vem combinada com um defensivo puxão para trás.

- A cabeça inclinada expõe a artéria carótida do lado do pescoço e podem ser um sinal de submissão e sentimentos de vulnerabilidade.

- Se a cabeça é apoiado pela mão, pode ser cansaço ou uma expectativa de contínuo interesse.

- Cabeças excessivamente inclinadas são ou um potencial sinal de afinidade, se a pessoa sorri à medida que a sua cabeça se inclina é sinal de que ela está sendo brincalhona e talvez até flertando.

2.4 Oscilando a cabeça

- Com a cabeça inclinada para baixo balançando pode ser sinal de desaprovação particular ("Eu não quero nem olhar para você").

- Alternadamente inclinando a cabeça em um ângulo para cada lado pode dizer: "Eu não tenho certeza", embora no sul da Índia, significa 'Sim'.

- Acenando ou balançando a cabeça enquanto fala é um incentivo para que a outra pessoa concordar (que funciona surpreendentemente, muitas vezes).

- Um aceno de cabeça podem ser usado para enfatizar um ponto, pode variar de uma sutil encorajamento para concordar com uma inclinação rápida.

- Um aceno curto e agudo pode simbolizar uma cabeçada, indicando o desejo de atacar a outra pessoa (que pode ser de ênfase ou por outras razões).

- Balançando a cabeça ao dizer algo positivo é um sinal negativo e pode indicar a pessoa não acredita no que eles estão dizendo.

- Movimentos da cabeça também estão relacionados ao status. Pessoas de status mais alto movem menos suas cabeças. Pessoas de menor status, muitas vezes podem mover a cabeça muito mais.

2.5 Rodando a cabeça

- Rotação da cabeça em um círculo é um gesto relativamente raro e pode indicar o tédio.

- Virar a cabeça para longe remove a atenção e, assim, pode dizer 'eu não quero mais me comunicar com você'. Isso pode ser muito ofensivo, uma vez que nega a existência de outra pessoa.

- Virando a cabeça ligeiramente para o lado e apontando a orelha para a outra pessoa, talvez seja melhor ouvi-la. Isto é normalmente acompanhado por contato visual contínuo e a mão pode ser em concha atrás da orelha. Obs. Isso é quase um olhar fixo de "rabo de olho".

- Giro de cabeça leve fazendo com que a outra pessoa só veja um olho, isso é para concentrar o olhar em um dos olhos. Isto pode ser muito desconcertante e olhar este "um olho" pode ser usado como um ato de dominação.

- Uma ligeira rotação junto com oscilação pode indicar acordo parcial ou desacordo.

2.6 Apontado com a cabeça

- Nós tendemos a apontar para as pessoas e coisas nas quais estamos interessados.

- Apontar a cabeça e o rosto em outra pessoa demonstra interesse nela.

- Em grupos ou reuniões podemos em geral ver as pessoas apontarem para as pessoas de maior poder.

- Podemos apontar com uma contração da cabeça (como se estivesse alongando o pescoço), em qualquer direção... Apontando para uma pessoa desta maneira sem olhar para ela pode ser insulto sutil.

2.7 Toques na cabeça

Podemos tocar a cabeça em muitos lugares.

- Tocar o rosto é um sinal comum de ansiedade e as pessoas tendem a ter lugares preferidos para tocar quando estão preocupados.

- Cobrindo os olhos, ouvidos ou boca pode significar que não quer ver, ouvir ou dizer alguma coisa.

- Podemos tocar o lado do nariz ou queixo quando estamos pensando, tomando decisões ou julgando alguém.

- Tocar na cabeça pode ser autopunição, sinal de pesar, por exemplo tocando a testa com a palma da mão ("Eu sou estúpido!"). Note-se que, dependendo do contexto, isso também pode ser um sinal de que alguém é considerado estúpido (Como fulano é estúpido!).

- A cabeça é pesada e quando cansados nós podemos sustentá-la, seja sob o queixo ou na lateral. Tédio nos deixa cansado, apoiar a cabeça pode indicar isso. - - ---- Sustentar a cabeça também acontece quando uma pessoa está pensando ou avaliando.

- Quando existe interesse da mulher pelo homem ela libera a orelha (deixa visível), principalmente as mulheres com cabelos longos, na direção do pretendente.

- Se alguém diante de uma situação leva a mão a orelha e toda levemente as pontas, pode estar escondendo algo.

2.8 Cabeça imóvel

A cabeça muitas vezes se move durante a fala e, muitas vezes para sinalizar submissão ou ansiedade. Quando ela não se move isso pode indicar que a pessoa está falando sério ou de uma posição de autoridade. Com a cabeça estável, é mais fácil de corrigir os outros com um olhar dominante. Este é um efeito muito significativo que os atores usam frequentemente.

- Apenas mantendo a cabeça imóvel podemos conseguir maior status com os demais.

- Quando a cabeça não está se movendo e os olhos não estão focados a pessoa pode estar perdida em pensamentos e reflexões fora da realidade.

3. Rosto ou face.

O rosto tem cerca de 50 músculos todos são usados em conjunto para enviar sinais não verbais.

A cor e a umidade da pele também são importantes na comunicação.

3.1 Cores

3.1.1 Vermelho

- A face vermelha normalmente indica que a pessoa está quente com o sangue vindo para a superfície para ser resfriado. O sangue pode aquecer devido a exercício ou por excitação emocional.

- Rosto vermelho é típico de pessoa que está com raiva. Este é um sinal claro do perigo.

- Pessoas podem corar de vergonha por diversas razões.

3.1.2 Branco

- Pele branca pode ser um sinal de frieza, ou pode indicar que o sangue está frio.

- A pele branca é também uma indicação de medo, muitas vezes extremo. Isto acontece quando o sangue abandona uma superfície que pode ser cortada, indo para os músculos em que a sua potência é mais necessária.

3.1.3 Azul

A pele também pode adquirir uma cor azulada. Isso também pode indicar frieza ou medo extremo.

4. Umidade

4.1 Suor

- Suar é o mecanismo do corpo de resfriamento natural quando fica quente, possivelmente de emoção e excitação emocional.

- O suor também está associada com o medo, talvez para tornar a pele escorregadia para impedir um adversário de conseguir um firme aperto.

5. Emoções

A seguir relacionamos alguns dos sinais faciais que podemos ver causados por diferentes emoções.

Note que estes são apenas possíveis indicações: nem todos os sinais são necessários e nem todos os sinais indicados aqui indicam necessariamente a emoção associada. Sempre temos de considerar o ambiente onde ocorre.

5.1 Emoções universais

5.1.1 Medo - Olhos fechados ou apontando para baixo; sobrancelhas levantadas; boca aberta ou cantos virados para baixo; queixo puxado; cabeça baixa, o rosto branco.

5.1.2 Raiva - Olhos arregalados e fixos; sobrancelhas puxado para baixo (especialmente no meio); testa enrugada, narinas aumentadas, boca achatado ou dentes arreganhados projetando o queixo, rosto vermelho.

5.1.3 Alegria - Boca sorrindo (aberto ou fechado); cavas e rugas nos lados de olhos brilhantes; sobrancelhas ligeiramente levantadas; cabeça nivelada.

5.1.4 Tristeza - Olhos caídos e possivelmente úmidos ou chorosos; cabeça para baixo; lábios comprimidos; cabeça para baixo ou para o lado.

5.1.5 Surpresa - Olhos bem abertos; sobrancelhas levantadas; boca aberta com o queixo abaixado; cabeça retida ou inclinada para o lado.

5.1.6 Desprezo – Pequena elevação do queixo para poder "olhar para baixo", nariz apontando para o desprezado, canto de um dos lábios apertado e ligeiramente elevado, um leve sorriso (de escárnio) pode mostrar prazer

5.1.7 Nojo – Nariz levantado e enrugado, lábio superior e lábio inferior levantados, uma ruga funda aparece dos lados do nariz indo até abaixo dos lábios, bochechas levantadas formando marcas de "pés de galinha".

5.2 Outras emoções

5.2.1 Ansiedade - Olhos úmidas; sobrancelhas ligeiramente juntas; tremor lábio inferior; queixo possivelmente enrugado; cabeça ligeiramente inclinada para baixo.

5.2.2 Inveja - Olhos fixos; cantos da boca virados para baixo; nariz desdenhoso; queixo saliente.

5.2.3 Desejo sexual - Olhos bem abertos com as pupilas dilatadas; sobrancelhas ligeiramente levantadas, lábios entreabertos, cabeça inclinada para a frente.

5.2.4 Interesse - Olhar constante focado no item de interesse; sobrancelhas ligeiramente levantadas; lábios ligeiramente apertados; cabeça ereta ou empurrado para a frente.

5.2,5 Tédio - Olhos olhando longe; rosto geralmente imóvel; cantos da boca ou lábios puxados para o lado; cabeça apoiada com a mão.

5.2.6 Alívio - Sobrancelhas inclinadas para fora (bordas exteriores abaixadas); boca ou inclinada para baixo ou sorrindo, cabeça levemente inclinada.

5.2.7 Desgosto - Olhos e cabeça distantes, narinas aumentadas, nariz torcido; boca fechada, possivelmente com língua para fora; queixo saliente.

5.2.8 Vergonha - Olhos e cabeça para baixo; sobrancelhas baixas; pele corada.

5.2.9 Piedade - Olhar prolongado e possivelmente úmido; sobrancelhas ligeiramente puxadas juntas no meio ou para baixo nas bordas; boca com os cantos para baixo; cabeça inclinada para o lado.

5.2.10 Calmo - Músculos faciais relaxados e olhar firme. A oca pode virar-se ligeiramente para o lado em sorriso gentil.

5.2.11 Violência eminente - Sinais na face de quem está prestes a cometer um crime ou violência premeditada: sobrancelhas baixas e juntas, elevação da pálpebra superior (ou seja, comprime a sobrancelha com a pálpebra), tensão abaixo dos olhos.

5.2.12 Concentração - Ausência de emoção, absorção, perda da autoconsciência, perda da noção de tempo.

5.2.13 Ódio – olhar penetrante e fixo apontando para o odiado ou para o vazio, cabeça levemente inclinada para frente, boca fechada, lábios afinados.

5.2.14 Orgulho – Sorriso radiante e demorado.

5.2.15 Culpa – olhar para baixo, mas não para o lado, desviar o olhar, lábio inferior com leves movimentos de contração.

6. Bochechas

As bochechas podem falar a linguagem corporal, embora se admita que não muito.

6.1 Bochechas para fora (cheias) ou para dentro (murchas)

- Bochechas podem ficar murchas e estufadas. Quando murchas e particularmente quando junto com os lábios franzidos, indica desaprovação.

- Bochechas murchas junto com os lábios inferiores enrolados pode indicar melancolia.

- Quando as bochechas estão cheias isso pode significar incerteza quanto ao que fazer (ver também se as sobrancelhas estão levantadas e os olhos arredondados). Isso pode ser exacerbado pela pessoa soprando ar pela boca ('Pfoof - o que eu faço agora? ").

- Bochechas cheias pode ser também um sinal de exaustão. Se a pessoa fez esforço físico o rosto também pode ficar vermelho e suado.

6.2 Vermelhidão

- Bochechas vermelhas são um sinal clássico de constrangimento.

- Bochechas vermelhas também podem ser um sinal de raiva. É bom observar se os demais sinais de raiva, tais como os olhos dilatados e fixos, estão presentes.

- Bochechas pálidas, isso normalmente acontece quando uma pessoa está com medo.

- Bochechas pálidas também pode ser um sinal de frieza.

6.3 Parte interna (dentro da boca) das bochechas

- Mastigando o interior da bochecha pode ser um sinal de esconder nervosismo e pode indicar mentira.

- Empurrando a língua na bochecha pode indicar está compenetrada em pensar em algo e tenta chegar a uma decisão.

6.4 Toques

- Toques nas bochechas em geral indicam surpresa ou horror.

- Um leve toque, juntamente com a boca aberta indica surpresa.

- Tocando ambas as bochechas com a palma da mão é um exagero, isso e pode indicar horror.

7. Queixo

7.1 Proteção

O queixo é vulnerável pois um soco pode derrubar.

Ainda mais vulnerável do que o queixo é a garganta, onde um predador pode tentar asfixiar.

- Segurando no queixo protegemos tanto ele como a garganta, portanto é um movimento natural de defesa que as pessoas usam quando se sentem ameaçados.

- Segurar o queixo e abaixar a cabeça é um gesto submisso. Isto é distinto do movimento defensivo pois a cabeça se inclina para baixo e os olhos ficam muitas vezes abatido. Isto pode igualmente ser um gesto tímido ou paquerar.

7.2 Apontar, sobressair

- O queixo pode ser usado como um dispositivo sutil para apontar e um movimento pequeno da cabeça pode sinalizar que apenas as pessoas conhecidas vão entender.

- Sobressaindo o queixo em direção a uma pessoa pode ser um sinal de desafio.

- Muitas vezes quando uma pessoa está se sentindo confiante seu queixo vai sobressair um pouco pois ela mantêm a cabeça erguida e talvez ligeiramente inclinado para trás.

- Queixo saliente pode também expor os dentes, é uma ameaça para morder o qual pode ser direcionado a um monitor agressivo.

- Apontando para uma pessoa com o dedo é um ato ameaçador.

- Fazer o mesmo brevemente pode ser um insulto.

7.3 Toques

- Acariciar o queixo é geralmente um sinal de que a pessoa está pensando muito.

- A pessoa pode estar a avaliar alguma coisa, especialmente se a conversa ofereceu-lhes uma escolha ou decisão a tomar.

- A cabeça é um objeto pesado e muitas vezes é apoiada segurando o queixo com a mão em concha, especialmente quando a pessoa está cansada e pode cair. Tédio também pode provocar o mesmo gesto.

7.4 Nível

Quando o queixo está nivelado, de modo que a cabeça fica na posição vertical, sem inclinação, então isso indica que a pessoa é, provavelmente, relaxada e despreocupada.

8. Barba

Barbas e bigodes são, por vezes, itens polêmicos, especialmente em culturas onde ser barbeado é a norma.

8.1 Indicações

- A barba pode, assim, ser um indicador de um não conformismo.

- A barba é mais propensa a indicar uma pessoa que não tem vaidade e é confiante e relaxada.

- Quando a barba tem formato e é bem cortada, isso pode indicar uma pessoa mais vaidosa e exigente.

- Uma barba desgrenhada que é deixada crescer selvagem pode indicar uma mente desorganizada ou simplesmente que a pessoa é preguiçosa. Também pode apontar para uma pessoa para quem a aparência externa não é importante.

- Acariciar a barba pode ser um gesto vaidoso.

9. Boca

9.1 Relação com as moções

A boca está envolvida na expressão de muitas emoções diferentes, da felicidade à tristeza, do medo ao nojo.

Numa emoção os lábios desempenham um papel importante na criação de formas visíveis, com apoio dos dentes e da língua.

9.2 Respiração

Nós respiração geralmente através do nariz, mas quando precisamos de mais oxigênio usamos a boca para engolir maiores quantidades de ar.

- Uma pessoa que está com medo ou raiva pela reação de luta ou fuga pode muito bem abrir a boca para obter mais oxigênio, em preparação para o combate ou fugir. Isto pode também envolver a respiração mais rápida (ofegante).

- O bocejo é um processo de tomar um gole de ar e muitas vezes indica uma pessoa cansado ou entediado.

- Um curto suspiro profundo e exalando, pode indicar frustração, tristeza ou tédio.

- Inalação curta, especialmente em sequência, pode ser como soluços silenciosos, indica profunda tristeza reprimida.

- Respiração lenta e profunda, às vezes com os lábios entreabertos, pode indicar alguém que quer relaxar ou meditar. Com os olhos fechados, a pessoa raramente está conscientes do que está acontecendo ao seu redor e isso pode entendido como uma fuga.

9.3 Falando

A boca envia sinais adicionais quando se está falando.

- Se a boca se move pouco, talvez incluindo murmúrio incoerente, isso pode indicar uma falta de vontade de falar, de timidez ou de medo de trair a si mesmos.

- Uma boca que se mexe muito durante a fala pode indicar excitação ou dominação como se dissesse "eu estou falando, não me interrompa!".

- Falar rápido frequentemente indica pensadores visuais que estão tentando mostrar o que eles estão vendo.

- Falantes lentos indicam pensadores profundos que estão tendo o cuidado de encontrar as palavras certas.

9.4 Alimentação

- As pessoas que mascam quantidades menores na frente de sua boca são como crianças cujos molares não desenvolveram e podem ser tímidas.

- Pessoas que mastigam por um longo tempo, podem estar mastigando ideias, ao mesmo tempo.

- Quando as pessoas deslizam a mandíbula para os lados estão moendo a comida. isso também pode estar ligado a pensamentos.

9.5 Bebendo

Alguém que está chacoalhando sua bebida em torno de sua boca pode muito bem estar pensando e decidindo.

9.6 Cobertura

Por vezes, a mão é usada para cobrir a boca. Na sociedade educada, expondo o interior de sua boca pode ser considerado rude, assim a mão é usado para cobrir educadamente um bocejo.

- A mão é também usado para ocultar a boca quando se vai trair emoções que podem ser indesejáveis. - Assim, colocamos nossas mãos sobre risos e sorrisos descortês, e podemos fazer isso para evitar dizer a verdade.

- Cobrir a boca também pode ser uma razão para esconder um bocejo.

- Nós também cobrimos a boca aberta de surpresa.

9.7 Sorriso

Sorrindo indica prazer, ou que geralmente são felizes e estão desfrutando da companhia da outra pessoa ou que se divertem com algo em particular, como uma piada.

Um sorriso cheio envolve todo o rosto, incluindo particularmente os olhos, que "brilham".

Um sorriso verdadeiro é também conhecido como "o sorriso Duchenne".

- Sorrisos falsos tendem a durar mais tempo.

- Sorrir apenas com os lábios muitas vezes é só mentira, o sorriso quer transmitir prazer ou aprovação, mas está realmente sentindo outra coisa.

- Sorrisos longos e tensos são características de pessoas ansiosas tentando agradar a si mesmos.

- Um sorriso verdadeiro é assimétrico e, muitas vezes geralmente maior do lado direito do rosto.

- Um sorriso falso pode ser mais simétrico ou maior, no lado esquerdo da face.

- Abaixar o queixo para mostrar uma boca em forma de D pode ser um sorriso falso, pois é fácil de fazer. -

- Também pode ser um sinal de diversão e deliberada e um convite para rir.

- Sorrir sem abrir a boca, e, particularmente, com os lábios firmemente apertados, pode indicar constrangimento devido ter dentes feios.

- Também pode ser uma supressão de palavras ("eu posso ver o lado engraçado, mas eu não vou comentar.').

- Um meio-sorriso, de um lado da face, pode indicar sarcasmo, cinismo ou incerteza.

- Sorrir é também um sinal de submissão como a pessoa efetivamente diz "eu sou agradável e não uma ameaça".

9.8 Risonho

O riso é um assunto relativamente breve, acontecendo por alguns segundos.

Existem muitas variantes sobre o riso e todos rimos de forma diferente, desde o riso contido até a gargalhada. - Riso alto e não reprimido pode indicar alguém que é menos autoconsciente.

- Também pode ser usado por uma pessoa que está a tentar ganhar atenção.

- Em geral, as mulheres riem os homens que gostam de homens, enquanto gostam de mulheres que riem de eles.

9.10 Bocejar

Bocejar é abrir a boca e engolir uma grande quantidade de ar. Nós fazemos isso quando estamos cansados e oxigênio no sangue está baixo.

- O tédio pode ser indicada pelo bocejo, sinalizando que a outra pessoa está tão desinteressante que eles a estão enviando para dormir, o que torna muitas vezes mal-educado (também porque mostra o interior do corpo). Isso resulta muitas vezes no bocejo de ser coberto com a mão ou oculta, como girando a cabeça ou segurando a boca mais fechada do que realmente quer ser.

- O engolir de ar no bocejar também pode estar em preparação para a ação e uma pessoa estressada pode bocejar mais, ou pelo menos tomar algumas respirações maiores.

9.11 Chupar ou morder

Chupar o dedo é muitas vezes um eco de fazer isso na infância.

As crianças pequenas chupam dedos como um substituto de mama.

- Esta ação é, portanto, um cachecol, feito quando a pessoa se sente desconfortável ou estressado de alguma forma. Isso pode acontecer na ansiedade geral ou situações específicas, como quando deitado.

- Variantes disso incluem chupar ou morder os nós dos dedos, o lado de uma mão ou de outras partes do corpo, como os lábios ou bochechas interior.

Por vezes, um item físico é utilizado como um substituto, tal como uma caneta ou um lápis.

- Mordendo geralmente indica maior estresse do que chupando.

10. Lábios

10.1 Entreabertos

- Lábios ligeiramente entreabertos podem flerte, particularmente se lambe os lábios enquanto olha para a outra pessoa.

- Abrindo um pouco mais os lábios é o primeiro estágio na fala, pode ser um sinal de que a pessoa quer falar.

10.2 Franzidos, levemente apertados para dentro, sem esconder a parte vermelha.

- Lábios franzidos são uma indicação de tensão e pode indicar frustração ou desaprovação.

- Lábios franzidos são um sinal clássico da raiva, mesmo suprimida, segurar a boca fechada para evitar que diga algo que não quer dizer.

- Isso também pode ser uma indicação de mentira ou que está escondendo algo, ou pode ser que vai parar de dizer a verdade.

- Lábios franzidos também podem indicar que está pensando e decidindo. Decidir e desaprovar são ações de avaliação, que são a principal evidência do lábio franzido.

10.3 Enrugado para fora

- Um leve enrugamento dos lábios em forma de beijo normalmente indica desejo.

- Pode indicar incerteza, particularmente se os lábios são tocadas com os dedos.

- Quando você diz 'oo', os lábios formam a forma beijo. Esta é uma razão que canções românticas muitas vezes permanecem em palavras como "vou" e "todo".

10.4 Apertados para dentro escondendo a parte vermelha.

- Quando os lábios estão sugados para dentro da boca ou escondem a parte vermelha isso pode indicar que a pessoa está pensando e incerto sobre alguma coisa, que pode facilmente ser uma má notícia.

- Pode indicar discurso suprimido, quando a pessoa está impedindo a si mesmos de falar.

- Pode indicar mentira ou desaprovação.

10.5 Achatado, levemente pressionado, mas, não entram para dentro da boca.

- Lábios que são mantidos espremidos na horizontal são um exagerado fechamento da boca e pode indicar um desejo reprimido de falar. Isto indica desaprovação ("Se eu falei que eu seria muito crítico.").

- Também pode indicar frustração ("Eu quero falar, mas os outros estão falando e eu sinto que eu deveria esperar ').

- Lábios achatados também podem indicar uma recusa a comer, seja por causa da antipatia dos alimentos oferecidos ou alguma outra motivação.

- Outra possibilidade é a angústia, está tentando não chorar.

10.6 Cantos para cima

- Quando os cantos da boca são voltadas para cima, esta pode ser uma careta de desgosto ou um sorriso de prazer.

- Um sorriso cheio envolve todo o rosto, em particular, incluindo os olhos.

- Sorrindo só com os lábios, sem os olhos, muitas vezes é um sorriso falso, quer transmitir prazer ou aprovação, mas está realmente sentindo outra coisa.

10.7 Cantos virados para baixo

- Cantos da boca virados para baixo indica, tristeza ou desagrado.

- Algumas pessoas são tão infelizes que este é o estado natural de repouso de suas bocas.

10.8 Retraídos

- Quando os lábios são puxados para trás, eles expõem os dentes. Isso pode ser um largo sorriso ou um rosnado de agressão, os olhos vão dizer qual dos dois é. Em um rosnado os olhos são estreitados. Em um sorriso cheio os cantos dos olhos são amassados.

10.9 Em movimento

Lábios que se movem em forma de palavras, mas sem fazer sons significa que a pessoa está pensando em dizer as palavras. Isto acontece frequentemente rapidamente e de forma inconsciente.

- Movimento para cima e para baixo pode indicar mascar, algumas pessoas mastigam o interior de suas bocas quando estão nervosas.

- Passar um lábio sobre o outro é usado pelas mulheres ao se maquiar com batom.

- Também pode ser um sinal de incerteza ou desaprovação (ver se vem acompanhado de sobrancelhas abaixadas).

10.10 Contrações

- Pequenos e rápidos movimentos da boca podem ser pensamentos internos.

- Uma contração única do canto da boca indica cinismo ou descrença.

- Mentirosos, em particular, muitas vezes se entregam fazendo caretas muito breves.

10.11 Lábio saliente

- Lábio superior sobre o lábio inferior é uma comum indicação que a pessoa está se sentindo culpada de alguma coisa.

- O lábio inferior sobre o lábio superior indica incerteza, pode vir acompanhado do olhar para cima.

- O lábio inferior que se projeta é muitas vezes uma indicação de mau humor ou descontentamento com uma situação que está envolvida..

- Ambos os lábios apertados e empurrado para fora geralmente indica dúvida. Se os toca com o dedo pode indicar pensamento interno ou pode estar dizendo 'eu estou pensando em falar, mas não estou completamente pronto para falar ainda ".

10.12 Morder os lábios

- Morder o lábio no meio ou do lado, muitas vezes é um sinal de ansiedade.

- Normalmente, é o lábio inferior que é mordido. Isto pode ser uma ação habitual e as pessoas que fazem isso, muitas vezes, repetem o movimento em situações previsíveis, não quer dizer nada.

- Também pode ser um indicador de estresse ao mentir.

- Esta é uma ação bastante comum em crianças, especialmente se acompanhada de olhos arregalados e com sobrancelhas levantadas no meio e abaixadas nos lados, portanto, em adultos, pode indicar preocupação em não ser censurado como se fosse uma criança.

- Pode ser uma ação reconfortante por não ter dito algo inadequado, ou seja - "Quase me ferrei!".

10.13 Relaxado

Os lábios em uma posição de descanso em que não são puxados em qualquer direção pode indicar que a pessoa está também sentindo-se relaxada.

11. Dentes

- Dentes são feitos para morder, rasgar e triturar. Expondo os dentes em um grunhido está dizendo 'eu estou pensando em morder você " é uma ameaça primitiva e potencialmente assustadora.

11.1 Mordendo

- Mordidas são raras, indicam que a pessoa está agindo de forma irracional.

- Morder também pode ser carinhoso, por exemplo, onde os amantes mastigar lábio da outra pessoa ou ouvido. Isto pode criar excitação do instinto básico de medo, mas a pessoa sabe a partir do contexto que eles não estão em perigo e, portanto, ressignifica a excitação como prazer.

11.2 Exposição

- Expor os dentes no sorriso tende a indicar extremo prazer.

11.3 Bater ou ranger os dentes

- Bater os dentes pode indicar um medo extremo, é geralmente acompanhado por agitação do corpo. Isto pode também indicar frio extremo.

- Ranger os dentes pode indicar raiva ou frustração reprimida quando a pessoa está tensa e tenta não falar.

11.4 Toques

- Leve toque dos dentes pode ser frustração leve ou que está pensando.

- Como ação repetitiva pode ser apenas hábito.

- Às vezes as pessoas batem nos dentes com as unhas fazendo um barulho que ecoa na boca. Isso pode sinalizar pensamento ou tédio. Também pode ser uma interrupção deliberada ou irritação, embora isso seja menos provável.

12. Língua

A língua é normalmente importante na linguagem corporal falada. Na prática, pode também enviar alguns sinais não verbais.

12.1 Língua para fora

- Um gesto deliberado de pôr a língua para fora é falta de educação, embora seja considerada bastante infantil. Parece petulância a menos que seja feito de uma forma divertida. O resto da face deve indicar mais detalhes do significado.

- Língua insolente cutucando é muitas vezes seguido por um sorriso ou risada.

- Mostrar a língua também pode acontecer quando a pessoa está se esforçando para fazer algo. Quando isso acontece, tradicionalmente aparece no lado da boca.

- Quando as pessoas estão falando em ambiente romântico, saindo a língua pode ser um sinal de luxúria.

12.2 Lambida

- A língua pode ser usada para lamber. Praticamente a única coisa que a língua pode lamber são os lábios e os dentes.

- Lamber os lábios pode indicar desejo, talvez por outra pessoa ou por alimento. Geralmente é o que está na frente da pessoa.

- Lamber os lábios também pode ser um indicador de estresse.

- Como um sinal deliberado para outros pode ser sexualmente atraente, dizer "eu gostaria de gostar de você". Como tal, pode ser muito excitante, principalmente quando feito lentamente e com outros sinais de paquera com a cabeça um pouco baixa e olhar firme.

- Lamber outra pessoa pode ser extremamente excitante e é normalmente feito, quer como parte de preliminares ou como uma provocação rápida.

- Quando uma pessoa lambe os lábios, é um sinal de que gosta de nós.

12.3 Morder a língua

- Morder a língua normalmente indica que o mordedor quer dizer alguma coisa, mas de alguma forma se sente incapaz ou sem vontade de dizer, talvez por medo de ofender ou quebrar regras sociais.

12.4 Dentro da boca

- Com a boca fechada ainda podemos ver o que a lingua está fazendo, embora esta seja uma ação oculta e muitas vezes a pessoa não percebe que está fazendo isso.

- Pressionando contra a bochecha pode indicar pensamento e incerteza. Isso também pode indicar desprezo e uma forma de prazer, especialmente quando feito brevemente.

- Empurrando os lábios para fora pode indicar a incerteza.

13. Nariz

13.1 Alargado

- Quando as narinas estão alargadas permitem que mais ar seja respirado ou expirado e prepara a pessoa para o combate. Isso pode indicar que a pessoa está experimentando descontentamento extremo.

- Também pode indicar que a pessoa está fazendo um julgamento interno sobre algo.

13.2 Enrugado

- O nariz pode estar amassado, empurrado para cima a partir da boca, empurrando ou puxando as bochechas para cima. Isso acontece quando um mau cheiro é detectado.

- Também pode aparecer quando um cheiro ruim é metafórica pensado, por exemplo, quando alguém sugere uma idéia desagradável. Jogadores de baralho podem fazer isso quando recebem uma mão ruim.

- Outra variação é quando a pessoa está pensando em alguma coisa, mas não está satisfeito com suas próprias ideias.

13.3 Torcer o nariz

- Pode indicar descontentamento ou desgosto.

13.5 Toques no nariz

- Tocar o nariz pode indicar que a pessoa tenha detectado um cheiro ruim.

- É também sinal comum de uma pessoa que não está dizendo a verdade.

- Quando uma pessoa mente os vasos sanguíneos em seu nariz podem dilatar, tornando o nariz inchado ou mais vermelho e alterado, por isso a pessoa leva a mão ao nariz.

- Esfregando o dedo ao lado do nariz pode indicar desacordo.

- Beliscar a ponte do nariz pode mostrar que a pessoa está avaliando alguma coisa, geralmente negativamente e com alguma frustração.

- Brincar com o nariz ou o pressionando para baixo pode ser apenas um hábito, quando a pessoa está pensando.

- Se a pessoa usa óculos e está constantemente a empurrá-los para cima do nariz, com um pequeno franzir de testa, isso pode indicar que a pessoa discorda do que você está dizendo. Procure certificar-se de que a pessoa empurra seus óculos com uma intenção, e não por os estar ajustando casualmente. Veja se a pessoa empurra a borda com dois dedos ou com um movimento extra, mexendo na lateral dos óculos.

14. Os olhos

Para ler a linguagem corporal é bastante útil como olhar para os olhos das pessoas são uma parte normal da comunicação (enquanto olhando para outras partes do corpo pode ser visto como um tanto rude).

14.1 Olhos para cima

- Quando uma pessoa olha para cima, muitas vezes ela está pensando. Em particular, ela provavelmente está criando imagens em sua cabeça.

- Quando em um discurso ou apresentação, olhando para cima pode ser que esteja recordando sua apresentação.

- Olhando para cima e para a esquerda pode indicar que esta tentando recordar uma memória real, não está querendo mentir.

- Olhando para cima e para a direita pode indicar construção imaginativa de uma imagem (que pode, portanto, trair um mentiroso). Tenha cuidado com isso: às vezes, as direções são invertidas - em caso de dúvida, teste a pessoa, pedindo-lhes para recordar fatos conhecidos ou imaginar algo.

- Olhando para cima também pode ser um sinal de tédio, a pessoa examina o ambiente em busca de algo mais interessante.

- Cabeça baixa e olhos olhando para a outra pessoa é uma ação tímida e sugestiva, pois combina a cabeça baixa de submissão com o contato visual da atração, também pode ser crítico, especialmente quando combinado com uma careta.

14.2 Olhos para baixo

- Olhando para uma pessoa pode ser um ato de poder e dominação.

- Olhar para baixo envolve não olhar para a outra pessoa, pode ser um sinal de submissão.

- Também pode indicar que a pessoa está se sentindo culpado.

- Olhando para baixo e para a esquerda pode indicar que está falando para si mesmos (procure leve movimento dos lábios).

- Olhando para baixo e para a direita pode indicar que está atendendo às emoções internas.

- Em muitas culturas, onde o contato visual é um sinal rude ou dominante, as pessoas vão olhar para baixo quando falam com os outros a fim de mostrar respeito.

- Se estiver olhando para baixo como se estivesse olhando a ponta do nariz, está ativando o sentido olfativo.

- Se alguém olha muito para o chão, provavelmente é tímido ou reservado.

- As pessoas também tendem a olhar para baixo quando estão chateadas ou tentando esconder algo emocional.

- As pessoas estão sempre pensando e sentindo emoções desagradáveis quando estão olhando fixamente para o chão.

14.3 Olhos para os lados

- Grande parte do nosso campo de visão é no plano horizontal, por isso, quando uma pessoa olha para o lado, ela pode estar desviando o olhar de quem está na frente ou olhando para algo que lhe chamou a atenção.

- Um rápido olhar para o lado pode apenas ser para verificar a fonte de uma distração, para avaliar a ameaça ou interesse.

- Também pode ser feito para mostrar irritação.

- Olhando para a esquerda, na direção do ouvido, pode indicar que a pessoa está tentando lembrar um som que ouviu.

- Olhando para a direita pode indicar que está imaginando o som.

- Alunos melhores sentam na frente e a esquerda do professor, isto é porque professores olham mais pára a esquerda, pois assim percebem melhor a expressão dos alunos.

- Ao olhar para a direita percebemos melhor o ambiente e para a esquerda percebemos melhor a expressão das pessoas.

14.4 Movimentos laterais

- Olhos que se deslocam de um lado para outro, pode indicar inconstância e mentira, como se a pessoa estivesse à procura de uma rota de fuga no caso de serem descobertos.

- O movimento lateral também pode acontecer quando a pessoa está sendo cúmplice, como se estivesse verificando se ninguém mais está ouvindo.

- Olhos também podem se mover para os lados e para trás (e, por vezes, de cima para baixo) quando a pessoa está visualizando uma imagem grande e está, literalmente, olhando-a.

14.5 Encarar

- Olhando para algo mostra interesse por esse algo, pode ser uma pintura, uma mesa ou uma pessoa.

- Quando você encara alguém, a pessoa se sentirá compelida a seguir o seu olhar para ver o que você está olhando.

- Encarando a boca de uma pessoa pode indicar que você gostaria de beijá-la.

- Olhando para regiões sexuais indica um desejo de ter relações sexuais.

- Olhando dos pés a cabeça uma pessoa é geralmente avaliação, ou uma ameaça potencial, ou como um parceiro sexual. Isso pode ser bastante ofensivo, indicam uma posição de domínio presumido.

- Olhar enérgico é um olhar curto, mas intenso, que é usado para impor a vontade sobre outro, mostrando o poder sem agressão.

- As pessoas que estão mentindo podem desviar o olhar com mais freqüência pois se sentem culpados. No entanto, quando sabem disso, eles podem olhar por mais tempo do que o habitual.

- Movimentos rápidos acontecem mais quando estamos acessando memória de longo prazo já fixadas, do que quando estamos acessando a memória de trabalho. Isso é útil para detectar se as pessoas estão pensando sobre os eventos mais antigos e em acontecimentos recentes (ou eventos antigos que já trouxe para a memória de trabalho).

14.6 Espiar

- Espiar para algo pode mostrar um desejo, olhando para a porta pode indicar um desejo de sair.

- Olhando para uma pessoa pode indicar o desejo de conversar com ela.

- Também pode indicar uma preocupação de que quando a pessoa disser algo isto pode aborrecer.

- Olhando de soslaio para uma pessoa com as sobrancelhas levantadas pode ser um sinal de atração. - Sem a sobrancelha levantada, é mais provável que seja desaprovação.

14.7 Olhos de corça

Uma suavização dos olhos, com relaxamento dos músculos ao redor dos olhos e uma ligeira elevação dos olhos é às vezes chamado de "olhos de corça", muitas vezes indica o desejo sexual, principalmente se o olhar é prolongado e direcionado aos olhos.

14.8 Contato visual

Contato visual entre duas pessoas é um ato poderoso de comunicação e podem mostrar afeto, interesse ou domínio.

14.8.1 Fazendo contato visual

- Olhando para uma pessoa e reconhecendo-a mostra que você está interessado nela, especialmente se você olhar em seus olhos. Olhando para os olhos de uma pessoa também permite que você saiba onde eles estão olhando. Somos incrivelmente bons em detectar o que eles estão olhando e podemos detectar até mesmo uma rápida olhada a partes do nosso corpo.
Se uma pessoa diz algo quando você está olhando para longe e então você faz contato com os olhos dela, isso indica que a pessoa chamou sua atenção.

14.8.2 Quebrando o contato visual

Contato visual prolongado pode ser uma ameaça, portanto, em conversas é frequente as pessoas desviarem o olhar e depois olhar novamente.

- Quebrar o contato visual pode indicar que algo que acaba de ser dito fez com que a pessoa não quisesse mais manter o contato. Claro, uma pausa no contato visual também pode ser causada por algo simples, por isso é importante prestar atenção para outros sinais.

- Olhar para uma pessoa, interromper, e em seguida voltar a olhar é uma ação clássica de flertar, particularmente se estiver com a cabeça erguida timidamente.

14.8.3 Contato visual demorado

Contato visual demorado pode ter vários significados diferentes.

- Contato visual muitas vezes aumenta significativamente quando estamos a ouvir, e especialmente quando estamos prestando atenção ao que a outra pessoa está dizendo.

- Menos contato visual é usado quando se fala, especialmente por pessoas que são pensadores visuais como eles olham para a distância ou para cima para "ver" o que estão falando.

- Quando feito com olhos de corça e sorrisos, é um sinal de atração.

- Os amantes vão olhar para os olhos uns dos outros por um longo período.

- Atração também é possível, olhando para trás e para a frente entre os dois olhos, como se estivéssemos desesperadamente tentando determinar se estão interessados em nós também.

- Um sinal de atração que é mais comumente usado por mulheres é manter o olhar na outra pessoa por cerca de três segundos, em seguida olhar para baixo. Um segundo ou dois depois olhar para trás de novo (para ver se eles morderam a isca). Se a outra pessoa ainda está observando é recompensada com um sorriso tímido ou um ligeiro alargamento dos olhos.

- Quando feito sem pestanejar, com pupilas contraídas e rosto imóvel pode indicar agressão, dominação e uso do poder. Em tais circunstâncias, uma competição encarando pode acontecer.

- Contato visual prolongado pode ser desconcertante. Um truque para reduzir o estresse é olhar para a ponta de seu nariz. Vão pensar que você ainda está olhando em seus olhos.

- Mentirosos, às vezes, sabendo que o contato visual baixo é um sinal de mentira, vão prolongar o olhar para você. Muitas vezes isso é feito sem pestanejar. Eles podem sorrir com a boca, mas não com os olhos, com os olhos é mais difícil.

14.8.4 Contato visual limitado

Quando uma pessoa faz contato visual limitado ela pode estar se sentindo insegura. Pode também estar mentindo e não quer ser detectado.

14.8.5 Em persuasão

- O contato visual é muito importante para a persuasão. Se você olhar para a outra pessoa enão retribuir é provável que sua atenção esteja em outro lugar.

- Se você quer persuadir ou mudar mentes, então o primeiro passo é obter o contato visual e depois sustentá-lo com argumentação regular.

14.9 Fitar

Fitar geralmente é feito com olhos maiores do que o normal, sempre prolongado e com redução no piscar.

- Geralmente indica interesse particular em algo ou alguém.

- Fitar uma pessoa pode indicar choque e descrença, principalmente depois de ouvir notícias inesperadas.

- Quando os olhos estão desfocados, a atenção da pessoa pode estar dentro de sua cabeça e o que eles estão encarando pode ser de nenhuma importância. (Sem cuidado, isso pode se tornar bastante embaraçoso para eles).

- Um olhar curto com os olhos bem abertos e depois voltam ao normal indica surpresa. A correção de volta ao normal implica que a pessoa gostaria de olhar mais, mas sabe que é falta de educação (o que pode ser acompanhado com algum texto apologético).

- Quando uma pessoa fitar outra, então a segunda pessoa pode ficar envergonhada e olhar para longe.

- O "olhar de soslaio" (olhar de rabo de olho, obliquidade, envies, diagonal) geralmente significa que a pessoa está desconfiada ou não está convencida.

14.10 Seguindo

Os olhos, naturalmente, acompanham o movimento de qualquer tipo. Se a pessoa está olhando para algo de interesse, então eles vão naturalmente manter a olhar para isso. Eles também acompanham coisas neutras ou temidas, caso o movimento se transforma em uma ameaça.

- Esse olhar é feito por vendedores, como uma caneta ou dedo para cima e para baixo, orientando onde o cliente deve procurar, inclusive para contato visual a partes do produto que está sendo vendido.

14.11 Vesgo

- Estreitamento dos olhos de uma pessoa pode indicar avaliação, talvez considerando se algo dito não é verdade (ou pelo menos não inteiramente verdade).

- Vesgo também pode indicar incerteza.

- Estreitar os olhos tem um efeito semelhante ao das pupilas contraídas na criação de uma maior profundidade de campo visual para que possa ver mais detalhes. Isto é usado por animais ao determinar a distância de suas presas e pode ter um propósito agressivo semelhante.

- Olhar vesgo pode ser usado por mentirosos.

- Quando uma pessoa pensa em algo e não quer olhar para a imagem interna, podem involuntariamente criar estrabismo.

- Vesgo também pode acontecer quando as luzes ou o sol está brilhante.

- Redução de pálpebras não é realmente um olhar de soslaio, mas pode ter um significado semelhante.

- Pode também indicar o cansaço.

- Abaixando as pálpebras, enquanto ainda olha para a outra pessoa pode ser parte de um olhar romântico e sugestivo, e pode ser acompanhado com a cabeça jogando para trás e ligeiramente franzido os lábios em um beijo.

14.12 Piscando

Piscar é um processo natural puro pelo qual as pálpebras limpam os olhos.

Taxa de intermitência tende a aumentar quando as pessoas estão pensando mais ou estão se sentindo estressados.

- Isso pode ser uma indicação de mentira pois o mentiroso tem que ficar pensando sobre o que estão dizendo. Percebendo isso, ele também pode forçar os olhos a ficarem abertos.

- Piscar também pode indicar compreensão, e pessoas que estão conectadas podem piscar no mesmo ritmo. -

- Alguém que está a ouvir atentamente é mais provável que vá piscar quando a fala parar.

- Piscar aleatoriamente pode sinalizar surpresa de não acreditar no que vê.

- Rápidos blocos de piscadas pode ser um sinal de arrogância.

- Piscando rápido também agita os cílios e pode ser um tímido convite romântico.

- Quando uma pessoa fecha os olhos mais do que o tempo que leva para piscar, isso normalmente significa que está estressada, alarmada ou desesperada.

13.13 Piscar um olho

Fechar um olho em um piscar de olhos é um gesto deliberado que muitas vezes sugere conspiração.

Também pode ser uma saudação um pouco sugestiva.

14.14 Fechar os olhos

Fechando os olhos a pessoa se fecha para o mundo.

- Às vezes, quando as pessoas estão falando, eles fecham os olhos. Isto é equivalente a evitar um contato visual e qualquer pedido de outra pessoa a falar é efetivamente ignorado.

14.15 Olhar distante

- Se a pessoa está olhando para o nada ou para longe, deve estar pensando profundamente sobre o passado ou em alguém que gosta, que pode ser nós.

14.16 Úmidos

- Olhos úmidos pode ser choro reprimido, indicando medo, ansiedade ou tristeza.

- Também pode indicar que a pessoa tenha chorado recentemente.

- Umidade também pode ocorrer quando a pessoa está cansada (isto pode ser acompanhada por vermelhidão nos olhos).

14.17 Tamanho da pupila

- As pupilas dilatam por 3 razões: medo, raiva e desejo sexual.

- Pupilas dilatadas significam que a pessoa está interessada.

- O desejo sexual é uma causa comum de dilatação da pupila, isso é chamado de "olhos de corça".

- Quando as pupilas de outra pessoa dilatam nós somos mais atraídos e nossos olhos se dilatam em troca, da mesma forma, quando as pupilas estão pequenas, o nosso olho pode contrair também.

- A causa fundamental da dilatação dos olhos é esforço cognitivo (esforço para perceber rapidamente). Quando estamos pensando mais que o normal, os nossos olhos se dilatam. Isso ajuda a explicar "olhos de corça", quando gosto de outras pessoas fico olhando para elas, isso nos leva a pensar de uma forma acelerada para descobrir sobre como podemos obter e manter sua atenção.

- Pupilas dilatam também quando está escuro para deixar entrar mais luz. Talvez por isso, clubes, bares, restaurantes e outros locais românticos são escuros.

- Pessoas com íris escuras (o círculo colorido ao redor da pupila) podem parecer atraentes porque é difícil distinguir a íris do pupila, essa impressão é porque as suas pupilas parecerem maiores do que são.

- Pessoas com íris claras tem as pupilas mais fácil de ver, por isso quando as suas pupilas dilatam o sinal é mais fácil de detectar, tornando-os mais atraentes '"na hora certa".

- O contrário disso, as pupilas se contraem quando não gostamos da uma pessoa.

- Pessoas com pupilas pequenas podem parecerem ameaçadoras ou desagradáveis.

14.18 Fricção

Quando uma pessoa está se sentindo desconfortável, os olhos podem umedecer um pouco. Para amenizar isso e tentar restaurar uma secura apropriado podemos esfregar o olho, e talvez até mesmo fingir cansaço ou simular alguma coisa no olho. Isso também dá a oportunidade de virar a cabeça.

O atrito pode ser com um dedo, com um dedo e o polegar (um em cada olho), ou com ambas as mãos. Quando maior a cobertura, mais a pessoa está tentando se esconder atrás das mãos.

15. Sobrancelhas

Sobrancelhas pode enviar linguagem corporal.

Estando perto dos olhos, que são os principais emissores de sinais, elas são comunicadores altamente visíveis, embora o controle limitado dos músculos ao redor delas pode limitar o que elas dizem.

15.1 Baixas

- Abaixar as sobrancelhas esconde os olhos em um determinado grau. Particularmente se estiver com a cabeça abaixada, o que pode indicar engano ou um desejo de que as feições sejam mais difíceis de ver.

- Sobrancelhas abaixadas também pode indicar irritação. Relacionando isso a um sinal de pessoa dominante.

15.2 Levantadas

- Quando uma pessoa está surpresa, suas sobrancelhas ficam frequentemente levantadas. Isso acontece como parte de abrir os olhos de abrir os olhos de forma mais ampla, talvez para ver mais claramente o que está acontecendo. Quanto maior a surpresa mais as sobrancelhas são levantadas.

- Levantar as sobrancelhas é como pedir atenção dos outros e pode sinalizar ênfase.

- Quando pessoa fas uma pergunta e levanta as sobrancelhas em seguida, este é um convite claro para que se responda a pergunta.

- Em oposição ao sinal dominante de abaixar sobrancelhas as sobrancelhas levantadas podem ser um movimento submisso ou indicar abertura, pois permite que a outra pessoa veja bem seus olhos.

- Sinais de dominação podem serem indicados por sobrancelhas levantadas para expor os olhos, também pode ser um sinal de atração.

- Levantar uma sobrancelha é algo que somente algumas pessoas conseguem fazer, o seu significado pode ser irônico, por exemplo, mostrando cinismo e perguntando 'Tem certeza?' quando a outra pessoa parece estar falando com uma precisão limitada.

15.3 Com lados de fora levantados

- Ao pressionar em conjunto as sobrancelhas e puxando para cima a testa, as sobrancelhas podem ser movidas para o exterior do declive. Isto pode indicar alívio.

- Também pode indicar ansiedade.

- Também pode indicar surpresa prazerosa.

- Pode também indicar intelectualidade.

15.4 Meio abaixada

- Quando o meio das sobrancelhas são puxados para baixo, para dentro, elas inclinam em direção ao nariz, isso muitas vezes mostra que a pessoa está com raiva ou frustrada.

- Também pode indicar intensa concentração.

- Sobrancelhas baixas e olhos vesgos ilustram uma tentativa de compreender o que está sendo dito ou acontecendo, é um olhar cético, a pessoa está tentando observar algo que está longe.

15.5 Meio juntas

- Quando as sobrancelhas são reunidas, pode indicar confusão ou uma tentativa de perceber melhor.

- Uma dobra em forma de ferradura invertida entre as sobrancelhas é conhecido como "músculo Darwin da tristeza" e muitas vezes indica tristeza.

15.6 Para cima e para baixo

- Quando vemos pessoas que conhecemos, muitas vezes fazemos um rápido e único movimento com as sobrancelhas as movendo para cima e para baixo em sinal de reconhecimento e cumprimento. Este é um sinal comum em todos os primatas, incluindo macacos e gorilas.

- Um movimento rápido e repetido para cima e para baixo pode ser um sinal exagerado que significa "Bem como sobre isso, então!".

15.7 Franzidas

- As sobrancelhas franzidas ou arqueadas devem nos deixar em alerta.

16. A testa

16.1 Enrugamento

- Franzir a testa está muitas vezes relacionado com o movimento das sobrancelhas, em particular para cima e funciona como amplificador de um desses sinais. -

- Sobrancelhas levantadas (e testa enrugada) indica surpresa ou questionamento.

16.2 Suando

- Nós muitas vezes suamos mais na testa do que em outras partes do corpo, tornando isso significativo no envio de sinais relacionados à umidade.

- Pode ocorrer quando estamos quente, que pode ser por causa da temperatura externa, exercício ou energia excitação.

- Um suor frio pode indicar medo extremo e pode ser acompanhado por olhos úmidos.

16.3 Tocar a testa

- Enxugar a testa pode ser para remover o suor. Normalmente indica alívio, mas, pode ser um exagero deliberado.

- Também pode indicar medo, mesmo quando a pessoa não está suando.

- Tocar a testa também pode ser uma forma de saudação.

- Tocar lentamente esfregando a testa pode indicar pensamento profundo, mas, também pode ser falso.

- Esfregar as têmporas pode indicar estresse.

- A testa pode normalmente ser tocada para sustentar a cabeça.

- Tocar na testa com a palma da mão aberta ou com o punho pode ser estar dizendo: 'Nossa, como eu sou estúpido! "

17. Os cabelos

17.1 Aparência

- Um corte convencional e arrumado indica uma pessoa convencional, que segue regras sociais básicas.

- Modelos de cabelo com estilo próprio indica um desejo de ser atraente e assim obter a aprovação e admiração dos outros.

17.2 Homens

- Cabelo muito curto pode indicar agressividade, talvez imitando os cortes militares.

- Cabeças carecas tem sido utilizadas por 'skinheads' e é muito popular entre seguranças de clube e outros trabalhos pesados.

- Cabelo longo é típico de jovens desregrados.

- Quando despenteado pode mostrar uma falta de cuidado e, talvez, baixa auto-estima.

- Cabelo mais longo também pode ser um sinal de rebeldia e afirmação da identidade.

17.3 Mulheres

- Quando existe interesse da mulher pelo homem ela libera a orelha (deixa visível), principalmente as mulheres com cabelos longos, na direção do pretendente.

- As mulheres usam o cabelo como um forte instrumento para atrair os homens.

- Cabelos longos cobrindo o rosto podem estar brincando com a beleza por trás desta cortina.

- Particularmente quando cobre os olhos o cabelo longo sobre o rosto fornece uma barreira atrás da qual a mulher pode se esconder, talvez porque ela tenha menor confiança ou autoestima.

- Quando as mulheres cortar o cabelo curto, isto pode indicar um desejo de ser do sexo masculino, parecendo com um homem talvez seja pouco atraente para os homens.

- Também pode ser rebeldia contra a feminilidade, por exemplo, se foram maltratados por outras mulheres quando eram jovens.

17.4 Jogando

- Jogar o cabelo para trás chama a atenção para ele. Assim, pode ser um gesto romântico.

- Jogar o cabelo para trás também expõe a face, o que pode ser um convite, abrindo as portas para a comunicação.

- Pode ser um ato agressivo para que a outra pessoa lhe dê maior atenção.

17.5 Tocar os cabelos

- Acariciar o cabelo é um gesto para arrumar-se que pode ser um gesto para ver se está perfeitamente penteado ou um convite para acariciar.

- Uma pessoa brincar com o cabelo é particularmente gracioso e convida a outra pessoa para fazer isso nela.

- Se alguém escovar o cabelo para trás com os dedos, é um gesto comum.

- Pode ser vaidade.

- Pode ser uma certa atração.

- Pode ser uma mostra de que seus pensamentos sobre algo estão em conflito com o que estamos falando.

- Porém, se as sobrancelhas levantarem nessa hora, podemos ter certeza de que não concorda com o que estamos dizendo.

 

18. Braços

18.1 Expansão

- Os braços são inteligentes dispositivos de expansão que podem nos fazer maiores ou menores sem ter que mover o resto do nosso corpo.

- Eles podem prolongar-se até a outra pessoa seja como ameaça ou de forma amigável, movidos diretamente e rapidamente eles ameaçam, curvos e movendo-se mais lentamente podem oferecer conforto.

- Podem estender-se lateralmente o que pode significar a confiança ou talvez agressão.

18.2 Formação

- Os braços são usadas para moldar como nós preparamos para enfrentar o mundo. Eles são um complemento para as nossas palavras quando queremos mostrar para as outras pessoas quão grande o peixe era ou como as crianças são pequenas.

- Quando estamos animados ou confiantes podemos acenar nossos braços como se fossem moinhos de vento.

- Quando estamos menos confiantes a nossa formação é menor e mais perto do corpo.

- Para acenar os braços precisa de controle e uma pessoa que bate a mão em algo pode indicar falta de jeito.

18.3 Levantar os braços

- Levantar os dois braços é típico de frustração, como se jogasse tudo para o ar.

- Juntamente com um encolher de ombros, indica a confusão ('Eu não sei! ").

18.4 Arma

Braços podem atuar como armas. Eles podem simbolizar porrete e lanças. Eles também podem funcionar como escudos, bloqueio e impedir ataques. Nas artes marciais os braços podem ser usadas para bloqueio e ataque e isso se reflete na forma como eles podem ser usados na comunicação.

18.5 Braços cruzados

- Os braços podem atuar como porta de entrada para o corpo. Quando estão cruzados eles formam um escudo defensivo fechado, bloqueando o mundo exterior.

- Defesas ato de duas maneiras: uma é a de bloquear ataques de entrada e outro um lugar onde a pessoa pode se esconder.

- Os braços cruzados podem indicar ansiedade devido a falta de confiança na outra pessoa ou um desconforto interno de vulnerabilidade (que podem, por exemplo, estar enraizada na trauma de infância).

- O tipo de posição dos braços indica quão bem fechada está a pessoa. Isso pode variar de uma leve cruz, aos braços cruzados, até os braços em volta da pessoa. -

- Uma versão extrema é um cruzamento bem fechado com as mãos formado como punhos indica grande hostilidade. Se as pernas também estão cruzadas então aumenta o sinal.

- As mãos em um cruzamento de braços podem também serem usadas para segurar a pessoa em um tranquilizante abraço a si mesma, por exemplo, segurando os braços numa posição dobrada, ou enrolada em torno do torso, segurando os lados. Se os polegares estão altos, isso pode indicar alguma aprovação ou concordância com o que está sendo dito.

- Braços cruzados, especialmente quando um está segurando o outro pode mostrar a pessoa construindo uma fortaleza para si mesma.

- Também pode indicar raiva reprimida (eu tenho que me segurar para impedir-me de bater nele.).

- Quando os braços não estão cruzados isso expõe o torso da pessoa, tornando-a vulnerável. Isto significa conforto que muitas vezes indica confiança.

- Também pode ser posição de poder de quem se atreve a a abrir a guarda, enquanto sabe que a outra pessoa não vai se atrever a atacar.

- Braços cruzados são um sinal muito evidente e se você fizer isso na frente de outras pessoas elas podem se sentir rejeitadas a responder e inclusive a não concordar com você.

- Note que nem todos os braços cruzados são defensivos. Às vezes, os braços cruzados são apenas uma posição relaxada.

- Braços cruzados também são usados quando a pessoa está fria (isso é normalmente feito com as mãos debaixo das axilas para mantê-los aquecidos).

- Um método comumente usado por vendedores para quebrar uma posição de braços cruzados é dar à pessoa algo para segurar ou fazer algo para que usem as mãos.

- Se oa braços estão cruzados enquanto os pés estão alinhados com os ombros ou mais afastados, esta é uma posição de resistência ou de autoridade.

- Pesquisas revelam que as pessoas de uma platéia que cruzam os braços lembram 38% menos do que é dito do que aqueles que se sentam de forma mais descontraída.

Ao serem indagados sobre a atuação do apresentador, os que cruzaram os braços usaram mais frases mais curtas, desviaram mais os olhos, recostaram-se com mais frequência na cadeira e foram mais críticos com o desempenho do apresentador do que os demais ouvintes.

18.5.1 Cruzar os braços também tem diversas variações sutis, como:

- cruzar um só braço.

- segurar a própria mão, o que parece ser um vestígio da época em os pais seguravam na mão quando ficava nervos.

- segurar um objeto com as duas mãos.

- O objetivo de segurar uma bolsa, um copo ou uma pasta com as duas mãos é obter uma sensação de segurança ao ter os braços na frente do corpo.

- Mexer o anel, no relógio ou na abotoadura com a outra mão produz o mesmo efeito.

Causa X Efeito

- Digamos, por exemplo que uma pessoa tenha uma atitude negativa, defensiva, não participante ou hostil. É grande a chance de ela sinalizar de maneira não verbal o que está sentindo cruzando os braços sobre o peito.

- Tente esta simples experiência: sente-se e cruze os braços sobre o peito.

Como se sente?

Contido? Excluído? Não participante?

Pesquisas mostram que, se você cruzar os braços por qualquer motivo, começará a sentir os efeitos negativos desse gesto.

É uma circunstância de causa e feito.

Mesmo que você não acredite que o ato de cruzar os braços seja um sinal negativo, seu interlocutor estará inconscientemente vendo você como reprovador ou inacessível.

18.6 Avançando

- Avançando para outra pessoa pode ser bastante assustador para ela pois pode parecer um ataque.

- Um impulso repentino para a frente pode realmente ser um sinal agressivo, especialmente se a mão está apontando ou em forma de punho.

- Avançar também pode ser uma oferta de apoio ou carinho, procurando tocar e pegar na outra pessoa.

18.7 Puxando para trás

Quando os braços são empurrados para a frente, eles são a primeira coisa que pode ser agarrado ou atacada. Quando uma pessoa quer se defender disso ela puxa os braços para trás, como boxeadores fazem.

19. Cotovelos

19.1 Tamanho

- Cotovelos são frequentemente utilizados para nos fazer parecer maiores (tanto quanto as aves fazem com suas azas abertas). Pôr as mãos na cintura envia um sinal mais forte.

- Mais sutil é simplesmente expandir o peito e empurrar os cotovelos ligeiramente para fora. Isso geralmente é feito estando em pé parado (é difícil correr com os cotovelos de fora). Isso pode significar agressão, mas também pode ser uma forma mais descontraída atenção, fazendo pose (olhe para mim!). Isso muitas vezes é acompanhado por uma curva de corpo em forma de S relaxada, com um pé apontando para a pessoa alvo.

19.2 Arma

- Cotovelos são uma ferramenta pontiaguda na extremidade do braço superior e um poderoso soco nas costelas pode balançar um adversário até mesmo um pouco maior.

- Na linguagem cotidiana um simbólico ataque com o cotovelo para alguém (sem atingi-los) pode ser uma sugestão para que a pessoa desista de um comportamento indesejável.

19.3 Escorar

Quando sentado, colocando os cotovelos sobre a mesa pode indicar um estado de relaxamento, desta forma, a cabeça pode ser apoiada pelas mãos em concha.

19.4 Apontando

Nós tendemos a apontar para as pessoas e coisas nas quais estamos interessados de alguma forma. O modo mais óbvio é pelo dedo, mas, podemos apontar com outras partes do corpo, um dos mais sutis e subconscientes deles é com o cotovelo.

Pode indicar raiva contida, desprezo, ou descaso.

20. As mãos

As mãos têm 27 ossos e são uma parte muito expressiva da nossa anatomia.

Nos dão enorme capacidade como uma espécie evoluída na forma como lidamos com o nosso meio ambiente.

Depois da face, as mãos são a mais rica fonte de linguagem corporal.

Um sinal de mão mesmo que pequeno pode revelar o pensamento subconsciente.

20.1 Propriedades

- Mãos em concha formam um recipiente que pode conter suavemente.

- Mãos em concha podem simbolizar delicadeza ou uma ideia frágil.

- Podem ser usados para dar.

- Para ganhar a confiança dos ouvintes em uma palestra é indicado falar com as palmas das mãos viradas para cima, com isso o nosso cérebro nos força a sermos mais sinceros.

- É difícil mentir com as palmas das mãos viradas para cima.

- As mãos podem segurar tanto individualmente ou em conjunto (que dá um efeito exagerado).

- Agarrar pode mostrar possessividade eo desejo (o mais apertado punho, mais forte o sentimento).

- Mãos podem segurar a si mesmas normalmente para o conforto.

- Apertar as mãos indica nervosismo mais extremo.

- Segurar as mãos no auto pode ser um ato de restrição. Isto pode ser para que a outra pessoa pare de falar.

- Isso também pode ser usado quando a pessoa está com raiva, efetivamente impedindo-os de atacar.

- As duas mãos podem mostrar diferentes desejos, por exemplo, com uma formação de um punho e a outra segurando-a, indica que está se segurando para não atacar.

- Note também que as pessoas que estão mentindo muitas vezes tentam controlar suas mãos, e quando estão fazendo isso (muitas vezes segurando uma a outra), podemos ficar desconfiados.

- Mãos podem também ser utilizados para segurar itens tais como canetas ou copos, que podem ser utilizados como objetos de conforto, por exemplo, quando uma pessoa abraça um copo (o copo representa a pessoa, de modo que a pessoa esta efetivamente se abraçando).

- Segurar objetos imaginários quando se fala pode mostrar importância. Coisas que são importantes (e talvez com medo da perda) são mantidos perto e apertada. Coisas que não são desejados são deixadas mais longe (ou até mesmo jogado fora).

- Uma posição comum das mãos é como se estivessem segurando uma bola de basquete, isto é como se fosse-nos dá-la a outra pessoa.

- Quando as mãos são apertados juntos na frente da pessoa, talvez de uma forma descontraída com os polegares para cima em movimento, podem indicar prazer em uma agradável surpresa.

- Se as mãos estão fechadas ou cerradas, a pessoa pode estar irritada, zangada ou nervosa.

- Em um casal andando na rua de mãos dadas, quem estiver com a palma da mão para trás é o dominante da relação.

20.2 Controlar

- Uma mão com a palma para baixo pode figurativamente segurar ou impedir a outra pessoa. -

- Isso pode ser uma ação autoritária ("Pare com isso agora") ou pode ser um pedido ("Por favor, acalme-se").

- Isso também aparece no aperto de mão dominante. Palmas para baixo apoiadas sobre uma mesa é geralmente dominante ("Eu sou responsável").

- A palma da mão voltada para fora na direção dos outros indica que quer afasta-los ou empurra-los de uma forma mais evidente do que o sinal de palmas para baixo.

- Um dedo apontador ou a mão inteira diz a uma pessoa para onde ir.

20.3 Saudação

- As mãos são muitas vezes utilizados em saudações. A forma mais comum de saudação é apertando as mãos, de que existem muitas formas diferentes. Abrindo a palma da mão mostra que não há nenhuma arma escondida. Isto é significativo na saudação. Esta é uma das poucas vezes em que somos autorizados a tocar a outra pessoa.

- Dominância é mostrada com a mão para cima, forte e prolongada e segurando a pessoa com a outra mão.

- Afeto é mostrado com velocidade e duração do aperto e tocando com a outra mão junto com sorrisos entusiasmados.

- A semelhança entre apertos de mão carinhosos e os dominantes leva a situações complicadas em que uma pessoa dominante finge ser amigável.

- Submissão é mostrada com uma mão frouxa, a palma para cima e que às vezes está úmida e com uma retirada rápida.

- A maioria dos apertos de mão deixam as palmas verticais para mostrar igualdade, são firmes sem serem rudes, demoram um tempo muito exato para que não exista constrangimento ao soltar.

- Aceno é também utilizado para um cumprimento e pode ser feito a distância.

- Saudações são por vezes utilizados, mas a maioria só no exército, onde seu estilo é estritamente prescrito.

20.4 Formação

As mãos podem esculpir no ar, moldando o que a pessoa está falando, podem assim criar metáforas visuais.

20.4 Corte

- O lado da mão plana pode parecer como uma faca, ou como um golpe de karatê. A mão de corte pode atingir a palma da outra mão, criando impacto visual e auditiva, isso diz aos outros para pararem o que estão fazendo.

- Um golpe curto do lado também pode sinalizar "não" em qualquer conversa.

- Os cortes podem sinalizar agressão, especialmente quando combinada com um rosto agressivo.

- Também podem indicar determinação.

20.6 Bater ou golpear

- A mão pode atacar com a palma da mão aberta ou fechada como um punho. O punho pode atacar a frente, para os lados ou para baixo.

- Apenas uma mão é muitas vezes usada como símbolo.

- Duas mãos cruzadas com punhos cerrados podem ser um convite para luta.

- Duas mãos seguradas com as palmas para dentro também pode indicar extrema tensão.

- Formas e movimentos do punho muitas vezes simbolizam agressão interior.

- Quando direcionadas para uma pessoa, mesmo uma pequena quantidade, sinalizam agressividade para com essa pessoa.

- Um punho tremendo significa um forte desejo de atacar alguém.

- Socar o ar indica excitação por triunfo.

20.7 Cobertura

- Quando as pessoas não querem ouvir alguma coisa, elas colocam as mãos aos ouvidos. Quando elas não querem olhar, elas cobrem seus olhos. Quando elas querem dizer algo, mas sente-se contidas, elas colocam as mãos à boca. Uma mão pode cobrir também uma boca aberta bruscamente por surpresa ou bocejo.

- As mãos cobrindo a boca ao falar pode ser um indicador de mentira, embora também possa simplesmente indicar incerteza.

- Mãos também podem cobrir o pescoço, por estar corado, por deglutição e tensão, para que isso não seja visto.

- Colocar as mãos no pescoço é uma forma de controlar as mãos impedindo-as de oferecer outras pistas (é por isso que muitas vezes vemos jogadores de cartas usando esta pose).

- Uma mão no peito em cima do coração pode tentar protegê-lo de danos.

- Uma mão na virilha pode proteger contra ataques perigosos.

- Mãos também podem cobrir um a outra, por vezes, um punho tenso pode ser coberto pela outra mão.

20.8 Dando ou entregando

- Palmas das mãos estendidas estão a oferecer algo para outra pessoa.

- Colocadas abertas para cima indica que está aberta a uma ideia.

- Também podem mostrar que nada está sendo escondido, como se nada tivesse para dar.

- Uma única mão oferecida é o início do aperto de mão.

20.9 Pergunta

- As palmas colocadas para cima são um gesto de apelo comum, como se estivesse pedindo uma esmola.

- Palmas para baixo podem estar dizendo para uma pessoa se acalmar.

- Palmas para cima em 45 graus sendo em seguida puxada na direção do corpo tem intenção de trazer os outros mais para perto, em uma forma de pedir silêncio atenuada.

- Mãos com as palmas das mãos juntas para cima indicam um pedido ansioso.

- Com os dedos apontando para baixo pode ser mais discreto ou um desejo menos ansioso para um acordo.

- Uma variante disto é ter dedos intercalados, mas, de qualquer forma fazendo os mesmos movimentos.

20.10 Fricção

- Esfregar as mãos juntas pode significar que a pessoa é fria.

- Isso também significa que a pessoa está se sentindo particularmente alegre com alguma coisa.

- Isto pode ser usado beneficamente de forma proposital.

- Quando isso é feito mais lentamente podem indicar a pretensão de se beneficiar à custa de alguém.

- Observar também se existem pequenos sorrisos e olhos desfocados como se estivessem prevendo um futuro promissor.

- Massagear as mãos, especialmente quando as mãos estão bastante tensas, é geralmente um indicador de estresse ou ansiedade.

- Esfregando o queixo pode indicar pensar, avaliar e decidir.

- Quando uma parte do corpo dói, a pessoa pode esfregá-lo. Isto também acontece quando a parte do corpo está tensa, por exemplo, o pescoço ou abdômen, e pode, portanto, ser um sinal de ansiedade.

- Levemente acariciando o corpo pode ser um convite romântico, principalmente se as áreas erógenas (ou próximo) são tocados, como se dissesse: "Eu gostaria que você fizesse isso", e pode ser muito excitante.

20.11 Pensando

- Quando as pontas dos dedos das duas mãos são pressionadas juntas, levantados para cima, formando um campanário (cúpula onde fica o sino na igreja), a pessoa pode estar pensando, avaliando ou decidindo.

- Isso também pode ser feito apenas com os dedos indicadores apertados e os outros dedos interligados.

- Pode indicar confiança e sentimento de superioridade sobre os outros.

- A posição campanário pode ser usada quando uma pessoa está querendo aumentar a atenção para o que outra pessoa fala.

- Uma versão mais sutil dessa posição é quando é colocada como suporte da cabeça, mas com o dedo indicador para cima ao lado da face. O dedo médio pode cobrir a boca como se dissesse: "Eu não estou pronto para falar ainda".

- Estas posições com dedos para cima podem incluir toques na boca ou queixo com os dedos, o que pode indicar que a pessoa está pensando em dizer algo, mas ainda não está pronto para falar em voz alta.

- Os dedos podem também estar todos interligados e tipicamente colocados sob o queixo. Novamente, isto é um sinal de pensar e avaliar.

- Mãos crispadas podem ser um ato de auto restrição.

20.12 Apoiar

- Mãos em volta das bochechas com os cotovelos sobre a mesa indicam uma cabeça pesada, a pessoa pode estar sonolenta ou entediada. Isso também pode ser indicado com uma única mão sustentando o queixo ou do lado da cabeça.

- As mãos também podem apoiar a cabeça de leve, ou com uma única mão suavemente sob o queixo, ou com os dedos entrelaçados com os cotovelos na mesa e o queixo tocando os dedos. Particularmente quando se olha para a outra pessoa, como se dissesse: "olhar para o meu rosto, não é agradável ?", portanto pode ser uma posição com intenção de ser atraente.

- A cabeça levemente apoiada também pode ser uma posição de escuta, em que a pessoa está segurando sua cabeça a fim de se concentrar.

- Existe uma regra simples para saber se apoiar a cabeça é tédio ou interesse, quanto mais a cabeça está apoiada, mais a pessoa está entediada, quando mais suave é o apoio mais interessada a pessoa está..

20.13 Ocultação

- As mãos são usados em comunicação e esconder as mãos (atrás das costas, nos bolsos, em baixo da mesa, ou sentar em cima) pode indicar um desejo de não se comunicar ou não colaborar, dizendo: 'Eu não quero falar com você' ou 'eu não concordo com você'.

- Isso pode ser feito como um gesto de desafio deliberado com as mãos nos bolsos.

- Mentirosos podem esconder suas mãos com medo de que elas possam indicar a mentira.

- Mãos escondidas também pode ser uma posição de escuta, enviando a mensagem 'Eu não quero falar, porque eu quero ouvir de você.'

- Colocando as mãos nos bolsos ou atrás das costas também pode ser devido a apenas sentir relaxado e não precisar falar.

20.14 Toques

- O toque é usado em situações românticas, onde as partes do corpo podem ser tocados ou ligeiramente em simulação de ação pretendida ou sugerida por outra pessoa. O mais erótico as partes que estão sendo tocadas, mais forte é o sinal enviado.- Tocar também pode ser uma forma de punição por algo errado praticado.

- Tocar outra pessoa pode ser um ato de dominação ou de amizade.

- Uma mão no ombro, enquanto fala acrescenta autoridade.

- Um toque suave no braço demonstra preocupação.

20.15 Enfeitar-se ou ajeitar

- Se enfeitar é uma ação comum, como quando a pessoa passa levemente a mão no seu cabelo ou roupas, pode ser um convite romântico, um sinal de superioridade ou indicar sentimentos de vulnerabilidade.

- Toques escolhendo partes da roupa da outra pessoa muitas vezes mostra desaprovação comos comentários a respeito do seu argumento.

20.16 Pesagem

- Mãos em concha se movendo para cima e para baixo podem ser usados para indicar o peso, o que muitas vezes é utilizado como uma metáfora.

- Duas mãos são usados para indicar a discussão entre A e B e quais dos dois é mais significativo.

- Quando as mãos de uma pessoa tremem ela pode estar muito assustada ou muito animada.

- As mãos são no final dos braços e em geral têm um bom controle. Se alguém solta as coisas das mãos isso pode demonstrar perda de controle.

21. Os dedos

21.1 Indicação

- O dedo indicador indica direção.

- Para grandes distâncias o dedo pode ser apontado diagonalmente para cima ou como uma seta. O dedo indicador é geralmente utilizado, embora o dedo médio ou mesmo todos os dedos podem ser usados.

- O polegar pode ser utilizado para apontar para trás como se estivesse jogando algo por cima dos ombros.

- Apontar o polegar para as pessoas é como usar uma agulha e é muitas vezes considerado rude e ameaçador.

- As pessoas que estão com raiva tendem a apontar mais, incluindo a si mesmas (quando se sentem magoadas ou ofendidas) e para aqueles que acham que são os culpados.

- Apontar, especialmente para as outras pessoas, pode ser particularmente rude em uma série de culturas.

21.2 Bater os dedos

- O dedo abanando de advertência se move para cima e para baixo, como se fosse atingir o culpado.

- Esse movimento também pode ser feito com o braço inteiro, dando a ele um exagero marcante.

- Uma versão mais educada aponta para baixo, talvez tocando em algo como uma mesa.

- O indicador levantado indica uma espera.

21.3 Dedos em placa

- Dedos estendidos e fechados juntos com a palma da mão de modo a formar uma placa. A placa tem sinais simbólicos, como ideias.

- A placa de dedos pode ser oferecida a frente, oferecendo a simbologia para os outros.

- Para significados maiores ambas as mãos podem ser colocadas juntas.

- Colocados sob o queixo apresentam o rosto como um objeto a ser admirado e é frequentemente usado para flertar.

21.4 Dedos em forma de copo

- Dedos mantidos juntos e enrolados para cima formando uma taça que pode conter as coisas firmemente. Dedos relaxados formar um copo solta, enquanto os dedos tensos formar um copo mais fechado. Duas mãos juntas formam um copo grande (para manter as coisas maiores).

- Copos podem ser usados para implorar algo a ser dado ou oferecer algo aos outros.

21.5 Toques entre dedos

- Toques entre dedos formando um círculo é algo suave e delicado. O toque é em geral dos dedos com o polegar com o polegar, o dedo mais usado é o anular, o indicador é menos frequente.

- Esse movimento pode ser usado para dizer: "você deve aproveitar esta ideia". Estendido para outros está a oferecer a ideia. Empurrado para baixo indica que os pontos básicos devem ser revistos.

21.6 Dedos em forma de garra

- Dedos curvados e separados formar uma garra. Com a palma virada para baixo, a garra pode ameaçar chegar a frente e agarrar, riscar ou rasgar.

- Se os dedos são mantidos levemente a forma é mais de um copo aberto e pode, assim, conter algo.

21.7 Dedos dobrados apenas na metade em forma de torneira e em geral batendo em uma mesa

- Esse movimento pode indicar frustração, por exemplo, quando outra pessoa está falando e a pessoa quer interromper.

- Também pode significar que a pessoa quer sair.

- Esse ruído não verbal envia um sinal sonoro de interrupção para a outra pessoa. Quanto mais alto o barulho e mais rápido a bateria, maior a tensão que a pessoa está sentindo, fazendo com as unhas faz um barulho mais alto ainda e, portanto, envia um sinal mais urgente.

- Se não tem ninguém falando pode indicar que a pessoa está pensando, e que a frustração é com pensamentos internos e uma solução fácil não pode ser encontrado.

21.8 Sucção

- Chupar o dedo é muitas vezes um eco de fazer isso na infância. As crianças pequenas chupam dedos ou o polegar como um substituto de mama. Esta ação é feita quando a pessoa se sente desconfortável ou estressada de alguma forma.

- Chupar os dedos é um retorno regressivo à infância e à amamentação. Este bem pode indicar timidez e sentimentos de inferioridade.

21.9 Grosseria

- O dedo médio apontando para cima simboliza um pênis, e está dizendo: "Foda-se".

- O dedo mindinho com esse gesto indica que a outra pessoa tem um pênis pequeno (este é usado às vezes como um gesto rude de uma mulher para um homem).

- O indicador e o polegar juntos, formando um círculo pode simbolizar a genitália feminina (talvez comparando a outra pessoa com isso).

- Pode também indicar o ânus.

- Movida para cima e para baixo pode indicar a masturbação masculina (o que implica a outra pessoa, um homem, é incapaz de ganhar uma parceira e, portanto, tem de se masturbar para obter alívio sexual).

- No entanto, com dedo mínimo voltado para fora também pode significar 'OK' ou 'maravilhoso'.

- O indicador e o dedo mindinho apontando para cima como um gesto pode dizer que o outro homem é um corno.

- Também pode significar "mau-olhado".

21.10 Polegar

- Polegar para cima dá sinais de aprovação e acordo.

- Polegar para baixo dá sinais de desaprovação.

- Lateralmente retidos e balançando indica incerteza.

- Quando uma mão única é colocada no peito é um sinal sutil de aprovação.

- Ele também pode ser um convite para os outros mostrarem aprovação ao que você está sendo dito.

- Polegares saindo quando as mãos estão nos bolsos é muitas vezes um sinal de confiança, sentindo-se relaxado e no controle. Assim, pode ser tanto um sinal de autoridade como de amizade.

21.11 Tamanho dos dedos

- O comprimento do dedo indicador em comparação com o comprimento do dedo anelar, apesar de não ser uma genuína linguagem, está relacionado com masculinidade, incluindo a força e agressividade, ou habilidades espaciais e musicais.

- Em vista disso, ao olhar comparativamente para dedos anelares longos e curtos podemos perceber características masculinas ou femininas em uma pessoa.

21.12 Cruzados

- Dedos cruzados indicam esperança (porque eles formam um crucifixo).

- Dedos cruzados em forma de figa podem significar torcida contra azar.

21.13 Tédio

- Inspecionar as unhas indica tédio e desinteresse.

Remexer nos dedos pode indicar tédio ou tensão.

21.14 Vibração

- Vibração dedos podem indicar incerteza.

22. Pescoço

22.1 Ocultação

O pescoço é uma posição clássica para ataque dos predadores que direcionam a mordida ou para a artéria jugular, ou o esmagamento, ou para arrancar a traquéia.

- Quando as pessoas se sentem ameaçadas elas irão agir naturalmente para proteger o pescoço, puxando-o para baixo do queixo para protege-lo e também levantando os ombros para proteger os lados do pescoço.

- Constrangimento ou medo podem levar a um aumento de deglutição. Uma mão na garganta pode encobrir os sinais de deglutição, a pessoa tenta esconder esse sinal.

22.2 Virada

O pescoço pode ser girado, tanto horizontal quanto verticalmente, dando assim a nossa cabeça vários graus de liberdade e capacidade de olhar em várias direções. Girar o pescoço é útil para estender o alcance da visão.

- O giro do pescoço pode ser usado deliberadamente para enviar um sinal de que a pessoa que está dando ou removendo sua atenção.

- O pescoço também pode se tornar tenso, a rotação do pescoço pode ser feito para relaxar. Exercício do pescoço pode ser um sinal de tensão. Pode também indicar o tédio.

22.3 Tocar o pescoço

- Tocar na frente do pescoço pode indicar preocupação com o que a pessoa está dizendo.

- Isto pode ser por achar que estão mentindo ou estão embaraçados ou desconfortáveis com o que estão dizendo.

- Quando uma pessoa se sente desconfortável com o que estão dizendo ou onde estão dizendo, seus músculos do pescoço podem ficar tensos, afetando a sua voz devido contração da traquéia ou tensionamento as cordas vocais. Isso pode causar desconforto no pescoço e na mão e a pessoa pefando no pescoço age para acalmar essa irritação.

- Quando uma pessoa está desconfortável pode suar, isso faz parecer que a gola da camisa está apertada, como resultado a pessoa pode entar ajeitar e alargar a gola da camisa.

- O pescoço também contém os tubos que vão para o estômago e tocar o pescoço pode mostrar uma preocupação sobre comer ou beber.

- Outra razão para tocar o pescoço é quando a pessoa teme ataque, uma vez que reflete o desejo de proteger sua traqueia.

- Existem também grandes músculos do lado e atrás do pescoço, esfregar ou apertar estes músculos indica tensão ou ansiedade.

- Se a pessoa agarra a parte traseira do pescoço subitamente pode ser que esteja disfarçando raiva, como se tivesse levantado a mão para bater e no último momento se conteve.

- Agarrar o pescoço também pode ser um sinal de choque ou surpresa, como se a cabeça estivesse indo para trás e a pessoa segura o pescoço atrás para suprimir a reação. Isto pode ser feito com um exagero deliberado.

22.3 Pescoço curto

- Pescoço curto é muitas vezes associado com muito treinamento de musculação que deixou o pescoço quase tão grande como a cabeça.

- Essa aparência juntamente com um corpo musculoso pode ser muito ameaçadora. Se a pessoa tem esse visual ela pode querer exagera ainda mais com os braços abertos, feroz brilho nos olhos e linguagem corporal dominante.

23. Ombro

23.1 Levantado

- Deixar os ombros numa posição elevada requer que todo o peso dos braços sejam levantados, isso necessita de esforço contínuo que é fornecida por alguma forma de estímulo.

- Ombros erguidos podem ser um sinal de que a pessoa está frio, pode estar tremendo também.

- Muitas vezes, este é um sinal de tensão.

- Outras vezes de ansiedade ou medo.

- Elevar os ombros e abaixar a cabeça protege o pescoço quando a pessoa teme ataque.

23.2 Curvado para frente

- Quando curvado para a frente com as mãos para baixo isso reduz a largura do corpo e pode ser uma postura defensiva.

- Pode ser também um desejo subconsciente de não ser visto, por exemplo, quando a pessoa está se sentindo ameaçada ou quer ficar "abraçada"..

23.3 Empurrado para trás

- Empurrar os ombros para trás força o peito para fora e expõe o tronco para possível ataque. Esta postura é usada quando a pessoa não teme ataque e pode ser visto como uma provocação para mostrar potêr.

- Se o corpo é levado para trás junto com os ombros, especialmente quando a pessoa está encostada na parede, isso pode indicar um desejo de esconder o corpo e não ser visto ou quer tirar o corpo do caminho.

- Pode também ser um alongamento.

23.4 Circulando

- Circundar os ombros pode ser feito para a frente ou para trás, com um ou ambos os ombros. Isso é muitas vezes feito para relaxar um ombro rígido, que pode ter ficado assim devido a ansiedade.

- Esse giro pode ser acompanhado da rotação ou inclinação do gargalo e outros músculos, isso pode sinalizar que a pessoa prepara-se para ação ou combate, pode ser usado como um sinal de agressividade.

- Quando feito com outra pessoa falando esta quebra deliberada de protocolo pode ser um sinal de insulto de poder tentado diminuir o outro.

23.5 Encolher de ombros

- O encolher de ombros clássico, levantando e abaixando os ombros geralmente significa "Eu não sei!" e pode ser acompanhado de sobrancelhas levantadas, boca caída para baixo, e as mãos colocadas para o lado com as palmas para cima ou para a frente, mostrando nada está sendo ocultado.

- Ombros não podem mover-se muito ao encolher, ás vezes, tudo o que podemos ver é um aumento ligeiro dos braços. Um dar de ombros pequeno e rápido pode ser inconsciente e, portanto, pode indicar incerteza ou falta de compreensão, pode indicar até mesmo que está escondendo algo.

- Dar de ombros pode estar associado com mentira, a pessoa dá de ombros ao invés de falar com medo de que suas palavras possam trai-la.

- Um encolher mais prolongado e visível pode ser semelhante ao circular os ombros descrito acima, indica preparação para agressão, sinaliza uma ameaça.

- Em uma forma mais branda pode indicar irritação ou frustração.

23.6 Relaxado

Nós muitas vezes transferimos a tensão aos ombros e uma pessoa que está realmente relaxada terá seus ombros mais baixos, com braços que podem se mover naturalmente e balançando livremente.

23.7 Inclinado

Quando a pessoa se inclina contra a parede em geral a toca com o ombro, feito desta forma não coloca a pessoa em uma posição vulnerável ao ataque.

23.8 Virado

- Virar os ombros é uma parte fundamental para virar o corpo, se uma pessoa vira seus ombros enquanto ainda está olhando para você, isso provavelmente significa que quer deixa-lo (talvez porque o que você está dizendo é desconfortável para ela).

24. Peito

24.1 Estendido

- Empurrando o peito para frente chama a atenção para ele e pode ser uma parte de uma exposição provocativa romântico.

- As mulheres, especialmente, sabem que os homens são programados para serem excitados pela visão de seios, quando as mulheres impulsionam seus peitos podem estar convidando relações íntimas.

- Ou é apenas brincadeira, que neste caso pode vir acompanhado de um sorriso maroto.

- Esta é uma função de salto alto em sapatos femininos, realçar as curvas da coluna para empurrar o peito para a frente e nádegas para trás.

- Os homens também empurram seu peito para fora para mostrar ou fazer parecerem peitos fortes.

- Oi talvez para esconder sua barriga saliente.

24.2 Perfilado

- As mulheres podem usar isso para exibir a curva de seus seios.

- Da mesma forma os homens podem fazer isso para exibirem seus perfis fortes.

24.3 Retirado

A cavidade torácica, embora protegida, contém órgãos vitais e é vulnerável ao ataque, quando o peito está puxado para trás, isso pode indicar que a pessoa está tentando parecer inofensiva.

24.4 Respiração

- O peito se expande e contrai com a respiração. Quando a pessoa está respirando profundamente o peito se move mais.

- Respiração profunda pode ser usada para ajudar a empurrar para fora da caixa torácica para expandir o peito.

- A respiração profunda aumenta o consumo de oxigênio e prepara a pessoa para a ação, indicando medo ou raiva.

- Respiramos profundamente quando estamos passando por intensas emoções, como o amor.

- Uma pessoa que é particularmente ansiosa pode respirar muito rápido e profundo que pode ficar tanta e até mesmo desmaiar.

- Quando o corpo é mantido rígido a respiração é mais difícil e respirações curtas são mais propensos, isso pode indicar a tensão.

- Quando uma pessoa está em um estado de suspense esperançoso pode segurar a respiração, como se a respiração pudesse atrapalhar suas esperanças.

24.5 Tocar o peito

- Tocar o peito chama mais atenção a ele. Quando uma mulher faz isso na frente de um homem faz o homem pensar em fazer isso, portanto é um ato altamente sugestivo e paquera.

- Esfregar o peito também pode ser um sinal de dor de desconforto, talvez de tensão e estresse.

- Bater no peito indica poder, os gorilas batem no peito com as duas mãos cadenciadas após a vitória em uma luta.

25. Costas

25.1 Rejeição

O rosto é a parte da frente do corpo e por isso o apresentamos a frente quando falamos a outras pessoas.

Se não queremos falar com uma pessoa podemos indicar nosso desejo de não falar com várias movimentos:

- Evitar o olhar, não fazer contato visual.

- Girar a cabeça.

- Torcer o tronco (pés não em movimento).

- Torcer ainda mais (um pé gira).

- Deixar em ângulo (com movimento pés).

- Virar-se e mostrar as costas.

Cada um deles é um sinal em escalada, com rotação completa de 180 graus a rejeição é máxima.

Mesmo girando em ângulo envia uma mensagem clara (que dá o "ombro frio").

Virando totalmente ao redor envia o sinal mais forte possível não-verbal "Eu não quero falar com você.".

- Virar de costas em uma conversa é muito comum em meninas, e pode indicar descontentamento ou simplesmente é uma brincadeira.

25.2 Poder

Virar-se significa ficar potencialmente vulnerável a ataques por não ver o que acontece atrás, fazer isso pode ser um movimento de poder, geralmente entre os homens, que diz: "Eu não tenho de olhar para você para decidir, você não vai me atacar, porque eu sou tão poderoso que você não se atreveria.".

25.3 Proteção

- Apesar de dar as costas para alguém suprimir a defesa, se alguém está prestes a ser atingido com algo as costas são a parte mais forte do corpo para receber o impacto, é larga e bem musculosa, com costelas ao redor dos órgãos.

- Quando enfrentamos um impacto iminente viramos de costas, normalmente colocamos nossas mãos atrás da cabeça para protegê-la e nos agachamos para deixar o corpo menor. Esta é uma ação reflexiva, por exemplo, quando algo é jogado em nós ou alguém tenta nos atingir com uma vara.

26. Barriga

26.1 Puxando-a

- Uma barriga lisa é considerada desejável em homens e mulheres, pois indica vigor e saúde. Nos homens é conveniente que os músculos individuais possam ser vistos, portanto, murchar a barriga indica desejo de melhorar a imagem e parecer mais bonito.

26.2 Empurrando para fora

- Certamente isso não indica um desejo de ser atraente e pode ser uma reação.

- Particularmente em grupos de homens, sem se sentir julgado pode dar alívio e contribuir para a ligação do sexo masculino (juntamente com discussões fortes e piadas indecentes).

- A barriga pode ficar mais para fora quando queremos proteger a cabeça em uma situação em que nos sentimos desconfortavelmente perto de outra pessoa.

26.3 Tocar na barriga

- Esfregar a barriga pode significar que a pessoa simplesmente tem um problema digestivo.

- As paredes do abdômen contem músculos importantes que podem estar tensos, esfrega-los pode indicar tensão, por exemplo devido a preocupação excessiva.

- O intestino é particularmente vulnerável a ataques e é uma área comum para socos e facadas. Se o intestino é perfurado, isso pode causar hemorragia interna e uma morte lenta, segurar a barriga mais abaixo pode ser um ato de defesa por temer ataque.

27. As nádegas

27.1 Empurrando para fora

- A bunda tem uma estranha combinação de significados, abriga o ânus fedorento e, portanto, pode simbolizar desconforto.

- Pode ter um significado sexual e algumas pessoas acham que é particularmente atraente em um parceiro.

- Empurrar a bunda para fora pode ser tanto um insulto como um convite, dependendo da situação, devemos avaliar todo o contexto.

- Expor a bunda pode variar entre um ligeiro empurrão em relação à pessoa ou em uma extensão significativa, tal como de inclinar-se sobre uma mesa, ou inclinar-se, de tal modo que a parte superior do corpo está escondida na parte inferior e é altamente visível.

- Mostrar a bunda nua, "mooning" em inglês, é um insulto não muito sério.

- Isto é um pouco degradante e muitas vezes é feito com uma certa quantidade de intenção humorística.

27.2 Em movimento

- Mexer a bunda chama a atenção para ela ainda mais de empurrá-la para fora, tende a ser mais atraente do que um insulto.

- Isso é altamente visível e é usado pelas mulheres para atrair os homens.

27.3 Toques

- Com as mãos para trás a pessoa é mais vulnerável e não defende a sua frente, fazer isso pode ser um relaxamento ou um ato de desafio.

- Colocando as mãos nos bolsos traseiros torna ligeiramente menos difícil de se recuperar, no caso de um ataque, indica que a pessoa está ainda mais relaxada.

28. Os quadris

28.1 Empurrado para fora

- Os quadris contem os principais órgãos sexuais e empurra-lo para a frente é um gesto provocativo e sugestivo. Isto pode ser exagerado ainda mais se as pernas estão abertas, expondo os órgãos genitais e relações mais convidativas.

- Empurrar os quadris para a frente é difícil sem perder o equilíbrio, de modo que este é feito às vezes, inclinando-se para trás contra algo como uma parede para apoiar a parte superior do corpo, enquanto os quadris estão em evidência.

- Os homens podem usar o impulso do quadril com outros homens como um sinal de poder.

- Se as mãos estão nos quadris, a pessoa pode estar esperando, estar impaciente ou apenas cansada.

28.2 Enfiado para dentro

- Segurar os quadris para trás é o oposto da empurra-lo para fora, isso defende e esconde os órgãos genitais, buscando protegê-los ou evitar que sejam notados.

- Uma maneira de mantê-los escondidos é sentar e dobrar o corpo sobre eles. Isso pode ser agravado por cruzar as pernas cobrindo os órgãos genitais com as mãos cruzadas.

28.3 Empurrado para o lado

- Empurrar os quadris para os lados rearranja a curva da coluna e reorganiza todo o corpo, isso pode ser uma posição relaxada, onde a pessoa deixa cair corpo.

- A flacidez também pode vir de decepção ou cansaço.

- Os quadris podem ser usado como um apontador sutil, indicando que a pessoa realmente quer. Apontando para uma pessoa pode indicar um movimento com intenção de ser atraente.

- Apontando para a porta pode significar que a pessoa quer sair.

28.4 Em movimento

- Balançando os quadris de um lado para o outro é um movimento de dança comum e pode indicar que a pessoa gostaria de dançar.

- Também chama a atenção para essa parte do corpo e pode ser uma ação de paquera.

- Mover os quadris para trás e para a frente é uma simulação do ato sexual e pode ser altamente excitante.

28.5 Tocar o quadril

- Mãos nos quadris empurra os cotovelos para os lados, fazendo o corpo parecer maior, pode ser um sinal de poder ou de agressão.

- Acariciando os quadris em um cenário romântico está sugerindo que a outra pessoa faça isso e portanto é paquera, especialmente se acompanhado de contato visual prolongado.

- Pegar na genital é extremamente excitante e só é usado geralmente como um convite direto para a relação sexual.

- Porém, em certas situações pode ser uma ato grosseiro.

- Mãos colocadas sobre os órgãos genitais, cobrindo-os, é um sinal de medo ou vergonha, ou pode ser apenas um hábito masculino.

- O pênis masculino pode se tornar desconfortável em sua cueca e o homem pode tentar ajustar.

- Isso pode também ser um sinal sexual.

 

29. Pernas

29.1 Pernas abertas

29.1.1 Em pé

Pernas são interessantes no campo da linguagem não-verbal do corpo como o podem dizer muito sem nós realmente perceber.

Em particular, quando uma pessoa está tentando controlar sua linguagem corporal ela se concentra na parte superior do corpo, as pernas ficam em segundo plano e podem dizer o que a pessoa está pensando.

- Se as pernas estão em conflito com o tronco, então existe a possibilidade de que a pessoa esteja tentando deliberadamente se controlar.

- Quando a pessoa está em pé e abre as pernas isso lhe dá uma base estável.

- De pé, com os pés na largura dos ombros é uma posição normal de relaxamento.

- Ligeiramente mais largas indicam que a pessoa se sente firme e confiante.

- Com as pernas ainda mais aberta deixa o corpo maior, é um sinal de poder e dominação, e também indicação ocupação territorial.

- Voltando a uma posição estável está preparando o corpo para o caso de ataques de outra pessoa.

- Pode também ser uma posição cautelosa.

- Ficar com as pernas abertas é uma posição vunerável pois expõe os órgãos genitais, isso pode ser uma exibição sexual (especialmente de homens para mulheres) ou uma demonstração de poder (principalmente entre homens).

- Quando um pé está na frente do outro pode estar adotando uma posição muito estável para o caso de ataque frontal (como acontece com os boxeadores).

- Também pode ser devido a estar caminhando em um terreno escorregadio, gelo, e o pé a frente aponta para onde a pessoa deseja ir.

29.1.2 Sentado

- Sentar com as pernas levemente abertas é uma posição relaxada, mostrando que a pessoa está confortável.

- Sentado uma ou ambas as pernas podem ser deixadas cair para o lado, tanto quanto eles podem ir isso permite uma maior abertura das pernas e pode ser uma exibição sexual.

- Se a pessoa está um pouco preocupado com isso, então as suas mãos podem cobrir os órgãos genitais.

29.2 Pernas fechadas

29.2.1 Em pé

- Quando a pessoa está de pé com pernas fechadas e os pés bem juntos pode ser ansiedade, essa posição torna o corpo um alvo menor e também protege as genitais.

- Uma posição em pé com as pernas fechadas e encostada por toda a extensão é um desejo crescente de proteção, isso pode vir acompanhado de giros ligeiros para os lados, ou enclinar-se um pouco para frente, ou empurrar a bunda para trás.

- Essa posição também pode acontecer quando a pessoa está frio.

29.2.2 Sentado

- Quando a pessoa está sentada, dependendo do nível de ansiedade, os joelhos podem estar suavemente colocados ou bem juntos.

29.3 Pernas cruzadas

- Pernas cruzadas pode ser uma posição negativa ou de proteção contra outras pessoas e suas idéias.

- O nível de tensão pode ser visto em pernas cruzadas, uma maior ansiedade leva as pernas a ficarem mais rígida e a se moverem mais bruscamente.

29.3.1 Pernas cruzadas em pé

- Cruzar as pernas quando em pé pode ser uma indicação de timidez ou de vergonha, pode ser acompanhada de mãos atrás das costas e cabeça abaixada.

- Cruzar as pernas em pé é uma posição instável e a pessoa pode balançar um pouco, fica mais relaxado para fugir.

- Cruzar as pernas em pé raramente é uma postura defensiva, embora possa ser submissa.

29.3.2 Pernas cruzadas sentado

- Cruzar as pernas é muito mais fácil sentado e pode assumir diferentes formas.

- Cruzar a perna com o tornozelo em cima da outra pode ser relaxamento, especialmente quando as pernas estão esticadas para a frente e a pessoa está inclinada para trás, ainda mais se as mãos estiverem atrás da cabeça.

- Porém, se a pessoa estiver tensa e com as mãos crispadas, então pode ser um sinal de que está se contendo.

- Com as pernas sobre uma cadeira e com os tornozelos um em cima do outro pode indicar ansiedade escondida, a preocupação pode ser mais óbvia se a pessoa se inclina para a frente.

- Cruzando nos joelhos pode indicar grande ansiedade ou defensiva se as pernas parecem tensas, mais ainda se uma perna envolve firmemente a outra.

- Joelhos mantidos juntos podem indicar maior ansiedade do que se ficarem naturalmente um pouco separados.

- No caso das mulheres, cruzar as pernas mantendo o joelho junto pode ser uma posição de modéstia feminina.

- Um X relaxado com pernas cruzadas com pés para dentro e joelhos caindo para os lados pode ser usado como um sinal sexual por mulheres, particularmente se estiverem com as pernas expostas.

- Cruzar as pernas em forma de um 4, na tradicional posição de executivos, pode ser uma exibição, é mais comum entre os homens para convidar mulheres ou quando desafia outros homens.

29.3.3 Pernas usadas para apontar

- As pernas colocadas a frente podem ser usados para apontar para as coisas de interesse, o inverso também é verdadeiro e colocar uma perna para trás pode mostrar desinteresse.

29.4 Pernas usadas para apontar

29.4.1 Em pé

- Quando em pé, uma perna pode apontar para um local tanto com o pé como com o joelho, durante uma conversa uma pessoa que queira encerrar e ir embora pode apontar a perna para a porta de saída.

- Apontando para qualquer lugar longe da outra pessoa significa "Eu quero estar em outro lugar".

29.4.2 Sentado

- Quando sentado as pernas podem apontar com os joelhos ou os pés para pessoas de seu interesse, bem como podem apontar na direção para onde desejam ir..

- Sentado frente com um pé apontando para fora e outro para trás é a preparação para se levantar e é um sinal comum de que a pessoa quer sair ou ir a algum lugar.

29.5 Movendo as pernas

29.5.1 Em pé

- Balançar a perna quando em pé pode agir como um ponteiro.

- Balançar as pernas quando sentado pode indicar impaciência.

- Balançar a perna para frente e para trás com música pode ser um convite para dançar, uma mulher pode fazer isso deliberadamente para fazer seus peitos saltarem e assim atrair um homem.

29.5.2 Sentado

- A perna cruzada pode saltar para cima e para baixo, isto pode ser um sinal de impaciência (particularmente se rápida) ou atração.

- Pode ser também um óbvio apontador.

- A perna também pode balançar a tempo de música, indicando que a pessoa está relaxada e curtindo a música, talvez pensando em convidar outras pessoas para dançar.

20.6 Andando

- As pessoas andam de formas diferentes, em parte devido ao hábito ou devido à intenção, uma caminhada rápida mostra uma pessoa com pressa ou determinada.

- Uma caminhada lenta pode ser uma pessoa que tem tempo livre, pode estar sonhando acordada, ou é preguiçosa, ou talvez sinta dores se andar mais rápido.

- Uma elegante indica foco em si mesmo e preocupação de como os outros o vêem.

- Passos mais longos indicam confiança, enquanto passos mais curtos mostrar timidez ou precisão.

29.7 Pernas usadas como arma

- Pernas também podem ser armas, pernas são mais longas que os braços e tem músculos mais fortes, isso torna um chute muito poderoso.

- As pernas podem bater com a coxa ou joelho, com a canela, ou com a parte superior ou lateral dos pés.

- Em alguns casos um chute não significa agressão, mas, apenas uma brincadeira entre amigos.

29.8 Toques na perna

- Um tapa único na bunda pode dizer: 'Certo, vamos lá".

- Uma batida com a mão na perna pode indicar irritação.

 

30. Coxas

30.1 Abertura e rotação

- Nas mulheres, quando as coxas são afastados eles expõem os órgãos genitais, na relação sexual as coxas da mulher são abertas, esta é uma sugestão sexual muito forte, especialmente quando vestindo uma saia curta ou vestido.

- Para os homens trata-se de exibição de poder sexual.

- Abrindo as coxas também expõe os genitais para ataque, esse movimento pode ser uma provocação.

- Em um ambiente descontraído as coxas ficam um pouco abertas, com as pernas situadas em paralelo a partir dos quadris.

30.2 Fechadas

- Coxas deixadas apertados juntas enviam um sinal de rejeição.

- Com joelhos juntos pode ser bastante movimento delicado, mas, também pode ser hipócrita.

- Quando usando uma saia curta pode ser uma posição pragmática para evitar a exposição constrangedora e socialmente indesejável.

30.3 Cruzadas

- Cruzar as coxas, em pé ou sentado, é um gesto defensivo.

- Muitas vezes, é um forte sinal de "fechado", parecido com o de cruzar os braços em frente ao corpo.

30.4 Levantar a coxa

- Levantar o coxa é um elemento básico de caminhada e pode ser um sinal de um desejo de ir embora.

- Levantar a coxa pode ser simplesmente um exercício de alongamento.

- Balança a coxa cima e para baixo, com a ponta do pé no chão, pode ser um sinal de impaciência.

30.5 Toques na coxa

- Quando as pessoas estão prestes a se levantar, eles podem colocar as duas mãos sobre as coxas para empurrar-se para cima. Isso também pode ser um sinal de prontidão.

- Colocar as duas mãos sobre as coxas com os cotovelos para os lados pode ser uma versão sentado de mão no quadris, ampliando o corpo e mostrando desagrado ou ameaça de ação.

- Bater na coxa pode ser um ato de motivação ou de autopunição.

31. Joelho

31.1 Apontar

- O joelho pode agir como um ponteiro sutil, ao apontar para algo ou alguém, o joelho pode indicar desejo.

- Apontando para fora, indica o oposto.

- Um joelho em uma perna cruzada (em pé ou sentado) quando em uma conversa pode nos dizer o que a pessoa está realmente pensando, a pessoa pode apontar seu joelho para o bar ou para a porta para mostrar os seus desejos internos.

31.2 Joelho como arma

- O joelho pode atuar como uma arma, o ataque mais conhecido é a "joelhada no saco".

- Outro ataque é na parte lateral da coxa.

- Agitar o joelho para uma pessoa pode ser um apontador desejável e pode também ser um desejo de atingi-los.

31.3 Atração

- Os joelhos são muitas vezes consideradas como sexualmente atraentes e expô-los abaixo de saias curtas e vestidos pode ser uma manobra deliberada para chamar atenção.

31.4 Toques no joelho

- Tocar e acariciar o joelho, especialmente quando feito por mulheres, pode ser sinal de um desejo de que um homem nas proximidades faça isso com ela, é um convite sexual ou provocação.

- Os joelhos são vulneráveis em um ataque, e um bom chute irá tirar a pessoa de combate por um bom tempo, segurar nos joelhos pode ser um ato defensivo quando a pessoa está se sentindo ansioso.

- As mulheres podem segurar os seus joelhos quando sentem-se observada por um homem que não a interessa.

32. Os pés

32;1 Apontar

- Pés são jogados para a frente quando andamos e plataformas estáveis, por isso podem ser usados para apontar.

-Pés, por não serem muito notados, podem enviar um sinal muito sutil e subconsciente sobre pessoas de quem gostamos ou lugares que gostaríamos de ir.

- Em algumas culturas, como os pés são a parte mais baixa do corpo, aponta-los para os outros é um insulto, especialmente se for a sola do pé.

32.2 Colocados em ângulo

- Quando os pés são inclinados um em relação ao outro, o ângulo atinge exterior, se outra pessoa está dentro desse ângulo, então isto envia um convite a essa pessoa.

- Se os pés estão paralelos, então a pessoa não está aberta para os outros.

- Quando os pés paralelos apontam para outra pessoa, então essa pessoa é o alvo de toda a atenção.

- Pés em ângulo para dentro pode indicar defensiva ou introspecção e talvez um sentimento de estranheza.

32.2 Sentada

- Se a pessoa está sentada e com os pés cruzados nos tornozelos, normalmente significa que ela está à vontade.

32.3 Em pé

- Se, quando em pé, uma pessoa parece sempre manter os pés muito juntos, isso provavelmente significa que está tentando ser "adequada" de alguma forma.

- os pés juntos significam que a pessoa se sente mais submissa ou passiva.

32.4 Ondulação

- Quando os pés se enrolam em torno de si ou de uma perna de cadeira, isso pode indicar tensão reprimida.

- Isto pode indicar emoções como frustração, excitação, medo e ansiedade.

32.5 Sapatear (não a dança)

- Sapatear faz um barulho e pode ser um pedido de atenção.

- Muitas vezes pode ser sinal de raiva.

32.6 Batidas

- Bater no pé pode ser um sinal de impaciência quando a outra pessoa entra em uma espécie de estado repetitivo.

- Uma batida rápida, transferência de peso na maioria das vezes significa que a pessoa está impaciente, animada, nervosa, assustada ou intimidada. É algo inconsciente e ao mesmo tempo excêntrico, a pessoa não consegue parar. Algumas pessoas também fazem isso por hábito.

32,7 Mover ou balançar

- Mover os pés é também um indicador comum de mentira, particularmente se a pessoa está sentada e os seus pés estão escondidos debaixo de uma mesa.

- Uma forma de descobrir se os pés estão se movendo por baixo da mesa é observar se a parte superior do corpo, incluindo as roupas, estão vibrando ou se movendo um pouco.

- Ansiedade traz energia e apresentadores em conferências e os professores podem andar para um lado e para o outro por causa disso.

- Balançar o pé pode ser uma forma de apontar.

32.8 Toques

- O pé pode ser um objeto erótico e acariciá-lo pode ser levemente sugestivo.

- Quando as pernas estão cruzadas, o pé pode ser massageado ou espremido, talvez para aliviar a tensão, ou como um substituto para a massagem da tensão em outras partes do corpo.

- Se a pessoa propositadamente tocar nossos pés isso é sinal de paquera!



 ***

TEXTO ASSOCIADO A ESTE BLOG:


Com as novas pesquisas sobre Comunicação Não-verbal e Linguagem Corporal a ciência refutou mais uma das mentiras criadas pelo marxismo


http://comentriossobreacontecimentosmundiais.blogspot.com.br/2013/04/com-as-novas-pesquisas-sobre.html


***





2 comentários: