A alienação

A alienação

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Por que o socialismo sempre vai a falência econômica e social ?


O fracasso do socialismo como sociedade, comprovado pelo fracasso de dezenas nações que se tornaram socialistas no século XX (Polônia, Sérvia, Ucrânia, Rússia, Rep. Checa, Macedônia, Romênia, Hungria, Alemanha Oriental, China, Vietnã, Camboja, Eslocachia, Bielorrússia, Letônia, Estônia, Cazaquistão e muitos outros), é devido da duas razões:

1. O socialismo não possui um mecanismo para determinar quais as mercadorias que estão faltando em cada região da nação.

2. Os trabalhadores não possuem motivação para trabalhar além do mínimo necessário.


Até para um socialista convicto é fácil de entender estes dois princípios se ele fizer um mínimo de esforço!

Vamos analisar o primeiro caso.
Por exemplo o Brasil, Bahia, cidade de Salvador, como podemos saber quais mercadorias estão faltando lá ?
Como existem milhões de habitantes em Salvador não é possível perguntar para todos eles o que eles estão precisando e não encontram.
A democracia de livre mercado possui um mecanismo bastante eficaz - o sistema de preços.

Abaixo temos dois gráficos que mostram de forma bastante didática
como na democracia de livre mercado o sistema de preços informa
com precisão ao sistema produtivo o que deve produzir mais ou menos.
 

Se uma mercadoria está sobrando no mercado o preço dela diminui, se uma mercadoria está faltando o preço dela aumenta.
Isso dá ao sistema produtivo uma informação exata do que deve ser mais produzido e do que deve ser menos produzido nesse momento.
O sistema de preços é dinâmico, se dai 3 meses a situação se inverte, os preços também se invertem, e o sistema produtivo muda a produção.

O socialismo não possui esse mecanismo.
No socialismo não existe preço, para que não exista lucro, assim, o sistema produtivo fica sem saber rapidamente o que produzir, o que provoca a produção em excesso de determinadas mercadorias e a produção deficitárias de outras.
Isso eleva os custos de produção, leva a produção de bens desnecessários e a escassez de mercadorias levando ao desabastecimento.
Por isso o socialismo é um sistema economicamente incompetente na produção de mercadorias.

Vamos analisar o segundo item.
Em uma nação apenas em torno de 45% da população trabalha.
55% da população são crianças, estudantes, velhos e doentes que não trabalham, em função disto, os que trabalham tem que trabalhar em dobro para que todos possam ter o que necessitam.

No socialismo a família é desconstruída pois para o socialismo a família é uma instituição "burguesa", o estado cuida das crianças para que elas possam ser educadas de acordo com a vontade do estado socialista, por isso, não existe a motivação familiar.

O que leva um trabalhador a trabalhar além do mínimo necessário?
Se o trabalhador produz X em sua jornada de trabalho normal para que ele vai produzir 2X para que outros possam ter o que necessitam?
Para que faça isso é necessário que o trabalhador tenha uma motivação.
A família é uma motivação, o marido vai trabalhar na fábrica ou no escritório para poder sustentar a esposa e os filhos, essa é uma grande motivação para que o marido trabalhe em dobro.

Fora isso, o trabalhador vai trabalhar mais, além do necessário, se ele receber uma recompensa.
Por exemplo, se trabalhar mais, produzir mais, vai ser recompensado depois de um certo tempo com um carro novo.
Na democracia de livre mercado isso existe, o trabalhador trabalha mais e ganha mais, assim ele pode investir o excedente de seu salário em uma poupança e depois de algum tempo comprar um carro com esse dinheiro.

No socialismo isso não existe porque não existe salário.
Salário = dinheiro... e o socialista abomina dinheiro, lucro, por isso não existe motivação para o trabalhador trabalhar além do mínimo necessário.

O resultado disso é que a produção é nivelada por baixo, no socialismo não existe grande produtividade.
Isso leva ao desabastecimento, a falta de mercadorias suficientes para todos.


Isso ocorreu em todas as nações que foram socialistas no século XX!
Isso ainda ocorre na atualidade em nações que adotaram os preceitos do socialismo, como a Venezuela com o "socialismo bolivariano" e que depois de 20 anos de socialismo bolivariano encontra-se na atualidade em situação de falência social, como podemos constatar através das notícias que circulam na mídia:

"Crise econômica significa menos refeições e mais carboidrato na Venezuela."


Desabastecimento, falta de gêneros de primeira necessidade,
falta de comida,  isso é o socialismo.

Porém, história é algo que não é mais ensinado as crianças na escola, então, as crianças ignoram esse fato.
Os "professores" socialistas dizem para as crianças diariamente que o socialismo é uma maravilha de igualdade social e o "capitalismo" é para pessoas egoístas, com esse "ensinamento" a maioria das crianças crescem achando o socialismo algo bom e o "capitalismo" algo ruim, sem nem mesmo terem a capacidade para perceber que estão achando "bom" a ditadura (socialismo) e que estão achando ruim a democracia ("capitalismo")!

E com isso uma enorme alienação se propaga pela sociedade ocidental na direção da ditadura socialista.


***