A alienação

A alienação

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Como seria um mundo sem polícia ?

NOTÍCIAS NOS JORNAIS INFORMAM:

Com a greve da polícia no Espírito Santo o povo padeceu de violência generalizada, mais de 100 assassinatos em um mês!

Os "intelectuais" socialistas distribuem seu ódio contra a sociedade democrática de livre mercado por diversos seguimentos dessa sociedade, um desses seguimentos é a polícia, a qual acusam de "violenta", a midia formada nas universidades dominadas por tais "intelectuais" foi doutrinada por eles e trabalha em prol de tais "causas" socialistas sem saber, e noticia com manchetes toda ação da polícia classificada por eles como "violenta", nesta linha, se a polícia reprime com gás e balas de borracha a uma turba de "manifestantes pacíficos" que estão depredando patrimônio público e privado ou interrompendo o trânsito a midia logo se põe contra a polícia criticando a "violência" da polícia, sem mencionar que a polícia está lidando com gente muito violenta, tais "manifestantes" em geral são jovens universitários "revolucionários" que tiveram a cabeça feita pelos "intelectuais" socialistas dentro da universidade, uma covardia dessa ralé da sociedade.

Os "intelectuais" marxistas não gostam da polícia porque a polícia impede que eles façam a "revolução" e tomem o poder político a força, a polícia impede que tais "revolucionários" implantem a "ditadura do proletariado" marxista.

Tais "intelectuais" perderam todas as grandes revoluções que instigaram (eles apenas instigam os jovens a ir lutar, eles próprios nunca vão, ficam seguros dentro do campus das universidades) mundo a fora nos séculos XIX e XX, a começar pela Comuna de Paris terminando na URSS, foram derrotas humilhantes, depois de tantas derrotas militares os "intelectuais" mudaram de tática e passaram a usar a revolução "cultural" que consiste em criar mentiras e propagá-las na sociedade ussando para isso inicialmente as universidades da área de humanas, e em seguida em todas as escolas, na midia e nos meios artísticos em peças teatrais, filmes e novelas, onde criaram diversas "lutas" de "minorias" e onde difamam as instituições que querem destruir, dentre elas uma das principais é a polícia.

Os "intelectuais" socialistas criaram a ideia de que os pobres "proletários" são vítimas passivas de uma "sociedade exploradora", criaram a ideia de que os pobres são bons e os ricos são maus, criaram a ideia de que a polícia é opressora (dos pobres), e muitas outras mentiras que de tanto repetidas na midia viraram verdades.

Mas, o que está acontecendo no Espírito Santo é a prova de que a polícia é a garantia maior de paz na sociedade e se ela não estiver presente os "pobres" passam a saquear como na antiguidade quando não existia polícia e a sociedade vira terra de ninguém com centenas de assassinatos e desordens de toda ordem.

Seria bom para a sociedade humana que as pessoas na próxima vez que lessem o ouvissem uma crítica na midia contra a polícia não acreditassem nela e fossem verificar os fatos reais.


***




Nenhum comentário:

Postar um comentário